Teatro do Sesc recebe espetáculos do Porto Verão Alegre 2017

Projeto Secreto A Gaiola das Loucas - Foto: Cau Guebo

Ao todo, 11 peças teatrais serão encenadas entre os meses de janeiro e fevereiro.

De janeiro a fevereiro, o Teatro do Sesc Centro (Av. Alberto Bins, 665) receberá 11 espetáculos teatrais promovidos pelo Porto Verão Alegre 2017. Os ingressos para todos os espetáculos podem ser adquiridos junto à produção do Festival, no site www.portoveraoalegre.com.br.

A programação inicia no dia 10 de janeiro, com a peça “Imaginação”, um espetáculo de ilusionismo que dará asas a sua imaginação em uma viagem ao encontro da melhor época de suas vidas, a infância. Mais informações podem ser obtidas junto ao Sesc Centro, pelo telefone (51) 3284-2070, no site www.sesc-rs.com.br/centro e na página www.facebook.com/sescportoalegre.

A agenda segue com o espetáculo “Besteirol, a Comédia”, com sessões nos dias 12, 13 e 14 janeiro. A peça é uma reunião de quatro textos (um deles inédito) do Teatro Besteirol, gênero surgido na década de 80, que consagrou muitos artistas através de um humor inteligente e próximo do non sense. Nesta montagem, foram selecionados três textos de autores que se tornaram conhecidos por seu humor anárquico e ferino: Vicente Pereira e Maria Lucia Dahl, bem como um esquete inédito de Luís Francisco Wasilewski. Janeiro ainda terá apresentações dos espetáculos “Comédia Vale Tudo” (17, 18 e 19/01), “Lucas Krug Fazendo Tipo” (20 e 21/01), “5º Andar, Por Favor” (24, 25 e 26/01) e “Apareceu a Margarida” (27 e 28/01).

Projeto Secreto A Gaiola das Loucas - Foto: Cau Guebo
Projeto Secreto A Gaiola das Loucas – Foto: Cau Guebo

Em fevereiro, a partir do dia 2, o Complexo Criativo Cômica Cultural apresentará a peça “Hotel Rosashock”, que discute a questão do preconceito, não só ante aquilo que não se conhece, mas também, ante aquilo que é inconcebível como estrutura social e estilo de vida. Nos dias 7, 8 e 9 de fevereiro, é a vez do espetáculo “O Que Terá Acontecido a Baby Jane”, com os três dos maiores comediantes de Porto Alegre: João Carlos Castanha, Lauro Ramalho e Caio Prates. A programação segue nos dias 10 e 11, com a apresentação de “Memórias de Uma Solteirona”, “Sete e 8ito Impermanências” (14 e 15/02) e “Projeto Secreto A Gaiola das Loucas” (16, 17 e 18/02). Confira a agenda completa, abaixo.

Porto Verão Alegre 2017 – Teatro do Sesc Centro
Endereço: Av. Alberto Bins, 665 – Centro – Porto Alegre RS
Ingressos junto à produção do Festival, no site www.portoveraoalegre.com.br/.

10 e 11 de janeiro
“Imaginação”
Sinopse: Certamente a mais poderosa dádiva existente na face da terra repousa na inocência de nossa infância: A Imaginação. Um espetáculo de ilusionismo que dará asas a sua imaginação em uma viagem ao encontro da melhor época de suas vidas, a infância. Lucio Alves retrata, ao longo do espetáculo, lembranças de sua infância e de sua adolescência ilustradas com a arte do Ilusionismo. Momentos de mistério e humor compõem este espetáculo repleto da mais pura Imaginação. Inspirado na obra musical “Imaginação” de Rodrigo Grecco
Classificação: Livre
Duração: 60 minutos

12, 13 e 14 de janeiro
“Besteirol a Comédia”
Sinopse: Besteirol, A Comédia!” ou “Tem Drag Queen no Funk!” é uma reunião de quatro textos (um deles inédito) do Teatro Besteirol, gênero surgido na década de 80, que consagrou muitos artistas através de um humor inteligente e próximo do non sense. Nesta montagem, foram selecionados três textos de autores que se tornaram conhecidos por seu humor anárquico e ferino: Vicente Pereira (“Aula de Dança” e “Vamos Falar Francamente”) e Maria Lucia Dahl (“Macaquitos nel Sotão”), bem como um esquete inédito de Luis Francisco Wasilewski (justamente o título do espetáculo “Tem Drag Queen no Funk!”). Em cena, dois atores revezam-se em vários papéis, em cenas curtas e isoladas, que nos apresentam situações caricatas do comportamento cotidiano, de uma maneira a revelar personagens esquisitos, melodramáticos e divertidos. Porta aberta para uma visão crítica da nossa sociedade.
Classificação: 12 anos.
Duração: 70 min.

