Satolep Sambatown: Ingressos à venda

satolep

Já estão à venda os ingressos para o show Satolep Sambatown,  com Vitor Ramil e Marcos Suzano, que acontece dia 31 de outubro, às 21h, no Teatro Guarany, em Pelotas. O espetáculo marca o encerramento da Quinzena Gastronômica 2009. Os ingressos custam R$ 50,00 cadeira de platéia e R$ 40,00 cadeira de camarote e podem ser adquiridos na loja O Recanto Provençal, na rua Andrade Neves, 2195.

Os ingredientes para o deleite são voz, violões de aço, percussão e efeitos eletrônicos. É com esses elementos, e mantendo sempre a formação em duo, que eles recriam no palco a música produzida no disco lançado em 2007. No repertório Livro Aberto, Invento, Astronauta lírico, Viajei e 12 segundos de oscuridad – esta em parceria com o compositor e cantor uruguaio Jorge Drexler e ainda O copo e a tempestade, A ilusão da casa, A word is dead e Café da Manhã. Além dessas, releituras de canções de outros discos de Vitor como Não é Céu, Foi no mês que vem e Neve de Papel. Assim como no show, as canções do CD “Satolep Sambatown” retratam com maestria esses dois universos paradoxais, de dois artistas que não se deixam amarrar às aparências e ao convencional.

SELOS – Cada prato degustado na Quinzena vale um selo para colar no Livreto 2009, disponível nos restaurantes e hotéis da cidade. Com seis selos de diferentes restaurantes, o cliente terá direito a um ingresso cortesia para o show. Somente 200 ingressos estarão a disposição para troca.

Gabriela Mazza
SATOLEP press
Jornalista – MtB: 9838
Contato: (53) 9983.2398

Termina Hoje 3° Encontro de Teatro

3enc1O 3° Encontro   de Teatro de Pelotas reuniu artistas, diretores, e incentivadores da arte, e aprofundou o diálogo teatral,  promovendo um espaço a serem realizadas trocas de experiências entre entres grupos.

Confere aqui a programação para hoje e amanhã

Dia 24 de Outubro

17h: “Revisitando Nossos Eus”, no Quadrado

19h: Café no Foyer do Theatro Sete de Abril

20h: “A Família Perfeita”, no Theatro Sete de Abril

21h:30: “Crias”, no Clube Caixeiral

Festa de Encerramento: 24|10 no Espaço Baiúca (3 de Maio 626) R$5,oo até a 1h

Texto: Isis Araújo

Foto: Divulgação

3° Conferência Municipal de Cultura

PrefeituraHoje às 14h30 se dá início à 3ª Conferência Municipal de Cultura de Pelotas, que tem por objetivo definir diretrizes das políticas culturais para a cidade para os próximos anos. Cultura, diversidade, cidadania e desenvolvimento são os temas centrais das discussões.
Na conferência serão eleitos delegados que apresentarão as reivindicações dos segmentos culturas de Pelotas na Conferência Estadual, que ocorrerá ainda este ano.
O conteúdo das decisões deverá (ou deveria) auxiliar os governos a pautarem suas ações em função das necessidades do setor.
As inscrições para participar do evento podem ser feitas diretamente na Câmara.

PROGRAMAÇÃO

Sexta:

14h: Credenciamento
14h30: Abertura Oficial
15h: Palestra “Produção Simbólica e diversidade cultural” – Prof. Dr. Fábio Cerqueira (UFPeL)
16h:15: Intervalo
16h30: Palestra: “Gestão e Institucionalidade da Cultura” – Henrique Pires, presidente do Concult
17h15: Palestra “Cultura e desenvolvimento Sustentável” – Prof. Mestre Igor Simões

Sábado

14h: Palestra “Cultura e Economia Criativa” – Jose Cláudio Martins – Prefeito de  jaguarão
15h15: Palestra “Cultura, Cidade e Cidadania” – Prof. Roselani Sodré da Silva (UNESCO)
16h30: Intervalo
17h: Eleição dos delegados
18h: Plenária final

Texto: Isis Araújo
Foto: Divulgação

Ciclo de Cinema na UFPel até 18 de Dezembro

atonementA Universidade Federal de Pelotas iniciou dia 02 de outubro o projeto de extensão “Ciclo de Cinema e História da Arte”. Tal projeto consiste na  projeção de filmes, e após debates. O primeiro filme do ciclo será “Atonement”, com Keira Knightley e James McAvoy.

Para inscrever-se basta procurar Núcleo de Extensão e Divulgação (NED), situado na Rua Alberto Rosa, 62, sala 106. As inscrições são gratuitas e abertas à comunidade pelotense.

QUANDO: 02 de outubro a 18 de dezembro
ONDE
: Auditório do Instituto de Artes e Design da UFPel (IAD/UFPel)
HORA
: sextas-feiras às 19h
ENTRADA GRATUITA

Texto: Isis Araújo – Equipe e-Cult

Arte no Porto III: Últimos Preparativos!

Preparativos...A antiga  fábrica COTADA está em plena atividade com os últimos preparativos para a abertura da Mostra de Arte, que acontece amanhã, dia 23, às 19h. A inauguração conta com o Coral da UCPel, Núcleo de teatro da UFPel, Núcleo de Música Contemporânea (NuMC) e MATRAVISGOSO – coletivo sonoro.

Com a coordenação do prof. Dr. José Luiz de Pellegrin, a Mostra anual “Arte no Porto” é um espaço para os artistas pelotenses demonstrarem seu trabalho e sua arte, infelizmente pouco divulgada e incentivada pela mídia na cidade de Pelotas.

Uma bela iniciativa do Instituto de Artes e Design da UFPel (IAD), que deve ser passada adiante em prol da cultura e de nossos artistas.

O quê: Arte no Porto III

Quando: de 24 à 31 de outubro, das 10h às 18h

Onde: Antiga COTADA, Rua Benjamin Constant, n° 989

Texto e Fotos: Isis Araújo – Equipe e-Cult


Conferência de Cultura. Cadê o Secretário?

pelotas24rc8A Conferência Municipal de Cultura é sexta e sábado próximos e o Sr. Prefeito Municipal e o Sr. Secretário de Cultura foram hoje pra Ouro Preto, o Sr. Secretário de Cultura teria que conduzir oficialmente essa conferência, apesar dele achar que essa conferência não é a oficial e sim a que ele convocou pra outra data após perder o prazo oficial, coisas de Pelotas!

Isso me lembra a frase do compositor gaúcho Nei Lisboa:
“Cada vez que a corja fala de cultura , Glauber quer quebrara a tampa do caixão”

Texto/Foto: Caio Lopes
http://caiolopes-caio.blogspot.com/

Nota da Redação: Os artigos sempre são de responsabilidade do autor, por isso são assinados e não refletem, necessariamente, a linha ou pensamento do e-Cult, nem dos profissionais que nele trabalham. Os artigos são escritos justamente para abrir discussões sobre temas importantes.

Fome de Quê? no Sete Imagens

curta_fome_de_queCom apoio da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria e realizado pela Finish Produtora o filme é uma adaptação do conto “Cheiro de Terra“, de Eluza Rafo, e tem o ator Joel Cambraia como protagonista, a direção e o roteiro são de Luiz Alberto Cassol e a direção de fotografia de Christian Lüdtke (Ficha Técnica abaixo).

“Fome de Quê”, será apresentado no dia 29 de outubro, a partir das 18h30 no Theatro Sete de Abril, dentro da programação do Projeto Sete Imagens. O curta, de 35mm, foi produzido na cidade de Santa Maria, RS, e lançado em 2008.

Texto: Deco Rodrigues – Equipe e-Cult

O quê: Exibição do Curta “Fome de Que?”

Quando: Dia 29 de outubro, às 20h

Onde: Teatro Sete de Abril

Entrada Franca

Ficha Técnica:

“Fome de Quê?”
(35MM, 2008, 13min, Santa Maria, RS, Brasil)

Sinopse: A sociedade acredita que eles nasceram nas ruas. Zé é um deles. Ninguém sabe de sua vida. Todos vão e vêm e ninguém o vê. Ele tem passado. Têm fome. Fome de quê?

Adaptação do conto Cheiro de Terra de Eluza Rafo

Elenco: Joel Cambraia, Igor Oliveira Machado, Terezinha Doroty Brizola Cassol

Direção e Roteiro: Luiz Alberto Cassol

Direção de Fotografia: Christian Lüdtke

Direção de Produção: Carolina Berger

‘Dom Quixote’, no Sete de Abril

Sete de AbrilO Grupo Casa de Brinquedos será mais uma das grandes atrações apresentadas durante a 3ª edição do Encontro de Teatro de Pelotas. O Grupo apresentará o espetáculo denominado “D. Quixote”, adaptação de “O homem e a Mancha”, de Caio Fernando Abreu, e interpretado pelo ator Régis Caetano. O monólogo tem a direção assinada por Chico Meirelles e conta a história de uma noite na vida de Miguel Quesada, homem desapaixonado que se aposenta e resolve se enclausurar e nunca mais sair de casa. Cercado de livros e fantasias, ele interpreta, de maneira intempestiva e alucinada, as aventuras do cavalheiro andante Dom Quixote de La Mancha na tentativa de entender sua própria vida.
Com mais de 20 anos ininterruptos de atuação, o Grupo Casa de Brinquedos – Cooperativa de teatro, vem promovendo apresentações teatrais, temporadas, cursos e oficinas, hora do conto, performances, teatro para eventos, pesquisas e projetos de popularização da arte e do teatro voltadas para pessoas com deficiência visual. Atuando de forma cooperativada, o Grupo se destaca como o maior projeto de teatro na escola do município, com uma média de 100 apresentações por ano e um público estimado em 30 mil espectadores. Além das apresentações em escolas, o Casa de Brinquedos contabiliza 11 locais fixos para apresentações, situados no Centro, Areal, Zona Norte, Fragata e Simões Lopes, desenvolvendo seus projetos também em Porto Alegre, Rio Grande e cidades da região.
O 3º Encontro de Teatro de Pelotas é uma realização da Secretaria de Cultura do município e Theatro Sete de Abril.

O quê: Monólogo “Dom Quixote

Quando: 22 de outubro, às 21h

Onde: Theatro sete de Abril

Fonte: pelotas.rs.gov.com

Foto: Laureano Bittencourt

O Socorro

lua

– Sabe o que eu adoro fazer?
– O quê?
– Eu escrevo, cuidadosamente, pequenos poemas em folhinhas de papel. Neruda, Vinícius, Yeats, Leminski. Depois, vou à biblioteca e os deixo dentro de livros.
– Interessante.
– Deixo em livros que não falam de amor, de medo, sol, alegria, sorrisos, mas sim de números, códigos, fórmulas. Livros opacos.
– E porque você faz isso?
– Porque as pessoas não são felizes.
– Não são?
– Não, a lua me disse.

(Silêncio)

– Você fala com a lua?
– Sim. Ela me olha bem nos olhos, e então, todas as noites, me conta o que acontece e o que acontecerá.

(Silêncio)

– Mas me diz, o que você sente aos espalhar os poemas?
– Sinto um alívio, uma esperança. Sabe quando você grita em um sonho, mas grita bem alto, e ninguém escuta? Os corações das pessoas estão gritando também.
– Gritando?
– Sim, não está ouvindo?

(Silêncio)

– Não está ouvindo??

(Silêncio)

– O que eles estão gritando?

– Que eles querem morrer.

Isis Araújo

Encontro de teatro agita a cidade

2009-10-20encontro-teatro_smallTodos os palcos estarão iluminados, a partir de hoje (21) com o início do 3º Encontro de Teatro de Pelotas. O Encontro promete reunir artistas, diretores, e incentivadores da arte visando aprofundar o diálogo teatral, estimular o trabalho de grupos, bem como promover um espaço onde possam ser realizadas as trocas de experiências entre entres grupos, buscando, desta forma, o crescimento da qualidade técnica dos envolvidos.

O teatro em Pelotas possui uma tradição que remonta à época da fundação da própria cidade. Pode-se dizer que a “Sociedade Scênica”, fundadora do Theatro Sete de Abril, tenha-se organizado e atuado desde o período do Primeiro Império. Por esta razão percebem-se referências do teatro em diversos momentos da história do município.

Nesta terceira edição, a novidade fica por conta da descentralização das apresentações, que ocorrem na Colônia Z3, foyer do Theatro, Escola do Núcleo Habitacional do Loteamento Dunas, Escola Sylvia Mello, Clube Caixeiral, Doquinhas, além do palco do próprio Theatro Sete de Abril.

Hoje, a partir das 16h, comunidade da Colônia Z3, que assistirá o espetáculo “O Enigma de Cid”, com direção do renomado ator e diretor Flávio Dornelles. Durante o 3º Encontro de Teatro de Pelotas, Flávio Dornelles será uma figura constante, já que, além de dirigir O Enigma de Cid, primeiro espetáculo do Encontro, Flávio assina também a direção de “Confissões… a história de uma húngara”, em parceria com Joice Lima (21/10), e “Depois do Happy Ending” (23/10).

O texto original de “O Enigma de Cid” é de autoria de Guto Grecco, e aborda como tema central as “crianças-problema”, sem contudo, discutir a culpa ou inocência do personagem principal, abrindo perspectivas para a ação dramática graças à movimentação física que sugerem as situações abordadas e a reflexão que o menino apresenta á platéia. O espetáculo tem como pano de fundo as façanhas mitológicas de Hércules. Cid e sua turma estão em conflito e ele é agressivo com os colegas. Por este motivo acaba ficando sozinho, dorme e sonha. No roteiro de seus sonhos surgem figuras míticas, como o Leão de Neméia, a Esfinge, a Serva Ceremita, Hidra de Lerna, as Aves do Lago Estínfalo, o Touro Branco de Creta e os Cavalos de Diomédis, entre outros. Esta é a segunda vez em que o espetáculo “O Enigma de Cid” participa do Encontro de Teatro, já tendo sido apresentado, no palco do Sete de Abril, por intermédio da Cia. Cem Caras de Teatro, na segunda edição do Encontro. Nesta edição, a apresentação do espetáculo está sob a responsabilidade do Grupo Oficina de Teatro.

Até o dia 24, último dia do Encontro, 11 grupos mostrarão seu talento cênico e sua criatividade.

Fonte: pelotas.com.br