Cine UFPel informa a programação da semana

A sala de cinema digital da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) terá, nesta quinta-feira (16), as reprises do curta “Rito Sumário” e do longa “Mais Uma Canção”. Na sexta-feira (17), é dia de estreias. Haverá exibição do curta “O Corpo” e do longa “Para Minha Amada Morta”. As sessões começam às 19h. O Cine UFPel fica na rua Lobo da Costa, 447. A entrada é gratuita.

Veja mais detalhes sobre os filmes:

Quinta-feira (16)
19h
REPRISE
Curta – Rito Sumário
Dir.: Alexandre Derlam
(RS, Fic, 2015, 11min)
O que pode existir em comum entre duas ou três pessoas que habitam uma grande cidade com todas as suas características degradantes: pressa, pobreza, sujeira, transações, baixos valores… Um rito breve, uma cerimônia sumária sem qualquer apelação.

Longa – Mais Uma Canção
Dir.: Rene Goya Filho e Alexandre Derlam
(RS, Doc, 2013, 96min)
Mais-uma-Cancao-_Rene_Goya_Filho_e_Alexandre_DerlamO documentário propõe uma reflexão sobre a relação entre a cultura musical periférica e o mainstream, mediada por uma indústria cultural em constante mutação e deve se tornar, sem dúvida, um dos “textos visuais” mais importantes para o entendimento da música brasileira ao sul do país. A narrativa desenvolve-se a partir da busca de Bebeto pelo conceito de uma música que rompe limites geográficos e estéticos. Em viagem pela Península Ibérica – na região da Andaluzia, em Portugal e pelo Norte da África, o artista entra em contato com as raízes da milonga. Porto Alegre, Uruguaiana (terra natal do artista) e Rio de Janeiro também servem de locação para o longa, filmado ao longo de três anos. Traz depoimentos de nomes como André Midani, Zuza Homem de Mello, Antonio Villeroy, Nelson Coelho de Castro, Juarez Fonseca, Carlos Alberto Sion, Vitor Ramil, Humberto Gessinger, entre outras referências da cena musical.
CLASSIFICAÇÃO LIVRE

Sexta-feira (17)
19h
ESTREIA
Curta – O Corpo
Dir.: Lucas Cassales
(RS, Fic, 2014, 15min)
Sinopse: Um menino encontra um corpo na mata. Todos os olhares se voltam para o corpo.
Longa – Para minha amada morta
Dir.: Aly Muritiba
(PR, Fic, 2015, 113min)
Sinopse: Após a morte de sua mulher, Ana, Fernando se torna um homem calado e introspectivo, que cuida sozinho do filho Daniel. Todas as noites, enquanto o menino dorme, ele recorda o seu amor arrumando as coisas de Ana. Um dia, encontra uma fita VHS e, ao assisti-la, descobre que a esposa foi infiel. Fernando, então, decide ir à procura do homem que arruinou a imagem que ele tinha de sua amada morta.
CLASSIFICAÇÃO 14 ANOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *