Radar RS 06: OBSP, Gabrre, Samba de Máquina, Guido CNR, Zuana e outros lançamentos

Elza Soares, Lô Borges, Herbert Vianna, Toquinho, Sepultura, Edi Rock são alguns dos nomes de peso da música brasileira que apresentaram novidades nos últimos dias. Além destes, inúmeros outros artistas nacionais lançaram trabalhos dignos de uma conferida.

O Radar RS chega em sua sexta edição listando alguns destes singles, clipes e discos. Entre os artistas do Rio Grande do Sul, destacamos o álbum de estreia do jovem Gabrre, o primeiro solo do veterano Beto Nickhorn e do músico João Pedro Cé; os singles de Batuca na Bituca, Baby Budas, Isabela Morais, Supervão e Samba de Máquina; e os clipes de OBSP, Guido CNR, CASSI3, Rita Zart, Rota de Pedestre, Zuena e Jubart.

Entre os lançamentos nacionais, Elza Soares revisita um hit dos Titãs com participação dos próprios e o Sepultura surpreende em uma versão para clássica do Soft Cell. Já o Herbert Vianna lançou um disco inteiro dedicado a releituras de várias músicas que lhe influenciaram.

Em um disco cheio de participações, Edi Rock consolida ainda mais sua carreira solo. Já o novo single de Lô Borges retoma a parceria com o irmão Marcio Borges e gera boa expectativa para seu novo disco. Ainda vale conferir o álbum de estreia do baiano Ian Cardoso, o novo do mineiro Octavio Cardozzo, o mais recente da paulistana Iara Rennó e o single da curitibana Juliana Cortes.

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Radar RS 06:

OBSP – Cascas (clipe)

Formado por quatro músicos gaúchos, OBSP lançou seu disco de estreia em julho (arrisco dizer: um dos grandes lançamentos do ano). Formado João Ortácio (O), Pedro Borghetti (B), João Salazar (S) e Poty (P), o grupo reúne quatro vozes e interesses distintos em um trabalho de 14 faixas. Na última terça-feira, eles apresentaram um clipe de animação feito por João Salazar para a canção “Cascas”. A direção e edição são assinadas por Nicolas Alexandrini.

Isabela Morais – Do Absurdo (single e clipe)

Também na última terça-feira foi lançada a música (e clipe) “Do Absurdo”, single do primeiro álbum solo de Isabela Morais. A canção é um poema de Carlos Moreira, musicado com a participação do grupo mineiro Compasso Lunnar. O disco, que leva o nome do single, tem o lançamento marcado para o dia 5 de novembro, via selo Escápula Records. O clipe conta com direção, animação e montagem de ANDI @an.x.di e produção e argumento de João Marcos Veiga (Saiba mais).

Gabrre – tocar em flores pelado (álbum)

O cantor gramadense Gabriel Fetzner, que assina com o nome artístico Gabrre, vinha lançando uma série de singles ao deste ano. Na última sexta-feira (23) chegou seu álbum de estreia com 10 faixas, via selo Honey Bomb Records. O jovem instrumentista, cantor e compositor criou em seu estúdio caseiro, tocando todos os instrumentos, um disco em que apresenta um indie rock intimista e psicodélico. Na último quinta ainda foi lançado um vídeo para faixa “boris” (abaixo). Conferir o álbum em sua plataforma preferida: https://tratore.ffm.to/tocaremflorespelado

Supervão – Fim de Nós / Fim do Sol (single)

Supervão é um projeto musical vindo da cidade de São Leopoldo. Com uma sonoridade experimental, com muitos elementos eletrônicos, o grupo conquistou a atenção da mídia alternativa nacional com o álbum “Faz Party”, de 2019. Agora, eles se preparam o lançamento de um EP que irá se chamar “Depois do Fim do Mundo”. O single “Fim de Nós” é o segundo apresentado e deixa claro que eles devem aprofundar ainda mais o experimentalismo eletrônico no novo lançamento.

Samba de Máquina – Maio (single)

O Coletivo Palma está rodando o Projeto Ressoa, que consiste na produção coletiva de 10 singles de artistas que estão no início da produção e publicação de seus trabalhos. A ideia é proporcionar colaborações com profissionais de diferentes áreas da música, artes e cultura. O primeiro lançamento é do projeto Samba de Máquina, formado por Régis Moewius “Poejo” e Alã. O single “Maio” é o primeiro de uma série de lançamentos que a dupla produziu durante este ano e deve lançar nos próximos meses. Em um vídeo no canal Cactu.mp3, eles falam um pouco do projeto “angústia do mundo moderno”, que deve ser dividido em quatro partes (Confira).

Guido CNR Part Pepzi, Brum & W.Kennyg – Meus Manos No Topo (single e clipe)

“Meus Manos No Topo” é o novo lançamento de Guido CNR. O rapper pelotense vem acompanhado desta vez com as participações de Pepzi, Brum e W.Kennyg, com o beat de EmiDois. O clipe é uma produção da A Corte Films.

CASSI3 – MQFDVC (clipe)

CASSI3 lançou em julho deste ano o EP Estesia, seu primeiro grande trabalho autoral. A seguir deu-se início a um projeto de um EP visual, em que cada uma das quatro faixas ganhará um clipe. MQFDVC é a terceira faixa do EP e a terceira a ganhar um clipe, lançado na última quinta-feira (22). Neste vídeo, CASSI3 se encara no espelho, refletindo sobre sua própria solidão como pessoa e como artista. Quem assina a direção é a própria artista.

Beto Nickhorn – Qualquer semelhança é mera coincidência (álbum)

Figura conhecida na cena roqueira do Sul, Beto Nickhorn já atuou na banda Os Hipnóticos e ao lado de músicos como Plato Divorak e Beto Bruno. Neste seu primeiro disco solo, Nickhorn produziu, arranjou e executou tudo em seu home studio. O lançamento é do Selo180.

Baby Budas – Ritmo do Algoritmo (single)

A Baby Budas se apresenta como uma banda gaúcha que joga no time da Nova Psicodelia Brasileira. Este é o primeiro single oficial do álbum “Feliz Ano Ruim”, o segundo do quarteto. A música foi gravada e produzida por Thomas Dreher, em Porto Alegre, e o lançamento chega via Selo 180. Trata-se de uma canção que fala sobre vida contemporânea mediada por algoritmos.

Rita Zart – Apatia (clipe)

A cantora e compositora Rita Zart lançou em novembro do ano passado o ótimo EP “O Que Range”. A faixa “Apatia”, que abre o trabalho, conta com a parceria de Nina Nicolaiewsky na composição e vocais, e de Clarissa Ferreira nos violinos e rabeca. A música ganhou no último dia 14 um belo clipe com atuação da coreógrafa e diretora Renata de Lélis, com a direção de fotografia de Edu Rabin. O trabalho foi contemplado nos editais Itaú – Arte Como Respiro e FAC Digital RS.

Zuana – Reparo (clipe)

Reparo é o terceiro single do projeto Zuana do músico Mateus Zuanazzi. A música fala sobre as experiências da vida que marcam, através de uma pessoa que se sente “quebrada” e não sabe se tem conserto. Toda a gravação foi realizada em casa durante a quarentena. O clipe foi registrado no Teatro do Sesi, com equipe reduzida e seguindo todos os protocolos de proteção ao Covid-19, e conta com direção Pedro Mendonça Mello.

Batuca na Bituca – Monocromia (single)

O Batuca na Bituca é uma banda gaúcha de indie rock, que carrega uma forte influência de MPB. Formada por Lucas Nunes (vocal e guitarra), Lucas Almeida (vocal e guitarra), Julia Tavares (vocal e percussão), Jean Mattos (percussão e baixo) e Maurício Machado (accordeon), o grupo conta com um EP lançado em 2017. “Monocromia” é o primeiro single de um novo EP que está em produção. Este lançamento foi realizado por meio de uma parceria com o projeto ressoa do Coletivo Palma.

Jubart – Autoanálise (clipe)

O pelotense Eduardo Lopes é o cara por trás do projeto Jubart, que apareceu por aqui na primeira edição do Radar. Na ocasião, ele havia recém lançado o single “Autoanálise”, que fará parte de seu primeiro EP. Este som ganhou agora um clipe dirigido pelo próprio Eduardo. A música é produzida por Bruno Chaves e conta com a participação de Ariel Cardozo na batera.

Rota de Pedestre – Cabelo Colorido (clipe)

Formada em 2013, a Rota de Pedestre é uma banda da capital gaúcha que faz um som que os próprios denominam de Rock Subtropical. Neste ano, a banda pretendia fazer shows para encerrar o ciclo iniciado com o lançamento do EP Tecendo por Dentro (2014). Com a pandemia, o grupo irá revisitar as seis canções presentes neste trabalho e dar uma nova roupagem. “Cabelo Colorido” foi a primeira a ganhar uma nova versão, que ainda veio acompanhada do primeiro videoclipe do trio formado por Artur Wais (voz e guitarra), Mauricio Victorino (baixo) e Bruno Fonini (bateria).

João Pedro Cé – Berço (álbum)

No último dia 18, foi lançado o primeiro álbum solo de João Pedro Cé (guitarrista da banda Trabalhos Espaciais Manuais). Produtor e compositor, ele ainda é reconhecido na cena cultural independente da capital por seu trabalho junto ao grupo de teatro Pretagô. Em Berço, o artista reúne composições instrumentais que flertam com o estilo spoken words (quando poemas ou histórias são faladas ao invés de cantadas). Ele vem lançando uma série de clipes para faixas presentes o disco. Com direção de Cleverton Borges, a faixa de abertura ganhou o seu vídeo no começo do mês. Confira:

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Vale conferir:

Elza Soares – “Comida” (com Titãs)
Lançada originalmente pelos Titãs em 1987, “Comida” se tornou um clássico da música brasileira. Agora ganha uma nova versão na voz de Elza Soares, acompanhada dos Titãs Sérgio Britto, Tony Bellotto e Branco Mello.
Conferir: https://www.youtube.com/watch?v=zHnh5T1DZPs

Lô Borges feat. Paulinho Moska – Muito além do fim (single)
Single do novo disco de Lô Borges traz duas parcerias. Uma com seu irmão Márcio Borges, na composição, outra com Paulinho Moska, com quem divide os vocais.
Conferir: https://loborges.lnk.to/MoskaMuitoAlemdoFim

Herbert Vianna – Hv Sessions vol.1 (álbum)
O novo registro solo do vocalista e guitarrista d’Os Paralamas do Sucesso é uma homenagem com releituras de clássicos de The Beatles, Santana, Jimi Hendrix, entre outros.
Conferir: https://links.altafonte.com/hvsessions

Edi Rock – Origens Parte 2 – Ontem, Hoje e Amanhã (álbum)
Edi Rock chega ao seu quarto disco solo. Deste vez com um time de parcerias que vão de Thiaguinho a MV Bill.
Conferir: https://open.spotify.com/album/11bMuxP509lwDJPprgjo2S?si=EczFfRC3SGyQ9w6exTfA2g

Sepultura – Tainted Love (single)
A clássica canção “Tainted Love”, lançada originalmente nos anos 1960 e eternizada nos 80 pelo Soft Cell, ganhou uma versão do Sepultura feita especialmente para série Desalma da Globoplay.
Conferir: https://somlivre.lnk.to/Tainted_Love

Juliana Cortes – Três (single)
A cantora e compositora Juliana Cortes está prestes a lançar seu terceiro disco. A faixa Três, lançada com single que antecede o álbum, conta com a participação especial de Lemoskine.
Conferir: https://www.youtube.com/watch?v=cnLaX0BS4_0

Ian Cardoso – Devoto Franco (álbum)
Concebido e gravado em casa durante a quarentena, “Devoto Franco” é o primeiro álbum solo do instrumentista e compositor baiano Ian Cardoso.
Conferir: https://tratore.ffm.to/devotofranco

Iara Rennó – AfrodisíacA (álbum)
No quinto álbum de sua carreira solo, Iara apresenta um trabalho cheio de participações especiais em canções inspiradas na poética do amor e da sexualidade.
Conferir: https://links.altafonte.com/afrodisiaca

Octavio Cardozzo – Tá Todo Mundo Mal (álbum)
O terceiro disco do cantor e compositor mineiro tem 12 faixas e um clima de MPB setentista.
Conferir: https://linktr.ee/ocardozzo

Sobre Cassio Lilge 167 Artigos
Jornalista, estudante de História, obcecado por música. Conhece menos atalhos em seu computador que a sua gata.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*