Arte em troca de sorrisos: artistas trocam obras de arte por cestas básicas para doação

Vital Lordelo - Foto: Hermes de Paula

Uma obra de arte em troca de uma cesta básica para quem mais precisa. Essa é a ideia dos artistas visuais Vital Lordeloe Julia da Costa, em parceria com a jornalista Rapha Dona Flor.

Vital Lordelo – Foto: Hermes de Paula

Ao todo, são 42 obras doadaspara a iniciativa, chamada Arte em troca de sorrisos, que irá beneficiar a ONG Desobedeça,atuante na defesa da comunidade LGBTQI+ e dos Direitos Humanos, em Porto Alegre.

Ao fazer um apanhado da produção em Porto Alegre, Vital percebeu ter trabalhos restantes de mostras e feiras. Foi assim, então, que pensou em gerar alegria e circular o seu trabalho em uma causa maior. Júlia se somou a ação pelo mesmo motivo.

“Nossa intenção é gerar sorrisos e fazer circular uma energia de afeto. E eu gostaria muito de fazer o bem de uma forma coletiva”, comenta Vital.

Os alimentos serão destinados pela ONG para a creche Cantinho da Criança(Rua Adão Araújo 81, Bairro Partenon), localizada ao lado do Presidio Central, que conta com famílias cadastradas, dentre elas, LGBTIs.

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Vital Lordelo – Foto: Hermes de Paula

ARTE EM TROCA DE SORRISOS: COMO VAI FUNCIONAR

Catálogo das obras

O catálogo das obras (prints em tamanho A3) poderá ser conferido a partir do dia 28/1, no Instagram @rapha_donaflor.Neste mesmo dia, haverá uma live, a partir das 13h,da jornalista com os dois artistas para marcar o lançamento oficial da iniciativa.

Como adquirir as obras

Os interessados deverão escolher e fazer a reserva da obra por meio de direct message pelo perfil @rapha_donaflor. A confirmação da aquisição se dará mediante aquisição de 1 cesta básica. As orientações para isso serão repassadas no momento da reserva da obra.

Vital Lordelo – Foto: Hermes de Paula

VITAL LORDELO

Vital Lordelo nasceu em Brasília, em 1984. Morou em Porto Alegre e hoje vive em Lisboa, Portugal. Tornou-se conhecido, principalmente, pela publicação de seus trabalhos – cartazes ou lambe-lambes em espaços públicos e ruas de capitais do país, com mensagens de coragem, amor, afeto, leveza e ternura. Suas intervenções urbanas conectam desenho, pintura, street art, ilustração e a cultura do sticker.

Vital cola posters de corações e simbologia de vida na cidade como atestado de que a cidade feita em concreto, aço e vidro, ela é mesmo feita de pulsação e coração. O artista cria uma conversa silenciosa ao olhar atento de quem cruza com ele na rua ou o acessa em uma rede social.  Vital é um artista em desassossego, que ressignifica a simbologias das coisas e cria na cidade territórios de afeto.

Atualmente, segue seus trabalhos em posters, pintura, desenho, carimbos e serigrafias ao mesmo tempo que dirige a JOIA Ouivesaria de Sentimentosque atualmente é acervo de mais de 33 artistas e projetos de sete países. No mesmo espaço desenvolve atelier, espaço expositivo, acervo e estúdio de tatuagem.

Julia da Costa – Foto: Vital Lordelo

JULIA DA COSTA

Julia da Costa – 1997 é uma artista francesa que vive em Lisboa. Seus projetos são focados na saúde mental, na identidade e no feminismo. Estuda Psicologia Clínica. Interessa-se pela Psicopedagogia, disciplina da Psicologia que pretende explicar e educar a população sobre saúde mental. Gosta de rabiscar e contar histórias sobre que vê e vive todos os dias. Atualmente, está trabalhando em projetos de desenho animado. Desde 2019, divide a gestão da galeria Joia – Ourivesaria de Sentimentos com Vital Lordelo. Em 2018, realizou residência artística na Con Artist NYC, em Nova York. Participou de exposições em NYC, França e Portugal.

ONG Desobedeça LGBTI+

A ONG Desobedeça LGBTI+, atua na defesa da comunidade LGBTI+ e dos Direitos Humanos desde 2002. Situada em Porto Alegre, mas com atuação em todo o Estado do Rio Grande do Sul. Dentre as atividades que realiza, esta a Parada de Luta LGBT+ de Porto Alegre e de diversas cidades do RS, que se diferencia por comtemplar junto ao evento, a Virada Cultural Sylvinha Brasil, que aglutina artistas e talentos LGBTI+ em atividades como palestras, teatro, dança, debate se diversas intervenções na capital. Outra atividade que ocorre o ano todo é o Encontros diversidade, com eventos que ocorrem na Virada Cultural Sylvinha Brasil para praças e bairros da capital, uma vez por mês em cada local.

Com os crescentes crimes de LGBTfobia, a ONG tem assistência jurídica para comunidade que sofre tanto LGBTfobia, racismo ou intolerância religiosa. Desde o inicio da pandemia, a ONG firmou parceria com a creche Cantinho da Criança, que fica na Rua Adão Araújo 81, bairro Partenon, ao lado do presidio central da capital, onde, conforme recebe doações, distribui viandas com comidas aos finais de semana e cestas básicas para famílias previamente cadastradas, dentre elas, LGBTIs.

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Fonte: Raphaela Donaduce Flores

Sobre Deco Rodrigues 6588 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*