Castelo Simões Lopes inaugura novo Selo – Oficinas no Castelo – em Pelotas

Dando sequencia ao Projeto e Uso criativo do Castelo Simões Lopes, dia 24 de Agosto será realizada a oficina “O processo criativo com o cianótipo: um outro tempo com a matéria fotográfica” ministrada pela artista e fotógrafa Daniela Pinheiro.

O Castelo será um espaço de laboratório/atelier para experimentar o processo artesanal de fotografia do século XIX.

Foto: Daniela Pinheiro

O processo cianótipo é uma técnica fotográfica alternativa, artesanal e histórica, inventada em 1842, pelo matemático, astrônomo e químico inglês Sir John Herschel. A impressão acontece por foto contato, quando se emulsiona os químicos na superfície e colocam-se objetos ou negativos para expor a luz do sol ou na luz ultravioleta. Em seguida, após a lavagem, apresenta uma imagem de cor azul.

Além da cor azul pode-se também trabalhar com a viragem e a totalização de um cianótipo, obtendo-se outras cores além da azul. No processo com o cianótipo, o artista interfere na transmutação da imagem, através do gesto, entrando em outro tempo de criação e em sintonia profunda com a matéria.

A oficina tem como objetivo demonstrar e vivenciar um processo histórico de impressão fotográfica do século XIX ‐ a Cianotipia e entrar em um tempo desacelerado com a imagem fotográfica.

Foto: Daniela Pinheiro

Na oficina será abordadas as origens da fotografia, a história do cianótipo, a preparação dos químicos, o processo prático para obter a cianotipia no suporte do papel e os desdobramentos deste processo em meio a arte contemporânea. Os alunos irão trabalhar com um negativo digital otimizado para o processo e terão a oportunidade de mesclá-lo com fotogramas, interferindo na imagem original.

Oficina O processo criativo com o cianótipo: um outro tempo com a matéria fotográfica
Quando? Sábado – 24 de agosto de 2019
Horário? 10h às 15h00min
Local? Castelo Simões Lopes Neto – Pelotas, RS
Investimento: R$ 90,00
Inscrições e informações: danielapolaroid@gmail.com

As inscrições podem ser feitas pelo site SYMPLA e parceladas
Realização: Castelo Simões Lopes e Instituto Eckart
Produção: Lua Nova Produção Cultural

BOLSAS
Serão oferecidas 02 bolsas de 50% do valor da oficina.
O que precisa fazer? Enviar uma carta de intenção ou proposta de permuta com a fotografa ou com o Castelo Simões Lopes.

Serão abordados os seguintes temas:
História do Cianótipo
Mistura dos Químicos
Preparo do suporte a ser impresso
Aplicação do químico no papel
Montagem para exposição a luz
Exposição ao sol
Lavagem do papel para retirada do Cianótipo
Secagem
Estudo das Imagens

Material Incluso:
Na inscrição, cada aluno ganha um negativo para trabalhar durante a oficina, com uma foto da sua escolha. Além disso, a artista fornece papel e os químicos.

Cada aluno deverá trazer avental (ou roupas que possam vir a manchar) luvas, plantas, galhos e objetos para trabalhar com esse processo.
Enviar até 3 fotografias que pretendam reproduzir para o email: danielapolaroid@gmail.com

Daniela Pinheiro
Possui Graduação em Fotografia pelo SENAC / SP (2014), Graduação em Comunicação Social – Hab. Jornalismo pela ULBRA/ RS (2006), Especialização em Economia da Cultura pela UFRGS / RS (2009) e Mestrado em Artes Visuais pela UNICAMP/ SP (2019), na linha de pesquisa: Processos de criação e poéticas visuais, Daniela Pinheiro participa de exposições de arte no Brasil e no exterior, já expôs seus trabalhos em diversos países entre eles Brasil, Espanha, Argentina, Alemanha e Nepal.

Em seu percurso imagético, dialoga com múltiplas tecnologias, tanto digitais como analógicas e artesanais, para expressar suas criações autorais. Também realiza vídeo, documentários e filmes. Daniela acredita na coexistência entre tecnologias, com procedimentos que provocam as multiplicidades de temporalidades, ora com os processos químicos, ora com o aparelho fotográfico digital.

• Quer conhecer mais sobre a pesquisa de Mestrado de Daniela Pinheiro sobre o cianótipo; entre no link para baixar sua dissertação: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/333711

• Para conhecer mais sobre seus trabalhos: danielapinheiro.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *