Exposição de Fotografia Analógica mostra outras faces de Pelotas

A Sala Inah D’Ávila Costa do Casarão 2 recebe a partir desta sexta-feria (06) o projeto Rumo – Exposição Itinerante de Fotografia Analógica.

Buscando a descentralização do olhar sobre Pelotas, a mostra ficará aberta a visitas no prédio da Secult até o dia 9 de outubro.

Com recurso de acessibilidade de audiodescrição, a exposição é composta por registros de três fotógrafas: Andressa Santos, Camila Albrecht e Gabriela Cunha. O projeto, que foi contemplado pelo edital de apoio a eventos da Prefeitura de Pelotas, conta ainda com a participação de Gustavo Cunha e Takeo Ito. Os dois são responsáveis pela criação de vídeos que serão exibidos na abertura da exposição, às 18h desta sexta, e posteriormente no instagram do projeto (@rumo.fotoanalog).

Foto: Gabriela Cunha – Projeto Rumo

Percorrendo bairros
As autoras contam que a ideia do projeto surgiu do encontro das especificidades de cada integrante do projeto: Camila e Takeo são das áreas do cinema e audiovisual, Gustavo da música, Andressa da museologia e Gabriela Cunha das artes visuais. Gabriela, inclusive, já desenvolve há algum tempo, fotografias analógicas registrando as cidades que visita. A partir disso “sugeriu a ideia de transitar pela própria cidade onde se habita e fotografá-la durante seus percursos”.

Deste modo, o projeto RUMO percorreu dezenas de bairros de Pelotas, incluindo as colônias. Além da exposição central, a mostra percorrerá outros espaços nos próximos meses e algumas fotografias ganharão as ruas em lambe-lambe. Para interagir com o público, o projeto convida a quem fotografar os bairros de Pelotas a utilizar em suas publicações e stories no Instagram a hashtag #rumofotoanalog ou marcar o user @rumo.fotoanalog.

O olhar analógico
Para Camila, a utilização do suporte analógico no projeto Rumo “se justifica por questões técnicas, estéticas e poéticas”. Praticante da fotografia analógica há mais de dois anos, ela ressalta que “a prática do analógico ensina muito sobre a gênese da fotografia e o ato de desenhar com a luz”.

Foto por Camila Albrecht – Bairro Balsa

“Esta é uma fotografia que me salta aos olhos por demonstrar um contraste aparente na cidade de Pelotas: De um lado, os casebres situados na margem do Canal São Gonçalo no Bairro da Balsa e ao fundo os prédios altos do condomínio de luxo Parque Una”

A expectativa e a singularidade do momento registrado são, para Andressa, características enfatizadas pelo analógico. “Diferente do que é agora, onde as coisas são muito mais rápidas, a fotografia analógica traz consigo uma expectativa a mais do registro”.

Foto por Andressa Santos – Bairro Areal

“A foto escolhida mostra uma atividade cotidiana que muitos bairros têm em comum: as crianças jogando bola no campinho. Essa fotografia foi tirada no Bairro Areal em uma tarde de sábado. Quando vi esses meninos jogando bola quis registrar esse momento, me apresentei, falei do projeto e eles logo aceitaram a foto sem se importar com a minha presença”

A relação com a fotografia analógica, para Gabriela, começou em 2016. Naquele ano ela comprou sua Canon AE1 Program, a única câmera que tem e utiliza até hoje. Como só fotografa com analógico ou com a câmera do celular, afirma que a fotografia analógica “começou a entrar na minha poética como artista visual pelas viagens que fiz e os lugares onde visitei sempre levando a minha câmera, e com 36 poses registrei os instantes que mais me marcaram em cada lugar que percorri”.

Foto por Gabriela Cunha – Bairro Santa Terezinha

“Gosto muito dessa fotografia porque antes dela existir ela já estava sendo. Vi essa cena de longe em uma praça do bairro Santa Terezinha… fui me aproximando e me posicionando para retratá-la junto com o senhor que se aproximava com sua bicicleta. O instante exato foi quando parei o movimento dele em meio às árvores sem que ele nem ao menos me visse”

RUMO – Exposição Itinerante de Fotografia Analógica
Quando: de 06 de setembro a 09 de outubro
Abertura: sexta-feira, dia 06 de setembro, às 18h
Local: Secult | Sala Inah D’Ávila Costa
(Praça Cel. Pedro Osório, 2 – Pelotas-RS)

Ficha Técnica:
Fotógrafas: Andressa Santos, Camila Albrecht e Gabriela Cunha.
Curadoria: Gabriela Cunha.
Vídeo: Takeo Ito.
Áudio: Gustavo Cunha.
Design: Guile Farias – PURO.
Roteiro de audiodescrição: Ellen Souza.
Consultoria de audiodescrição: Leandro Pereira.
Gravação de audiodescrição: Gustavo Cunha.
Narração de audiodescrição: Gabriela Cunha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *