Domingo no Castelo terá sua segunda edição em Pelotas

Próximo Domingo no Castelo será neste domingo, 14 de outubro, com entrada gratuita e custo de R$ 2,00 para visita guiada ao interior do prédio.

Junto com a primavera chegou também a tão esperada agenda de datas para visitação ao Castelo Simões Lopes.  A segunda edição do Domingo no Castelo acontece no próximo dia 14 de outubro.

A atividade terá o mesmo formato do primeiro evento, com horário estendido entre 10h e 17h, e diversificada programação cultural, de lazer, mostra de arte, entre outros. Segundo o diretor presidente do Instituto Eckart, Paulo Ricardo Silva Ferreira, para sintonizar o andamento das obras com o desejo da comunidade de conhecer ou revisitar este importante patrimônio da cidade, foram necessários elencar alguns critérios.

O acesso ao local será gratuito, mas a visita guiada terá um custo por pessoa, com venda dos ingressos somente na hora do evento. “Tivemos um público estimado em 5 mil pessoas no lançamento das obras, e para mantermos o cronograma do restauro em sintonia com a presença da comunidade foi preciso organizar uma dinâmica que regrasse esse acesso, mas que ao mesmo tempo não deixasse as pessoas de fora deste grande momento da cidade”, complementa Paulo.

As visitas guiadas, conduzidas pelo pesquisador Guilherme Pinto de Almeida, terão um custo individual de R$ 2,00 e acontecerão a cada 30 minutos, para grupos de até 40 pessoas. “Os ingressos para visita guiada serão vendidos de forma individual, em estande localizado nos jardins do Castelo, mediante apresentação de documento”, informa Paulo. Os espaços para ocupação da praça de alimentação (fixa e volante), venda de artesanato, distribuição de folheteria, brechó, e demais segmentos, serão disponibilizados mediante plano comercial do projeto. Os recursos captados serão destinados à segurança e limpeza do local. No dia 9 de dezembro acontecerá a terceira edição do Domingo no Castelo.

RESTAURO – O Instituto Eckart é responsável pela administração do Castelo Simões Lopes até 2032. O prédio é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE) e está na primeira etapa da fase de restauração. Para dar início à recuperação deste importante patrimônio a Surya Projetos captou R$ 800 mil através da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), com aporte das empresas Arrozeira Pelotas, SLC Alimentos, Camil Alimentos e Engenho São Bento.

Fonte: Satolep Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *