Inventários do olhar – Exposição pós Maratona Fotográfica de Pelotas

Exposição promovida pela Maratona fotográfica de Pelotas apresenta um inventário de olhares sobre a cidade.

Entre os dias 10 de maio e 09 de junho de 2019 estarão expostas na Sala Frederico Trebbi, Paço municipal, da cidade de Pelotas, as fotografias premiadas durante o evento cultural Maratona Fotográfica de Pelotas: Inventários do olhar”, financiado pelo edital Procultura do município.

No total de 42 imagens, os visitantes poderão conhecer os seis conjuntos premiados sob a temática geral “Outros patrimônios” que buscou estimular narrativas plurais e inclusivas sobre a cidade e seus habitantes, para além dos bens oficialmente reconhecidos como patrimônio.

Dentre as temáticas “rumores e sabores”, “retratos”, passagem/fluxo”,
“bricolagem/fabricação do real”, “contrastes e diversidade” e “notívaga” destaca-se o a interpretação dada ao subtema: “contrastes e diversidade” que, quase de modo unânime, trouxe à cena a questão do nomadismo urbano, chamando atenção para a vulnerabilidade social das pessoas em situação de rua.

Além dos conjuntos selecionados nas duas categorias (amador e profissional) foram premiadas outras seis imagens, escolhidas de um conjunto de 18 imagens previamente aprovadas pelo júri técnico, que foram selecionadas para exposição a partir da votação popular na página do evento no facebook.

Além da exposição física na Sala Frederico Trebbi, com duração de um mês, as fotografias premiadas farão parte de uma exposição permanente no site do evento a partir do dia 10 de maio de 2019.

O projeto
Aprovado pelo edital Procultura Pelotas 2017 foi proposto por uma artista visual e um historiador, ambos do campo do patrimônio cultural e, com isso, estabelece um diálogo entre as áreas do patrimônio cultural e das poéticas visuais. O evento, ocorrido durante todo o sábado de 06 de abril de 2019, oportunizou momentos de encontro para profissionais e amadores que fazem da fotografia um meio de trabalho, de arte ou uma paixão.

As fotos que resultaram da maratona, ocorrida num dia nublado, marcado pela presença de pancadas de chuva, definem uma paisagem característica da cidade em boa parte do ano.

Idealizadores
Daniele Borges é artista visual e fotógrafa, doutora em memória social e patrimônio cultural; Darlan de Mamann Marchi é historiador, doutor em memória social e patrimônio cultural.

Redes sociais
https://maratonafotografic.wixsite.com/pelotas
www.instagram.com/maratonafotograficapelotas

Utilize as hasthags: #maratonafotograficapelotas #PhotoPelotas, #satolepmaratonafotografia, #inventariosdoolhar, #maratonafotograficaPel2019, #satolephoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *