Sarau Poético Musical da Bibliotheca Pública Pelotense

O Sarau Poético Musical da Bibliotheca Pública Pelotense comemora nesta terça-feira, 31 de maio, a passagem dos seus cinco anos de criação. E para marcar a data, homenageia o alagoano Jorge Mateus de Lima. Médico, político, pintor e poeta, Jorge de Lima foi um modernista interessado nas matrizes africanas da cultura brasileira.

Conhecido pelo poema Essa Negra Fulô, de 1928, concebeu sua obra máxima em 1952, o épico Invenção de Orfeu, um vasto poema em dez cantos com uma diversidade enorme de formas, ritmos e intertextos. Em 1953, meses antes de morrer, gravou poemas para o Arquivo da Palavra Falada, da Biblioteca do Congresso de Washington, nos Estados Unidos. Completam a programação do Sarau, as poesias dos convidados Andréa Lunes, Carla Dias, Ilmo Nascente e Wasil Sacharuk e a música dos Baobás do Fim do Mundo.

A atividade tem início às 19h, com entrada gratuita.

Sarau Poético (1)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *