Pampa Stock na fronteira: metal de peso com a banda It’s All Red, de Porto Alegre

No próximo sábado (19), a banda It’s All Red dá uma pausa nas gravações do novo single para uma apresentação no 8º Festival Pampa Stock 2018 na cidade de São Borja.

Os shows com grupos brasileiros e argentinos acontecem a partir das 22h, no Clube Recreativo Samborjense. E os ingressos podem ser retirados durante esta semana no hall da Unipampa, nos três turnos, através da doação de dois quilos de alimentos + um produto de limpeza.

Foto: Day Montenegro
Foto: Day Montenegro

Formado em Porto Alegre no ano de 2006, o grupo de Thrash Metal Melódico já lançou três álbuns de estúdio: “Vicious Words From The Heart” de 2007, “The Natural Process Of…” de 2010 e “Lead By The Blind” de 2015, além do EP “Citysick” de 2012. Atualmente, a banda encontra-se em fase de gravação do seu mais novo EP – pela Roman Roads Artists Enabler. Os membros atuais são Rafael Siqueira e Juliano Ângelo nas guitarras, Renato Siqueira na bateria e Tom Zynski nos vocais. Para o evento em São Borja, a banda recrutou o baixista Gustavo Razia, um dos mais talentosos músicos da nova geração do Heavy Metal nacional, membro das bandas WEAKLESS MACHINE e Cloud9.

bandas pampastock8º Festival Pampa Stock
Dias: 18 e 19 de maio de 2018
Local: Clube Recreativo Samborjense – Rua General Marques, 205 – São Borja RS
Horário: a partir das 22h
Entrada: 02kg de alimentos + 01 produto de limpeza – Troca dos ingressos no hall da Unipampa.

Programação:

 Sexta
✔ Andar aéreo
✔ Avalanche
✔ Rota Alternativa
✔ Raztilho
✔ Neander & tal

Sábado
✔ Moonmath
✔ Carpinchos
✔ Farol de Fusca
✔ El Andén
It’s All Red
✔ Nota suicida
✔ Vasstago

Sobre o IT’S ALL RED
Em seu histórico de trabalhos, em 2007 o álbum “Vicious Words From The Heart“, teve sua tiragem de 4 mil cópias esgotadas em menos de 8 meses – com resenhas positivas nos maiores veículos de comunicação especializada do Brasil e do exterior. Já o segundo álbum da banda, “The Natural Process Of…”, foi masterizado nos Estados Unidos (EUA) pelo renomado engenheiro de som Alan Douches, no estúdio West West Side Music, e lançado em 2010, quando ultrapassou a marca de 110.000 downloads em mais de 40 países em menos de um ano. O que acabou gerando matérias inclusive em veículos de comunicação não especializados, como no caderno de cultura de um dos principais jornais do Rio Grande do Sul, fazendo a banda alcançar shows cada vez maiores.

No segundo semestre de 2014, como resultado da ampla recepção do disco, a banda relança o álbum “The Natural Process Of…” em formato digipack pela gravadora inglesa Secret Service Records, incluindo “Only”, cover da banda Anthrax, como bônus track do álbum. O que ajudou o grupo a fidelizar ainda mais seu público além das fronteiras.

Foi então o ano de 2015 que marcou uma nova fase para o grupo gaúcho que lançou seu terceiro disco[1], “Lead By The Blind”, de forma independente. Além dos shows que trouxeram projeção ao trabalho, o It’s All Red lançou também videoclipes das faixas “Integrate Forever” e “Propagates The Rage”. O álbum novamente foi extremamente bem recebido tanto pelos fãs, quanto pela crítica especializada.

O reconhecimento continuou entre o final de 2015 e o início de 2016, com a banda presente em diversas citações como um dos melhores discos do ano, entrando nas listas de melhores bandas, discos e músicos na opinião sites nacionais e internacionais, incluindo as votações do público em sites como HeavynRoll, Whiplash e o no internacional Headbangers Latinoamerica. E logo nos primeiros meses de 2016, ocorreu o anúncio do opening act para o lendário Megadeth – show que aconteceu no mês de agosto no Pepsi on Stage, em Porto Alegre.

Em março de 2018, It’s All Red retornou aos palcos fazendo seu primeiro show do ano como representante das bandas autorais na edição de março da Rock N’ Bira Open Bar – consagrada festa que reúne músicos da região sul e fãs de rock/metal. Atualmente, após a saída amigável do baixista Juliano Medina, o grupo está em fase de gravação do novo trabalho e se prepara para presentear o público mais fiel com uma série de apresentações pelo estado, incluindo eventos culturais em sua mais nova sede construída em 2017, o Complexo Artístico Cultural RR44, na capital dos gaúchos.

Contato: itsallred@gmail.com

Sites relacionados:
www.facebook.com/itsallred
www.youtube.com/itsallredmusic

Fonte: Daiane Costa

Nova safra de compositores gaúchos em destaque

Foto: James SantosOs músicos e compositores João Ortácio, Pedro Borghetti, João Salazar e Poty estarão em Pelotas nesta quinta-feira (17/05), apresentando seus trabalhos no A Vapor Estúdio.
Com carreiras distintas, os quatro se unem para uma série de shows pelo estado, visando conectar novos públicos.
Vocalista e guitarrista da banda Renascentes, João Ortácio, que trabalha em seu primeiro trabalho solo, explica que a proposta de reunir quatro músicos apresentando suas composições em um único show foi uma maneira encontrada para viabilizar a circulação e chamar atenção para seus trabalhos individuais. “A ideia do show é apresentar as composições que nós temos sozinhos ou em parceria, fazendo arranjos inéditos, sem deixar de destacar o protagonismo do compositor”, resume.
Foto: Nícolas AlexandriniO show ocorre de modo acústico, com violões, baixo e elementos percussivos. Esse formato serve como um apoio já que “o foco é a composição e as vozes”, confirma Ortácio. A primeira apresentação no quarteto ocorreu na última semana no Bar Ocidente em Porto Alegre. Nesta quarta, a parada foi na praia do Cassino, no Camarim Arte&Cultura. Depois do show em Pelotas, Ortácio, Borghetti, Salazar e Poty têm compromisso na sexta (18) no Coach Pub Bar, em São Lourenço do Sul, e no domingo (20), no Café Fon Fon, novamente na capital gaúcha.
O evento no pátio do A Vapor Estúdio começa às 18h. Esta será a primeira edição do ‘Ao Vivo A Vapor’ com músicos que não fazem parte do cast do selo Escápula Records. Incentivando e dando espaço para a música autoral, o projeto que começou em janeiro deste ano, já recebeu Juliano Guerra, Musa Hibrida, Massimiliano e Kiai. Ainda em maio, o estúdio receberá o show do cantor Thiago Ramil, no dia 26.

Sobre compositores

João Ortácio – Cantor e compositor natural de Rosário do Sul/RS. Lançou com sua banda ‘Renascentes’ um disco em 2014. Lançará em 2018 um EP, seu primeiro trabalho solo. Ouça: https://goo.gl/mMW8ag

Pedro Borghetti – Natural de Porto Alegre. Instrumentista, cantor e compositor. Em fase de pré-produção de seu primeiro trabalho solo. Ouça: https://youtu.be/jvMKfN9htGw

João Salazar – Cantor, compositor e artista visual natural de Porto Alegre. Lançou em 2017 o EP ‘Entrópico’. Em 2018 lançará seu novo disco.  Ouça: https://youtu.be/vdyxtNZgmcM

Poty – Cantor e compositor natural de Jaguarão/RS. Lançou em 2016 o EP ‘Casa’. Em maio desse ano estará lançando seu novo disco. Ouça: https://goo.gl/84JCq5

Show Ortácio, Borghetti, Salazar & Poty 
Quando: 17/05, quinta-feira, 18h 
Onde: A Vapor Estúdio (Avenida Juscelino Kubitschek, 1368)
Quanto: R$ 20 (na hora, em dinheiro e cartões de débito e crédito)
a vapor

Liniker & Os Caramelows + Dj Helô em Pelotas

Liniker pela primeira vez em Pelotas, dia 17 de junho de 2018, domingo, o Espaço Cultural M-qd recebe o show de um dos maiores nomes da nova geração da música brasileira.

30171661_961819157311892_8537086328264838993_oCom dois anos de estrada, com turnês que atravessaram o Brasil, cruzaram o oceano e chegaram até o velho continente, Liniker se destaca por uma voz maravilhosa, por letras que dissertam sobre as delícias e dores da existência, juntamente a uma presença de palco marcante.

Liniker & Os Caramelows chegam a Pelotas no dia 17/06 e juntamente com a Dj Helô, prometem fazer uma noite histórica no M-qd.

Liniker & Os Caramelows + Dj Helô em Pelotas
Onde? M-qd (Benjamim Constant, 986)
Quando? 17 de junho de 2018 (domingo)
Horário? 21h

Ingressos:
Lote promocional APENAS na Studio Cds (R. Gen. Neto, 1006 – Loja 2 – Centro, Pelotas)

Lote Promocional (limitados):
meia entrada: R$30,00
solidário: R$40,00
inteira: R$60,00

Lote 2
meia entrada: 45,00
solidário: R$55,00
inteira: R$90,00

Lote 3:
meia entrada: R$50,00
solidário: R$60,00
inteira: R$100,00

Descontos:
SOLIDÁRIO: valor reduzido válido para todos mediante doação de 1kg de alimento não perecível na entrada do show.
MEIA ENTRADA: benefício de 50% de desconto concedido à estudantes, idosos, jovens de baixa renda, pessoas com deficiência e doadores de sangue, mediante comprovação do órgão competente, como rege a Leia da Meia Entrada.

Pontos de Venda: Studio CDs, Mqd, Madre Mia.
Ingressos online: sympla.com.br (apenas valores de terceiro lote).

Mateus Porto lança “Canto” com show em São Paulo

Chega nessa sexta-feira, dia 11/05, a todas as plataformas de streaming, mais um lançamento do selo Escápula Records: “Canto”, o primeiro álbum do pelotense Mateus Porto, compositor, violonista e guitarrista.

“Canto” tem show de lançamento marcado para 18/05, sexta, às 21h, no teatro do Instituto Brincante em São Paulo.

unnamed (4)Carregado de referências de ritmos latino-americanos, especialmente da região do Prata (Uruguai, sul do Brasil e norte da Argentina), o repertório do disco é formado por 8 faixas, sendo 7 canções autorais, frutos de parcerias de Mateus com outros artistas (Juliano Guerra, Thamires Tannous, Pedro Dona, Carolina Borges e Victoria Saavedra), e uma releitura instrumental de “Gracias a la vida”, de Violeta Parra. O trabalho conta com a produção musical de Michi Ruzitschka.

O disco, que sairá também em formato físico, tem projeto gráfico de Carolina Moraes Marchese e foi viabilizado por uma campanha de financiamento coletivo.

Mateus Porto – “Canto” em São Paulo 
Onde? Brincante Musical
Quando? 18/5/2018 – sexta-feira
Horário: 19h
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia).
Acesso para deficientes. Ar condicionado. Lotação: 90 lugares.
Telefone para informações: (11) 99934 5108 / (11) 3816-0575
Para adquirir ingressos, clique aqui.

Com um quarteto formado por Neymar Dias (contrabaixo), Tatiana Parra (voz) e Thamires Tannous (voz), Mateus Porto lança no Teatro Brincante seu primeiro disco, “Canto”. O álbum é composto por oito faixas, sendo sete canções autorais, frutos de parcerias com outros artistas. O repertório, que dialoga com os ritmos latino-americanos, mais especificamente da região do Prata, chega ao palco com o quarteto base que deu vida ao disco.

Mateus Porto é compositor, violonista e guitarrista. Atualmente se dedica ao projeto “Fronteiras” e ao lançamento de seu primeiro disco pelo selo Escápula Records.

Neymar Dias é músico autodidata, desde criança aprendeu a tocar vários instrumentos de cordas, como viola caipira, guitarra, violão, baixo elétrico, guitarra havaiana e bandolim. Tem 5 CDs em sua discografia e, com Toninho Ferragutti, foi indicado ao Grammy Latino 2014 pelo disco Festa na Roça. Atua como compositor, arranjador e músico de estúdio, ao lado de importantes nomes do cenário musical brasileiro, como Mônica Salmaso, Ivan Lins e André Mehmari.

Tatiana Parra atua desde os 5 anos, a intérprete e compositora paulistana é conhecida e admirada no meio musical por participações em shows e discos dos mais variados nomes: de Ivan Lins a Omara Portuondo, de Rita Lee a Chico Pinheiro, passando por Toquinho, Sandy & Júnior, André Mehmari, Dante Ozzetti e dezenas de outros. Em 2003, passou a integrar o grupo do violonista e compositor Chico Pinheiro, com quem realizou turnês anuais, participando ainda do segundo disco do artista, “Tocador de violão”. Sua voz pode ser ouvida ainda em CDs de Theo de Barros, Flávio Henrique, Fábio Torres, Zeli e Carlos Careqa além dos projetos fonográficos “Sobras Repletas”, em homenagem a Maurício Tapajós, e “Manuscrito Sonoro”, de Hermínio Bello de Carvalho.

Thamires Tannous, cantora e compositora sul-mato-grossense, reside em São Paulo há 14 anos. Dona de uma voz suave e profunda, seu estilo mistura a influência musical de sua cidade natal, Campo Grande, com a música contemporânea brasileira. Gravou ao lado de importantes músicos como Almir Sater, Toninho Ferragutti, Ricardo Herz, Ivan Vilela e Neymar Dias.

Mostra de Curtas da UFPel abre espaço para produção de alunos

O Cine UFPel recebe nesta semana mais uma edição da Mostra de Curtas produzidos por alunos da Instituição. Os trabalhos serão exibidos em dois dias de sessões, nesta quinta (10) e sexta (11).

ela dançaO projeto é uma realização dos cursos de Cinema de Animação e Cinema e Audiovisual da UFPel, sob coordenação dos professores Lanza Xavier e Guilherme da Rosa. No total, 21 curtas produzidos no segundo semestre de 2017 participam da Mostra.

Nos dois dias, as sessões começam às 19h, no Cine UFPel (Rua Lobo da Costa, 447), com entrada franca. Após as sessões, haverá debate com os participantes.

Confira programação:

QUINTA – 10/05
– Lusco Fusco, dir. Caroline da Rosa
– Ela dançava, dir. Emmanuelle Schiavon
– Miguel Lima – Preciso de você, dir. Hércio Medeiros
– A inveja de Cléber, dir. Jefferson Nascimento
– Sono, dir. Felippe Sponton
– Asas de um anjo soltas pelo chão, dir. Pedro Tavares
– Acromático, dir. José Pedro Mello
– The king’s sword, dir. Isadora Coelho
– Midwest – Atemporal, dir. Felippe Sponton
– Andrômeda, dir. Emmanuelle Schiavon
– Um dia fora de tempo, dir. Valquíria Langone

SEXTA – 11/05
– Tempos de ditadura, dir. Vitor B. S.
– Minha barriga em três atos, dir. Amanda Trindade
– Pérola Negra – Guento, dir. Cassiano Rocha e Nicollas Silveira
– Insônia, dir. Ana Paula Ambrosano
– La vita segreta degli alberi, dir. Rowan Romeiro
– Fantástico imaginário, dir. Daniela Azeredo
– Marinas Found – VTF, dir. Vicente de Brito
– Cultkiller, dir. Dalton Lourence
– Jo-Ken-Po, dir. Rafael Damé
– O homem atrás da janela, dir. Naum Gomes

Mostra de Curtas UFPel
Quando: 10 e 11 de maio de 2018
Onde: Cine UFPel, Rua Lobo da Costa, 447
Evento: https://www.facebook.com/events/915432691970376/

Mato Cerrado estreia nova formação no Sofá na Rua em Pelotas

A edição de número 53 do Sofá na Rua, que será realizada neste domingo de Dia das Mães (13/05), será a primeira oportunidade de conferir a nova formação da banda Mato Cerrado em ação.

O evento terá ainda como destaques as apresentações do grupo de choro Sovaco de Cobra e do Slam Resistência, performance que inclui cantos e poesias, trazendo pautas de cunho social e racial.

O já tradicional evento pelotense começa às 15h, na rua José Do Patrocínio, entre Benjamin e Conde de Porto Alegre. O espaço contará com bancas de economia criativa, FoodTrucks, espaço para crianças e para prática de basquete de rua e, claro, o sofá.

Foto: Eduardo machadoMato Cerrado em nova etapa
Formada em Pelotas em 2010, a Mato Cerrado se estabilizou como um trio, com Yuri Marimon (Guitarra e Voz), Wysrah Moraes (Baixo e Voz) e Felipe Nobre (Bateria). Em janeiro deste ano, a banda fez o último show com a participação de Nobre, no Festival Revirada, em Santa Catarina. Por motivos profissionais, o baterista mudou-se para fora do estado, impossibilitando a permanência na banda.

Desde março, a Mato Cerrado vem ensaiando com o novo baterista: Stefano Rosa, também integrante do duo Célula Soul entre outros projetos. Yuri Marimon afirma que os ensaios com a nova formação estão sendo produtivos e intensos. “Nos fez revisitar as nossas músicas com novo tempero e possibilidades”, conclui.

A apresentação deste domingo terá o repertório baseado no álbum de estreia da banda, lançado em maio do ano passado (ouça aqui). Cópias físicas do CD estarão a venda no evento. O show também contará com novidades: “terá a estreia de uma música inédita e também a presença de outras músicas que estamos trabalhando para gravar este ano”, afirma Marimon.

Resistência em poesia
A data deste Sofá na rua possui um significado simbólico para o movimento negro. A Lei Áurea, que aboliu oficialmente a escravidão no Brasil, foi assinada em 13 de maio de 1888. Desde o início dos anos 80, a data é considerada pelo movimento negro como um dia nacional de luta contra o racismo.

O Sofá na Rua receberá na edição deste domingo o Slam Resistência, grupo representado por quatro poetas da Stay Black que atuam no movimento em Pelotas. Através de uma performance incluindo cantos e poesias, os integrantes buscam levar pautas de cunho social e racial com projeções e interações com o público.

Sofá na Rua #53
Quando: 13/04, domingo, 15h
Onde: José Do Patrocínio, 8, em frente ao Galpão
Evento: https://www.facebook.com/events/184576292189147/

Marcos Piangers lança O Poder do eu te amo, pela editora Belas Letras

Livro estimula leitores a não terem medo de dizer “eu te amo” e celebrar laços de afeto e amor. O título já está em pré-venda e chega às principais livrarias do país em maio.

Foto: Claudio Fonseca
Foto: Claudio Fonseca

O vídeo de Marcos Piangers, que emocionou mais de 50 milhões de pessoas na internet (https://bit.ly/2CzzOmZ),agora ganha as páginas de um livro, em uma edição capa dura, publicada pela Editora Belas Letras, que chega àsprincipais livrarias do país em maio. “O poder do eu te amo”convida os leitores a não terem medo de dizer essas três palavras, porque o “eu te amo” tem poder. O “eu te amo” constrange; o “eu te amo” muda vidas. Para o autor, é uma frase revolucionária equando essas palavras se materializam, elas quebram barreiras invisíveis. Verbalizadas, se transformam em verdade e libertação. E nunca é tarde para começar a praticar.

Com texto simples, a edição brinca com as palavras, que dançam nas páginas do livro, com fontes desenhadas e arte criada pelo designer Fabio Haag. A obra traz episódios emocionantes envolvendo sua esposa – Ana Cardoso(autora de A Mamãe e Rock e A Mamãe é Punk, também lançados pela Belas Letras) e suas filhasAnita e Aurora Piangers, que fazem refletir sobre a importância de dizer “eu te amo” para as pessoas e o quanto essa frase pode influenciar relacionamentos e mudar vidas. Uma sugestão de presente para mães, pais e amores, como forma de celebrar laços de afeto e amor.

“Depois que escrevi sobre o poder do eu te amo, recebi inúmeros depoimentos. Filhos que passaram a valorizar mais os pais. Pais que passaram a estar mais próximos dos filhos. Casais que estavam distantes e, ao dizerem essas três palavras mágicas, redescobriram a paixão que um dia tinham. São palavras encantadas, que vencem a força da distância. Que recuperam o tempo perdido”, conta Piangers.

O livro pode ser adquirido antecipadamente na pré-venda, com frete grátis até o dia 15/05 pelo site: www.opoderdoeuteamo.com.

Marcos Piangersé autor de O Papai é Pop (publicado pela Belas Letras, em 2015), livro que virou best seller, com mais de 200 mil livros vendidos no Brasil, Portugal, Espanha, Inglaterra e Estados Unidos. A obra fala sobre a paternidade, com histórias emocionantes e engraçadas sobre a maravilha que é ser um pai presente. Também lançou O Papai é Pop 2, em 2016, e dois volumes em quadrinhos em 2017.

Referência para milhões de pessoas no país, Piangers possui mais de 3 milhões de fãs no Facebook e meio milhão de seguidores no Instragram. Já deu centenas de palestras sobre as mudanças tecnológicas e as relações familiares, sendo 3 delas no TEDX. Trabalha com comunicação e plataformas digitais desde 2001. Nascido em Florianópolis, em 2006 se mudou para Porto Alegre, para participar do programa Pretinho Básico, um fenômeno de audiência. Em 2017, foi morar em Curitiba com a família. www.piangers.com.br

9788581744308 ALTAO poder do eu te amo
Marcos Piangers
Arte: Fabio Haag
ISBN: 9788581744308
Número de páginas: 84
Formato: 18x20cm
Editora: Belas Letras
Preço de capa: R$ 39,90
Peso (em Kg): 0,500kg

Fonte: Raphaela Donaduce Flores – Dona Flor Comunicação

Daniel Drexler lança disco UNO no Theatro São Pedro

Porto Alegre é a primeira cidade do Brasil a receber o show de lançamento do novo disco de um dos artistas ibero-americanos com maior reconhecimento entre os brasileiros. Espetáculo será no dia 1º de junho, às 21h, no Theatro São Pedro.

Foto: Santiago Epstein
Foto: Santiago Epstein

O cantor uruguaio Daniel Drexlerestá lançando o sétimo disco de sua carreira. Com a percussão como eixo central da obra, em “UNO” Daniel Drexler mergulha no universo percussivo das cidades de Montevideo, Rio de Janeiro e Buenos Aires e inicia uma nova fase em seu trabalho artístico, com maior sonoridade pop.

A primeira apresentação de lançamento do novo disco no Brasil será em Porto Alegre, em show no Theatro São Pedro,no dia 1º de junho, às 21h. Os ingressos variam de R$ 50 a R$ 120e estão à venda na bilheteria e site do Theatro São Pedro.

Por trás do disco “UNO”, que apresenta a ideia de unicidade, está a possibilidade de unir diferentes pessoas e elementos para a criação de algo novo. No show, artista e público se “unem” para criar um momento especial de poesia. A cenografia e iluminação do show produzem um universo poético em meio ao caos do dia-a-dia. No palco, Daniel Drexlerestará acompanhado de Fede Wolf, na percussão, violão e backvocal; Analia Parada(backvocal) e Camila Ferari(backvocal).

A turnê UNO estreou em Montevideo no Teatro Solís e, desde então, percorreu o interior do Uruguai e na Argentina com lançamento em Buenos Aires, na principal sala da Usina del Arte. Depois de Porto Alegre, Drexler e sua banda regressam para Uruguai, com apresentações por todo o pais vizinho e Argentina.

