Pimenta Buena recebe três indicações ao Prêmio Açorianos; confira lista de finalistas

Pimenta Buena em show de lançamento do álbum no Castelo Simões Lopes - Arquivo Pimenta Buena

A Secretaria Municipal da Cultura (SMC) de Porto Alegre divulgou a lista dos indicados ao Prêmio Açorianos de Música de 2020. Além disso, foi anunciado que a cerimônia de entrega da premiação neste ano será realizada, pela primeira vez na sua história, em um formato virtual.

Disco 3 – lançado em novembro de 2019 (divulgação)

A banda pelotense Pimenta Buena é um dos destaques entre as indicações, concorrendo em três categorias. Pelo “Disco 3”, lançado em novembro do ano passado, o quarteto disputa os prêmios de Melhor Disco Pop, Melhor instrumentista (João Corrêa) e Revelação Pop.

A cerimônia de premiação será realizada no próximo sábado, dia 28, às 20h, no palco do Salão de Atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Sem presença de público, o evento contará com transmissão ao vivo pela TVE, pelo canal da UFRGS TV no YouTube e pela página da Coordenação de Música da SMC no Facebook.

Inicialmente, a revelação dos vencedores do Açorianos de Música estava prevista para ocorrer no mês de abril, mas o evento precisou ser adiado em consequência da pandemia de Covid-19. Nesta edição virtual, os premiados participarão da solenidade por meio de videochamada.

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

No evento serão anunciados os álbuns, compositores, intérpretes e instrumentistas vencedores nas categorias Música Regional, Música Popular Brasileira, Música Erudita, Música Instrumental e Música Pop. Também serão entregues os prêmios de Homenageado do Ano, Espetáculo do Ano, DVD do Ano, Arranjador, Projeto Gráfico, Melhor Álbum Infantil, Produtor Musical e Álbum do Ano e Revelação do Ano.

Foto: Jerônimo Gonzalez

A Pimenta Buena foi formada em 2007 com os gaúchos André Chiesa (bateria), Daniel Finkler (baixo), João Corrêa (guitarra) e o uruguaio radicado em Pelotas, Vicente Botti (vocal). Com pop rock groovado com influências latinas, a banda logo chamou atenção com sua mistura de culturas e musicalidades. Contemplado pelo edital Procultura, “Disco 3” é o terceiro álbum do grupo e o primeiro lançado após o retorno de um hiato de cinco anos.

Outros artistas que se destacam com várias indicações nesta edição do Açorianos são o projeto As Tubas, pelo álbum e espetáculo “Corpo Espaço”, o músico Matheu Corrêa com o disco “Meu Rock é Black”, o projeto Bel Medula com o álbum duplo “Pele/Osso” e a cantora Tati Portella por Impermanência, sem primeiro trabalho solo.

Confira a lista completa dos finalistas do Prêmio Açorianos de Música:

COMPOSITORES

POP

Bel Medula – Pele/Osso
Clarissa Ferreira – As Tubas – Corpo/ Espaço
Marcelo Guimarães – Fubango
Saulo Fietz – Hoje Eu Vejo
Tati Portela – Impermanência

ERUDITO

Dimitri Cervo – Música Sinfônica

INSTRUMENTAL

Gambona – Ventos do Sul
James Liberato – Manacô
João Maldonado – Beauty
Yvan Etienne – Karmã – Travessia

MPB

Pedro Borghetti – Linhas de Tempo

REGIONAL

Rômulo Chaves – Vida e Verso
Carlos Roberto Hahn – Beira Mar, Beira Rio

INTÉRPRETES INDICADOS

POP

Matheu Correa – Meu Black é Rock
Saulo Fietz – Hoje Eu Vejo
Sérgio Rojas – Atemporal
Tati Portela – Impermanência

ERUDITO

Cintia de los Santos- Serenata
José Milton Vieira – Plural

INSTRUMENTAL

Elias Barboza – Sexteto Gaúcho
João Maldonado – Beauty

MPB

Adriana Deffenti – Controversa
Dudu Sperb – Navegante
Glau Barros – Brasil Quilombo
Maria Luiza – Samba e Amor

REGIONAL

Jean Kirchoff – Vida e Verso
Volmir Coelho – Beira Mar, Beira Rio

INSTRUMENTISTAS INDICADOS

POP

Dhouglas Umabel – Atemporal (violino)
João Correa – Pimenta Buena
Matheu Correa – Meu Rock é Black (guitarra)

ERUDITO

Diego Grandene – O Clarinete na obra de Bruno Kiefer
Fernando Cordella – Serenata
José Milton Vieira – Plural (trombone)

INSTRUMENTAL

Gambona Ventos do Sul – (guitarra)
Yvan Etienne – Karmã

MPB

Daniel Wolff – Iberoamericano

REGIONAL

Régis Reis – Vida e Verso
Violas ao Sul – Violas ao Sul

DISCOS INDICADOS

POP

Disco 03 – Pimenta Buena
Impermanência – Tati Portella
Meu Rock é Black – Matheu Correa
Monema – Plano de Fuga e Outros Planos
Pele/Osso – Bel Medula

ERUDITO

Carmen&OsViolões – Violões de Porto e Ana Medeiros La Negra
Plural – José Milton Vieira
Serenata – Fabiano Bonella Cunha

INSTRUMENTAL

Beauty – João Maldonado
Bicho Solto – Sexteto Gaúcho
Manacô – James Liberato
Travessia – Karmã

MPB

Brasil Quilombo – Glau Barros
Contando Histórias – Calote
Controversa – Adriana Deffenti
Corpo/Espaço – As Tubas

REGIONAL

Beira Mar, Beira Rio – Roberto Hahn e Volmir Coelho
Vida e Verso – Jean Kirchoff

REVELAÇÃO

POP

Disco 3 – Pimenta Buena (DISCO)
Matheu Corrêa – Meu Rock é Black (compositor)
Músicas para Segunda-Feira – Bibiana Petek (DISCO)
Pele/Osso – Bel Medula (DISCO)

ERUDITO

José Milton Vieira – Plural como instrumentista

MPB

Glau Barros – Brasil Quilombo (intérprete)

INFANTIL

Plinc – Jorge H. S. Gomes
A Fubica da Vovó – Tuny Brum
Musicards – Thiago Di Luca

ESPETÁCULO

Anatômica – Viridiana
Espetáculo Ayò – Jorge Foques
Orquestra Villa-Lobos – Afrika
Brasil Quilombo – Glau Barros
Corpo | Espaço – As Tubas
Controversa – Adriana Deffenti
Atemporal – Sergio Rojas

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Sobre Cassio Lilge 180 Artigos
Jornalista, estudante de História, obcecado por música. Conhece menos atalhos em seu computador que a sua gata.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*