Radar RS 07: Paola Kirst, Cardamomo, Postmortem, Dudu Sperb e outros lançamentos

O Radar RS chega em sua sétima edição compilando uma série de lançamentos muito diversificados. Entre singles, clipes, discos e EP, a seção busca mapear um pouco do que vem sendo produzido em todos gêneros musicais.

Entre os artistas gaúchos que apresentaram novidades destacamos aqui o álbum de estreia do trio instrumental Cardamomo, além do álbum ao vivo e acessível em LIBRAS da cantora riograndina Paola Kirst. Com um pé na psicodelia e outro no eletrônico, o projeto Jagunço, de São Marcos, apresenta seu primeiro EP. Já o músico Dudu Sperb apresenta duas composições próprias após anos dedicados a interpretação de outros compositores.

Aquecendo as turbinas para seu debut, os pelotenses da Postmortem mostram o clipe de uma das faixas que estará no álbum. Também de Pelotas, os rappers Zombie Jonhson e L300 pedem passagem com um feat em “Dawn”. Ainda do interior, da pequena Butiá, vem Wazla, artista que lança o primeiro single de sua carreira. Na capital, a rapper Cristal apresenta um novo single.

De lançamentos nacionais, vale conferir os álbuns de rock alternativo vindo do interior de São Paulo com WRY, do fenômeno do trap Sidoka, o jazz à moda brasileira de Ludere apresentando canções inéditas de Baden. A nova MPB da curitibana Juliana Cortes, o som inventivo do paraibano Julico e o samba de Paulinho da Viola apresentado ao vivo. Tudo isso e mais.

Paola Kirst – Costuras ao Vivo (álbum)

A cantora riograndina Paola Kirst lançou na última sexta-feira (30) um novo trabalho intitulado “Costuras Ao Vivo”. Disponibilizado em áudio e vídeo, este novo álbum foi registrado durante o espetáculo “Costuras acessível em LIBRAS” que ocorreu no mês de outubro de 2019 no Teatro Glênio Peres, em Porto Alegre. Acompanhada dos parceiros do grupo KIAI e da tradutora intérprete de LIBRAS, sua irmã Joseane Kirst, Paola apresenta um espetáculo inteiramente elaborado pensando a acessibilidade para o público surdo, contando com uma série de adaptações, cuidados e conceitos que foram abordados. (Saiba mais).

Cardamomo – Nada a Fazer (álbum)

“Nada a Fazer” é o álbum de estreia do trio instrumental de Porto Alegre que apresenta um total de 11 faixas. Formada em 2018, a Cardamomo conta Marcelo Henkin (guitarra), Guilherme Boll (bateria) e Johnny Oliveira (baixo), e já lançou um EP, diversos singles, um projeto de remixes e seis clipes. Este disco foi gravado, mixado e masterizado por Alexandre Birck, no Estúdio Sangha, na capital gaúcha. A arte da capa é assinada por Tiziana Scur. “À Deriva”, música de trabalho do disco, conta com Felipe Eugênio citando um trecho do livro “Ensaio sobre a Cegueira”, de José Saramago. No total, são 11 faixas, sete inéditas e quatro que haviam sido lançadas como singles, incluindo “Retrodose”, que ganhou um clipe começo do último mês. Ouça na sua plataforma preferida (https://ffm.to/nadaafazer).

Jagunço – Contar Horas Até Cem (EP)

Jagunço é a alcunha dada ao projeto comandado pelo músico Rafael Bertolazzi Grison, de São Marcos, município gaúcho localizado na região serrana. Composto, produzido e gravado de forma independente, o EP “Contar Horas até Cem” é lançado via selo Honey Bomb Records. São sete faixas que investem em melodias pop envoltas num clima de batidas eletrônicas e timbres viajantes. O trabalho conta com mixagem e masterização de Leonardo Braga, do laboratório musical OCorre Lab, de Porto Alegre e ainda com participação de alguns nomes como de Pedro Strasser (Blues Etílicos) e Francisco Maffei (Catavento). Ouça em sua plataforma preferida: https://tratore.ffm.to/contarhorasatecem

Dudu Sperb – Volume 1 (EP)

O cantor porto alegrense Dudu Sperb lançou no último dia 29 o EP Volume 1, via selo Tratore. Com mais de 30 anos de trajetória, interpretando outros compositores, Sperb dá início a um projeto autoral gestado ao longo dos últimos anos. As duas faixas de Volume 1 contam com a participação do músico Marcel Estivalet ao violão. Segundo o artista, a ideia é “dar continuidade a esse projeto, registrando mais composições e lançando-as em novos volumes”. Ouça em sua plataforma preferida: https://tratore.ffm.to/dudusperbvol1

Wazla – Espectro (single)

Raquel Wazlawoscky iniciou a compor aos 15 anos e agora, aos 23, lança “Espectro”, sua primeira canção nas plataformas digitais de streaming. O interesse da artista pela música despertou a partir do encontro com um violão velho na casa da família em Butiá, no interior do RS. Este primeiro single da cantora, instrumentista e compositora chega por meio do projeto Ressoa, do Coletivo Palma. A música conta com a produção e masterização de Matheus Oliveira e arte de capa é assinada por Elias de Andrade. O vídeo lançado no último domingo foi dirigido por Kamyla Belli. Ouça em sua plataforma preferida: https://tratore.ffm.to/espectro

Postmortem – State of Conspiracy (clipe)

Após dois EPs e vários singles, a banda pelotense Postmortem está prestes a lançar seu primeiro full álbum. Na última sexta-feira, eles apresentaram o clipe de “State of Conspiracy”, uma das faixas que estará presente no disco. Com edição de Felipe Yurgel, o vídeo traz imagens de diversos shows do quarteto de Death Metal. O som fala sobre “a alienação geral e o caos que a raça humana mergulhou de cabeça”, segundo declarou o baterista Douglas Veiga. Em breve, mais detalhes sobre o novo álbum aqui no e-cult.

Zombie Jonhson Part. L300 – Dawn (clipe)

Dois dos nomes mais atuantes da cena rap pelotense atual estão juntos em um novo single. O cometa da leste, como também é conhecido Zombie Jonhson, recebe o jovem L300, outra promessa do Dunas, no som “Dawn”. O clipe conta com direção de Gabriel Campos e edição e finalização de A Corte Films. Em outubro, L300 lançou o EP Dunas City. Já Zombie Jonhson, que apresentou o álbum “Safra de 1995” no começo do ano, além do feat. ainda lançou o novo single, “Trampando”, no dia 31.

Cristal – Ambição (single e clipe)

A jovem rapper Cristal, que despontou na cena com o espetacular clipe de “Ashley Banks”, lança um novo single acompanhado de clipe. “Ambição” conta com a produção do paulista Nagalli e chegou no YouTube no último dia 29. Quem assina a direção e roteiro do clipe é Cleverton Borges. O som traz um olhar da rapper de Porto Alegre sobre ambição, de forma positiva, sobre a vontade de conquistar novos horizontes. A poeta ainda disponibilizou mini documentários mostrando os bastidores da produção, que podem ser conferido em seu canal.

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Vale conferir:

Julico – Ikê Maré (álbum)
O vocalista da banda sergipana The Baggios apresenta o seu primeiro álbum solo. Trata-se de um belo exemplar do groove brasileiro.
Conferir: https://album.link/cmrpxzdcPPx7w

Juliana Cortes – Álbum 3 (álbum)
Como o nome sugere, este é o terceiro álbum da cantora curitibana. Com a produção do gaúcho Ian Ramil, o disco se mostra diversificado e amparado na música popular.
Conferir: https://open.spotify.com/album/2P9GKThr0dIvAmcfBTxrRI

WRY – Noites Infinitas (álbum)
Sexto álbum da carreira da banda paulista que carrega há tempos a bandeira do rock alternativo. As crises existenciais e políticas marcam as letras deste trabalho.
Conferir: http://smarturl.it/noitesinfinitas

Ludere – Baden Inédito (álbum)
Um ótimo exemplar daquilo que poderíamos chamar de jazz à moda brasileira. Como indica no nome, o álbum apresenta registros ainda inéditos do violonista Baden Powell.
Conferir: https://tratore.ffm.to/badeninedito

Brisa Flow – Jogadora Rara (single e clipe)
A música da mineira Brisa Flow faz uma contundente crítica, em tom de deboche, à forma como as mulheres são tratadas no mercado da arte e da música..
Conferir: https://www.youtube.com/watch?v=yDbO3dQgbAI

Sidoka – Espelho Infinito (álbum)
Um dos maiores fenômenos do trap brasileiro está com um álbum novo. O artista de Belo Horizonte apresenta 11 faixas com algumas participações e seu estilo inconfundível.
Conferir: https://www.youtube.com/watch?v=zy_Bie4xDKE

Paulinho da Viola – Sempre Se Pode Sonhar (álbum)
Disco ao vivo de Paulinho da Viola, que chegou no último dia 30, conta com 22 canções gravadas ao vivo no Teatro Fecap, em São Paulo, em 2006. Há ainda a inédita “Ela sabe quem eu sou”.
Conferir: https://smb.lnk.to/SempreSePodeSonhar

Handy – Pedra Rosa Pedra (single)
O single “Pedra Rosa Pedra” faz parte do projeto Ressoa, do Coletivo Palma. Nesta música, Handy brinca com as memórias de infância, misturando o lúdico ao cotidiano de criança em um jogo de palavras, quase como um trava-línguas.
Conferir: https://www.youtube.com/watch?v=m7cERFfAYyY

ELLA – Metade da Laranja é só o Bagaço (clipe)
A cantora e compositora gaúcha Ella havia lançado em julho o single “Metade da Laranja é só o Bagaço”. Agora chegou a vez da canção ganhar um clipe com direção de Gabriela Barth.
Conferir: https://www.youtube.com/watch?v=4Zk66oX2Lkk

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Sobre Cassio Lilge 167 Artigos
Jornalista, estudante de História, obcecado por música. Conhece menos atalhos em seu computador que a sua gata.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*