Espetáculo “Os dois gêmeos venezianos” em Pelotas, Jaguarão, Santa Maria e Porto Alegre

A turnê que se inicia dia 08, em Pelotas, está sendo viabilizada graças ao Pró-Cultura RS FAC e além das apresentações o grupo promoverá oficinas de máscaras da commedia del´arte.

Com tradução em Libras, oficina, exposição e debate, a trupe do espetáculo ‘Os dois gêmeos venezianos’ embarca de mala e cuia para uma turnê em três cidades do RS, terminando em Porto Alegre no final de abril.

O projeto está sendo realizado com recursos do Governo do Estado do Rio Grande do Sul por meio do Pró-cultura RS FAC – Fundo de Apoio à Cultura e consiste em levar o espetáculo de commedia dellarte a quatro teatros históricos do Rio Grande do Sul: Theatro Guarany, em Pelotas; Theatro Esperança, em Jaguarão; Theatro Treze de Maio, em Santa Maria; e Theatro São Pedro, em Porto Alegre.

Em cada cidade também serão realizadas oficinas de máscaras da commedia dellarte. Haverá em todos os espaços a possibilidade de acesso gratuito para escolas, universidades, ONGs e/ou instituições. Os interessados em agendar grupos, devem contatar a produção pelo telefone (51) 984179835 ou e-mail caravanadosvenezianos@gmail.com.

Foto: MainQuest

Com estreia em janeiro de 2016, em Porto Alegre, ‘Os dois gêmeos venezianos’ foi indicado a três categorias do Prêmio Açorianos de Teatro, conquistando Melhor Ator Coadjuvante para Henrique Gonçalves. Na ocasião também. Foi indicado a 14 categorias no Prêmio Olhar(es) da Cena vencendo nas categorias Melhor Design Gráfico (Gianna Soccol) Melhor Figurino (Suzi Martinez) e Melhor Ator Coadjuvante (Guilherme Ferrêra). O espetáculo integrou a programação de importantes mostras e festivais de Teatro no RS entre elas o Festival SESC Palco Giratório RS, Festival Porto Verão Alegre, VIII Mostra Sesc de Teatro de Passo Fundo entre outras.

Em cena estão dois gêmeos absolutamente idênticos, seus encontros e desencontros com amores, pais, sogros, criados e a lei numa comédia musical perfeita para todas as idades. A adaptação ágil da obra de Carlo Goldoni resgata os personagens mais marcantes da commedia dell’arte, vivendo situações hilárias e imprevisíveis. Figurinos impecáveis, cenário recriando as ruas de Verona, música e trilha ao vivo. Fabrício, criado em Veneza, esperto e charmoso, e Tonino, criado em Bérgamo, tolo e desajeitado se encontram, ao mesmo tempo, na cidade de Verona. Ambos vêm em busca de suas amadas, mas um não sabe da presença do outro. O caos se estabelece quando jóias, malas e declarações de amor são enviadas às pessoas equivocadas. Os criados Arlequim e Colombina, os velhos Doutor e Pancrácio, o Capitão e os enamorados acabam envolvidos nesse jogo de erros provocado pelos gêmeos, criando situações hilárias e absurdas, típicas da commedia dell’arte.

Turnê RS

PELOTAS
Os dois gêmeos venezianos
Dia 08 de abril, às 20h
Theatro Guarany – R. Lôbo da Costa, 849 – Centro, Pelotas – RS, 96010-150 / (53) 3225-7636
Ingressos: R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 meia / à venda na bilheteria do teatro

Oficina de commedia dell’arte:
Dia 08 de abril, das 14h às 18h
Vagas: 30
Idade mínima: 12 anos
Theatro Guarany

JAGUARÃO
Os dois gêmeos venezianos
Dia 09 de abril, às 20h
Theatro Esperança- Av 27 de Janeiro, 533 – Jaguarão – RS, 963000-000 / (53) 984029537

Oficina de commedia dell’arte:
Dia 09 de abril, das 14h às 18h
Vagas: 30
Idade mínima: 12 anos
Theatro Esperança

SANTA MARIA
Os dois gêmeos venezianos
Dia 10 de abril, às 20h
Theatro Treze de Maio – Praça Saldanha Marinho, s/n – Bom Fim, Santa Maria – RS, 97010-540 (55) 3028-0909
Ingressos: R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 meia / à venda na bilheteria do teatro

Oficina de commedia dell’arte:
Dia 10 de abril, das 14h às 18h
Vagas: 30
Idade mínima: 12 anos
EMEI Castro Alves

PORTO ALEGRE
Os dois gêmeos venezianos
Dia 24 de abril, às 20h
Theatro São Pedro – Praça Marechal Deodoro, s/n. Centro Histórico
Valores: R$ 30,00 inteira – R$ 15,00 meia

Oficina de commedia dell’arte:
Dia 24 de abril, das 14h às 18h
Vagas: 30
Idade mínima: 12 anos
Sesc Centro – Av. Alberto Bins, 665

Conteúdo da oficina (semelhante nas quatro cidades)
Noções básicas teóricas e práticas sobre as personagens principais da commedia dell’arte e suas máscaras. Improvisações e jogos lúdicos. Interessados contatar através de fone (51) 984179835 ou e- mail caravanadosvenezianos@gmail.com

CARAVANA DOS VENEZIANOS – Os dois gêmeos venezianos
Projeto cultural/Produção: TOP Agência Produtora
Apoio: SESC – Fecomércio/RS

*Reserva de ingressos sem custo (entrada franca) para projeto de acessibilidade cultural/ para todas as apresentações do projeto. Escolas, universidades, ONGs e/ou instituições interessadas em agendar grupos, podem contatar a produção pelo telefone (51) 984179835 ou e-mail caravanadosvenezianos@gmail.com

* Os ingressos gratuitos deverão ser retirados no dia da apresentação, conforme disponibilidade e/ou prévio agendamento, a partir das 19h.

***Haverá tradução em libras e debate com atores após o espetáculo.

*Este projeto está sendo realizado com recursos do Governo do Estado do Rio Grande do Sul por meio do Pró-Cultura RS FAC – Fundo de Apoio à Cultura.

Sobre a equipe:
Com mais de 20 espetáculos no currículo, com destaque para “A Vida Muda” e “Vermelhos – História e Paixão”, ambas dirigidas por Néstor Monasterio, Suzi Martinez graduou-se em artes cênicas na Escuela Superior de Arte Dramáctico de Málaga – Espanha. Como diretora recebeu três indicações ao prêmio Tibicuera de Teatro Infantil por “Pimenta do Reino em Pó”. Atualmente prepara com Tabajara Ruas a montagem de Romeu e Julieta: o amor em tempos de Guerra, o infantil “Aladim e a lâmpada maravilhosa” para o segundo semestre e estreará “O cancioneiro e a princesa chifruda”, de Guilherme Ferrêra em junho. Participa, ainda, como atriz da comédia “pq casamos?! e da websérie de mesmo nome com Rogério Beretta (Homens de Perto).

Juliana Barros atuou recentemente em ‘TOC – uma comédia obsessiva compulsiva’, no Porto Verão Alegre, com enorme sucesso de público. Outras produções de destaque estão em seu currículo, entre elas “PUTZ, a menina que buscava o sol” com direção de Ronald Radde em 1992, (Prêmio Tibicuera de Melhor Atriz) e em 1993; “O Menino Maluquinho”, uma direção de Irene Brietzke (Prêmio Tibicuera de Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Produção).

O ator e bailarino Henrique Gonçalves integrou inúmeros espetáculos, dentre eles “O Gato de Botas – Quem disse que só o cão é o melhor amigo do homem?” de 2013. E “A Ópera do Malandro” com direção de Ernani Poeta em 2011. Com a Cadica Cia de Dança representou o Brasil em diversos festivais na Coréia do Sul, Portugal e Espanha. É ator do premiado “Chapeuzinho vermelho”, direção de Camila Bauer e atualmente se prepara para a estreia do musical infantil “O cancioneiro e a princesa chifruda”.

Guilherme Ferrêra é ator bailarino e coreógrafo. No teatro, destaque para os espetáculos “Dois de Paus” com direção de Paulo Guerra em 2011, e “O Gato de Botas – Quem disse que só o cão é o melhor amigo do homem?”. Como coreógrafo integrou o casting da Casa das Sete Mulheres – minissérie da Rede Globo de 2003 com direção de Jayme Monjardin. É ator do premiado “Chapeuzinho vermelho”, direção de Camila Bauer, autor e compositor do musical infantil “O cancioneiro e a princesa chifruda”.

“Como Agarrar um marido antes dos 40” é um dos sucessos da carreira de Marlise Damin, atriz que também tem extenso currículo nas artes cênicas locais. Foi diretora do Teatro de Arena – Secretaria de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul (SEDAC) entre 2011 e 2014.

Luciano Pieper é ator e músico e integra a Cia Teatro Novo de Ronald Radde. “O corcunda de Notre Dame” com direção de Ronald Radde, e “Fassbinder – O pior Tirano é o amor”, direção de Clóvis Massa são destaques em sua carreira.

Ator, produtor e gestor cultural, Lutti Pereira transita nas mais diversas áreas das artes cênicas, seja como produtor do Poa em Cena, como diretor de sala de teatro, seja nos palcos como ator ou diretor. Recentemente dirigiu a peça TOC – uma comédia obsessiva compulsiva. No teatro infantil foi indicado inúmeras vezes para o prêmio Tibicuera , com “Pluft, o Fantasminha”, “Dom Quixote De La Mancha”, “Tudo Por Uma Princesa” e ganhou o prêmio de melhor ator pelo espetáculo “O crocodilo do Nilo”, direção de Camilo de Lélis. Foi indicado ao Prêmio Açorianos por “Machbeth, Reinado de Sangue” e recebeu o troféu po “A Bota e Sua Meia”, de Herbert Achtenrbusch, este último recebendo também premiação como Melhor ator no “Prêmio II Conesul de Teatro” (Pelotas/RS) e “Prêmio Isnard Azevedo” (Florianópolis/SC).

Ficha técnica
Texto: Carlo Goldoni / Tradução, adaptação edireção: Suzi Martinez /Elenco: Guilherme Ferrêra, Henrique Gonçalves, Juliana Barros, Luciano Pieper, Lutti Pereira, Marlise Damin e Suzi Martinez / Cena sonora e composição: Álvaro RosaCosta / Preparação musical: Simone Rasslan /Cenografia: Marco Fronckoviack / Iluminação: Maurício Moura e Anilton Souza / Figurinos: Suzi Martinez

Máscaras: Israel Rosa / Costureira: Maria da Graça Bolek / Preparação Commedia dell’arte: Fábio Cuelli / Careografia: Sayonara Sosa / Fotografia e vídeos: MainQuest / Design gráfico: Gianna Soccol / Diagramação: Renata de Freitas / Projeto cultural/Produção: TOP Agência Produtora / Apoio: SESC – Fecomércio/RS / Financiamento: Pró Cultura RS e Governo do Estado do RS  / Realização: Trupe Giramundo / duração do espetáculo: 1h /  classificação: 10 anos

Fonte: Bebê Baumgarten Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *