Festival de Cinema de Gramado: Zoravia

O documentário de longa metragem Zoravia (2018), de Henrique de Freitas Lima, dedicado à artista visual Zoravia Bettiol, foi apresentado hoje na Sessão Especial do 47º Festival de Cinema de Gramado.

O filme integra a Série Grandes Mestres, que iniciou com a exibição em 2012 de Danubio, que teve o pintor e gravador Danubio Gonçalves (1925) como homenageado.

Foto: Nauro Júnior – Satolep Press

Zoravia foi filmado em Porto Alegre e São Paulo , cidades em que a artista desenvolveu suas atividades ao longo de uma vida dedicada às artes visuais e militância por causas relacionadas à cultura, meio ambiente e direitos humanos.

PELOTAS – Nos dias 29 e 30 de outubro o documentário será exibido em Pelotas. No primeiro dia de apresentação o filme tem como foco a comunidade acadêmica. Das 19h às 21h, exibição no Cine UFPel, com a presença do diretor Henrique Freitas de Lima debatendo os rumos do audiovisual brasileiro. No dia 30, às 20h30, a sessão de Zorávia será no CineArt.

Fonte:
Satolep Prees

Uma resposta para “Festival de Cinema de Gramado: Zoravia”

  1. Parabéns pela brilhante iniciativa de documentar a contribuição de artistas
    plásticos do Rio Grande do Sul, garantindo que suas memórias
    permaneçam sendo admiradas e valori- zadas ao longo da nossa história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *