Trabalho infantil é tema em ação de conscientização em Pelotas

Cerca de 40 pessoas conversaram com quem passou pelo Calçadão, pelas áreas do entorno do Pop Center e Shopping Pelotas, sobre a garantia de direitos de crianças e adolescentes.

Representantes da Secretaria de Assistência Social (SAS) – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Centro Pop, e Setor de Média Complexidade – ONG Gesto, Conselho Tutelar, com o apoio da Guarda Municipal (GM), Brigada Militar e Ministério Público (MP) participaram de uma ação de conscientização sobre o trabalho infantil.

A ação foi realizada nesta sexta-feria, 12 de abril de 2019.

O titular da SAS, Luiz Eduardo Longaray, explica que objetivo da ação era a identificação de situações de exploração de crianças e adolescentes. O secretário diz que é imprescindível que as crianças estejam na escola e dar a elas, também, tempo para brincar e conviver com a família, que são condições para um desenvolvimento pleno e protegido, já que nas ruas elas ficam ainda mais vulneráveis a diversas possibilidades de violência.

Fotos: Igor Sobral

À população que transitava pelas ruas onde houve a ação, foi entregue material informativo e, em uma rápida conversa, era explicado porque não deveriam dar dinheiro ou comprar produtos de crianças nas ruas. Eles reforçavam que, quem quiser ajudar, pode fazer doações diretamente ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fundica), e serão aplicadas em projetos e programas voltados à proteção e ao desenvolvimento de crianças e adolescentes.

Os conselheiros tutelares levaram as crianças e adolescentes encontradas em situação de trabalho infantil e mendicância para o Ministério Público, onde foram atendidas pelas equipes da Promotoria da Infância e Juventude e Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Os pais de todos foram chamados e as famílias serão acompanhadas pela Rede de Proteção.

Fonte: pelotas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *