Casa de Cultura Mario Quintana apresenta jovens poetas e plataforma digital

Sem poder receber visitas, a Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ) vem realizando uma série de atividades virtuais em celebração ao 114° aniversário de nascimento do poeta e aos 30 anos da instituição. Um dos projetos reúne jovens escritores que foram convidados a recitar textos autorais em vídeos exibidos nas plataformas digitais da CCMQ.
.
O Poetas Diversos, que teve início no último dia 3, segue durante todo mês de agosto com publicações nas segundas e quartas-feiras no Instagram da CCMQ: @ccmarioquintana. Os participantes são: Alice Porto, Ana dos Santos, Fayola, Fernanda Bastos, Gabriel Ignácio, Lis Machado, Márcio Bueno, Matheus Camini e Natália Pagot.
.
Alice Porto

Diversos formatos

 A artista visual pelotense Alice Porto conta que recebeu o convite por causa de suas escritas nas redes sociais. “Engraçado isso, né? porque não me vejo como escritora, mas no fim eu escrevo aqui (facebook) quase todo dia e algumas pessoas lêem”, reflete ela. As novas dinâmicas de fazer e consumir literatura talvez estejam se estabelecendo em novas plataformas sem notarmos.
.
Alice participa com o poema chamado “Gracyanne”, que fez para a Banda de Garotas Instantâneas: projeto que integra com outras três artistas visuais. “Começou como performance, mas acabou migrando para música e fica um pouco nessa fronteira”, explica.
.
O poema ainda aparece em um zine, uma autopublicação em risografia feito pela própria artista. O vídeo de Alice será exibido na próxima segunda-feira (24) mostrando um pouco do seu híbrido de arte visual e literatura.
.
Quintanoteca
.
Nascido em Alegrete em 30 de julho de 1906, Mario Quintana publicou mais de 20 livros, além de antologias, e se tornou um dos principais poetas da literatura brasileira. Para marcar o 114° aniversário de nascimento do escritor, a atriz e escritora Bruna Lombardi fez um vídeo com a leitura do poema “Canção do amor imprevisto”, que foi disponibilizado no instagram da CCMQ.
Quarto do Poeta na CCMQ

Além do aniversário de seu patrono, a Casa de Cultura Mario Quintana ainda comemora em 2020, no mês de setembro, os seus 30 anos de funcionamento. O poeta morou no prédio, antigo Hotel Majestic, de 1968 a 1980.
.
A instituição vem trabalhando na organização de uma plataforma virtual que visa reunir, em um único endereço on-line, um acervo multimídia de fotos, documentos, vídeos, entrevistas e outros registros da obra e da trajetória do escritor. Já no ar, a “Quintanoteca” pretende facilitar a pesquisa sobre Quintana, garantindo acesso público e gratuito ao material.

Sobre Cassio Lilge 143 Artigos
Jornalista, estudante de História, obcecado por música. Conhece menos atalhos em seu computador que a sua gata.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*