Foto: Jetmir Idrizi
Foto: Jetmir Idrizi

SOBRE O DISCO UNO
“UNO”, sétimo disco da carreira, traz 12 faixas inéditas, incluindo os três primeiros singles: “Febril Remanso”, “Al Menos un Segundo”, que tem a participação de Marcelo Jeneci, e “Los Peones de la Guerra”. UNO foi lançado em novembro de 2017, com distribuição física no Brasil, Argentina e Uruguai, além da distribuição digital em todas plataformas de streaming.

Com produção de Alexandre Kassin, o trabalho foi gravado no Rio de Janeiro, Montevideo e Buenos Aires. Em comparação aos discos anteriores de Drexler, onde a ciência e a filosofia tinham forte presença, em “UNO” aparece o olhar sensível de um artista que busca viver sua vida em uma dimensão poética. As músicas possuem forte marca do pulso rítmico de Montevideo, mas é também um ponto de encontro entre a música de raiz afro do Rio da Prata com o universo percussivo e harmônico carioca.

“As músicas de “UNO” tem uma forte influência do pulso rítmico da minha cidade, Montevidéu. Principalmente a da música de raiz afro-uruguaia, do candombe. Mas, de alguma maneira, as músicas começaram a pedir um tratamento ligado a certa exuberância rítmica e harmônica”, explica Daniel. “Pouco a pouco fui em direção ao norte, a uma cidade que sempre esteve presente em meu universo musical, o Rio de Janeiro. No final o disco termina sendo um ponto de encontro entre a música de raiz afro do Rio da Prata e o universo percussivo e harmônico carioca. Gostei da ideia de percorrer uma ponte imaginária entre Buenos Aires, Montevideo e Rio de Janeiro”, completa.

O trabalho conta com participações de artistas dos três países, destacando Marcos Suzano, Davi Moraes, Domenico Lancelloti, Johnny Neves e Martin Ibarpuru, entre outros.

UNO Spotify: http://bit.ly/DanielDrexlerUNO

EPK Daniel Drexler UNO: https://drive.google.com/file/d/0B1rxlW1sJg4zdHM3cHFsaUNWZ00/view?usp=sharing

DANIEL DREXLER lançamento UNO
1º de junho (sexta-feira),21h – Teatro São Pedro

Plateia: R$ 120,00
Camarote Central: R$ 90,00
Camarote Lateral: R$ 80,00
Galerias: R$ 50,00

Descontos:
50% para estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência (40% da lotação)
50% para idosos
50% para associados do Clube do Assinante ZH nos 100 primeiros ingressos e 10% nos demais (titular e acompanhante)
50% para associados da AATSP (ingressos limitados)

Ingressos: Bilheteria e site do Teatro
https://vendas.teatrosaopedro.com.br/daniel-drexler-01

Ficha Técnica Show:
Daniel Drexler: voz e guitarras
Fede Wolf: percussão, bateria e violão
Analia Parada: backvocal
Camila Ferrari: backvocal

Técnico de Som: Clauber Scholles
Técnico de Luz: Ronaldo Treme
Produtora: MS2 Produtora
Assessoria de Imprensa: Dona Flor Comunicação

Apoio: Clube do Assinante, Fm Cultura, TVE e Agadu

Fonte: Raphaela Donaduce Flores – Dona Flor Comunicação

 

Regional Avendano Junior na inauguração do Alegoria Casa Bar

Inaugura em Pelotas, nesta sexta-feira, 04 de maio de 2018, a mais nova casa de arte e entretenimento da cidade, o Alegoria Casa Bar recebe o show do Regional Avendano Junior.

Foto: Luis Fabiano - ofiodanavalha.com
Foto: Luis Fabiano – ofiodanavalha.com

O Alegoria se pretende a ser um lugar de resistência e acolhimento para a produção artística da cidade, com foco na cultura autoral e na pujante cena artística da cidade.

As portas do Alegoria Casa Bar são portas abertas ao sul do sur, espaço onde se encontram a cultura brasileira e a uruguaia. É um lugar que possui um pouco de bar e de livraria e um pouco de casa também. Adentrar no Alegoria requer uma disposição para o simples e para o inusitado. A dica primeira do cardápio é de logo após escolher a bebida erguer o copo e fazer um convite de celebração da vida, tanto com os mais próximos, como com os que estão na mesa ao lado, ou em outras direções. E é nesse movimento, de encontros e cumplicidades, que o bar se faz casa e a casa se faz bar quer seja pela intimidade, quer seja pela ampliação. O bar do Alegoria possui o melhor das cervejas e vinhos uruguaios, sem esquecer do whisky, da picada, do chivito, do choripan, das milanesas, das pizzas, dos churros com doce de leite e de outras especialidades da casa.

A proposta da livraria no Alegoria é a de ser um lugar muito simples, mas de muitas ideias, conversas e discussão. Os livros são de edições em português e em espanhol e de temáticas variadas das artes, música, literatura, gastronomia e cultura brasileira e uruguaia.

O palco do Alegoria é um Palco Vitrine. Um pequeno espaço de grandes dimensões onde músicos, atores, dançarinos, poetas, escritores, entre outros, mostram seus trabalhos através de uma agenda rica, plural e diversamente elaborada.
Nas noites frias de invernos, mas também nas noites quentes de verão, o chão do Alegoria se transforma em uma pista, ou uma quase calçada, onde as pessoas dançam ao som da música brasileira e uruguaia.

O Alegoria Casa Bar é, assim, um sonho de muitas mentes e corações. O Alegoria Casa Bar é um novo conceito, é um bar, é uma casa. No Alegoria tem comida, tem bebida, tem leitura, tem diversão e tem arte. É um bar, é uma casa, é um lugar que alimenta o corpo, a alma, alimenta o meu, o teu, e o nosso coração. E para completar, tudo isso ao som do candombe, do samba, do chorinho, da milonga e de tantas outras intensas e musicais singularidades e brasilguaias fusões.

Inauguração do Alegoria Casa Bar em Pelotas
show? Regional Avendando Junior
Quando? 04/05/2018
Onde? Alegoria Casa Bar (Antônio dos Anjos, 1040 – Pelotas RS)
horário? 18h

Confira os shows deste final de semana:
31356909_438887609897838_1748342007327283162_n31768664_441262986326967_4033809163866865664_o31793531_441732166280049_4200070478926184448_n

Fonte: Alex Vaz

Doidivanas comemora 20 anos do Liber Pampa com videoclipe

Gravado durante turnê do quinto disco do grupo, “Próximos Distantes” (2017), o videoclipe de “Sangria” faz parte das comemorações de duas décadas de lançamento do álbum “Liber Pampa”, de 1998.

Foto: Luigi Sodré
Foto: Luigi Sodré

O audiovisual conta com a participação especial do cantor e compositor Zelito Ramos. O videoclipe está disponível a partir de 03/05, no canal DoidivanasRock, no Youtube.

“Sangria” é uma das 18 canções originalmente lançadas no álbum “Liber Pampa”, em 1998, autoria do saudoso compositor Basílio Conceição, natural de Arroio de Grande (RS), que teve uma releitura roqueira da Doidivanas. O videoclipe traz cenas de ensaios e do show do grupo gaúcho no projeto CRIA: Mostra de Música Autoral, no Museu Antropológico, em Santo Antônio da Patrulha (RS). A direção e edição são do publicitário Daniel “Cuca” Moreira, também integrante da Doidivanas.

DOIDIVANAS – Lançamento do videoclipe “Sangria”
Direção: Daniel “Cuca” Moreira

Site da banda: www.doidivanas.com.br
Doidivanas no Facebook: https://www.facebook.com/DoidivanasRock
Doidivanas no Twitter: https://twitter.com/DoidivanasRock
Doidivanas no YouTube: https://tinyurl.com/doidivanas-youtube

Fonte: Imagina Conteúdo Criativo | Imagina Creative Content