17, 18 e 19 de janeiro
“Comédia Vale Tudo”
Sinopse: Três comediantes decidiram sair da curva e fazer esta peça. Comédia Vale Tudo é um espetáculo que une os talentos de Eduardo Mendonça (Gre-Nal é Gre-Nal, RBS TV), Lucas Sampaio (Coisas Que Porto Alegre Fala) e Thiago Prade (Alcemar e a Mascada Perdida). No palco cenas insanas, stand up comedy, improvisos, música e o que mais for necessário para a plateia rir. Ponha tudo em um liquidificador e sirva-se desta comédia feita no melhor estilo nonsense dos caras da Sunga do Tio Valdir (YouTube).
Classificação Etária: 14 anos
Duração: 70 min

20 e 21 de janeiro
“Lucas Krug Fazendo Tipo”
Sinopse: Lucas Krug traz de volta à cena seus personagens mais conhecidos. Sucesso no Youtube, na TV, agora em uma versão mais madura de seu trabalho e sob a direção de Néstor Monasterio. Num formato diferente, o espetáculo é mais teatral e os quadros dos personagens fogem do stand up comum, onde o ator se prende ao microfone e limita suas ações dramáticas, aqui, cômicas.
Duração: 1h15
Classificação etária: 14 anos

24, 25 e 26 de janeiro
“5º Andar, Por Favor”
Sinopse: Ana (Ingra) e Mauro (Heitor) embarcam para a viagem de suas vidas, sem limites para a imaginação, humor e emoção. Um encontro possível, mas improvável. Ana é batalhadora, despachada, boca-suja e feliz à sua maneira; Mauro é certinho, conservador, trabalhador e metódico. Também pensa que é feliz. Os dois se encontram no elevador da empresa onde trabalham. Nunca imaginaram que pudessem ir tão longe. “Quinto andar, por favor!” é uma comédia que vai do sorriso à gargalhada e faz um carinho no coração do público. Um espetáculo para quem sabe rir da própria vida. A ideia é fazer com que o público volte para casa feliz e curioso, com o que poderá acontecer na próxima vez que embarcar em um elevador. Seja para o andar que for.
Classificação: 14 anos
Duração: 1h10min

27 e 28 de janeiro
“Apareceu a Margarida”
Sinopse: A comédia Apareceu a Margarida, mostra uma professora no primeiro dia de aula de uma turma de 5a série, onde resolve expor suas idéias nada ortodoxas aos alunos(platéia). Ela fala de maneira cruel e polêmica sobre os fatos da vida:sexo, educação, morte, autoritarismo. Renato Del Campão dá vida à professora e juntamente com Eduardo Kraemer são vencedores dos Açorianos de melhor Ator e Direção em 2015 e Direção Braskem 2016.A peça já foi montada em mais de 30 países tendo sido enorme sucesso na pele de Marília Pêra e completa 9 anos de carreira pela Cia Teatrofídico.
Censura: 16 anos

2, 3 e 4 de fevereiro
“Hotel Rosashock”
Sinopse: “Hotel Rosashock” discute, através das diferenças aparentemente inconciliáveis entre suas personagens, a questão do preconceito, não só ante aquilo que não se conhece, mas também, ante aquilo que é inconcebível como estrutura social e estilo de vida. No decorrer da narrativa, revela-se a intolerância às diferenças sociais, raciais, culturais e sexuais, mas também ocorre uma transformação destes preconceitos em novas posturas, novas concepções, gerando novas formas de relacionamento, formando, assim, um panorama bastante rico do nosso mundo contemporâneo.
Duração: 90 minutos
Classificação: 14 anos

7, 8 e 9 de fevereiro
“O Que Terá Acontecido a Baby Jane”
Sinopse: Inspirado no filme de 1962, dirigido por Robert Aldrich, baseado no livro homônimo de Henry Farrell o diretor traz à cena a terrível história das irmãs Hudson. Jane Hudson é uma artista que, quando criança, ficou famosa e conhecida como Baby Jane. Depois de um acidente, ela caiu no ostracismo e, já adulta, vive trancafiada na casa que divide com sua irmã Blanche. Destinada a voltar aos palcos, a atriz vai tentar retomar o personagem que a fez famosa – nem que para isso precise passar por cima de algumas pessoas bem próximas. Três dos maiores comediantes de Porto Alegre, João Carlos Castanha, Lauro ramalho e Caio Prates vivem, respectivamente, Jane Hudson, Blanche Hudson e Elvira a criada. Vale lembrar que o mesmo elenco já foi dirigido por Zé Adão Barbosa em um grande sucesso dos palcos: “Escola de Sereias”.
Classificação: 12 anos
Duração: 70 minutos

10 e 11 de fevereiro
“Memórias de Uma Solteirona”
Sinopse: A comédia “Memórias de uma Solteirona” fala de uma quarentona independente, vendedora de mão cheia, que tem um entrave na sua vida: as pendências espirituais com Tia Gérdebra, uma freira que a mantém eternamente virgem. Mal amada etílica, porém persistente, conta com importantes aliadas nesta cruzada. Enquanto conta suas histórias entre aulas de pilates, bailes funk e festas de rodeio, entra na pele das criaturas hilárias que saltam da sua memória. O final não é tão óbvio, mas é, obviamente, feliz.
Classificação: 12 anos
Duração: 1h

14 e 15 de fevereiro
“Sete e 8ito Impermanências”
Sinopse: SeteOito – Impermanências é um espetáculo que dialoga entre a dança e o teatro, com cenas inspiradas em relações humanas do nosso cotidiano, tendo como característica a mudança de clima de uma cena para outra. Buscando, com isso, propor reflexões sobre a impermanência de qualquer situação em nossas vidas. É comum em uma aula de dança o professor, sinalizar o início de uma sequencia de movimentos contando em voz alta o final de um compasso de oito tempos: 5, 6, 7, 8 e 1. Em muitos ensaios, sobretudo em início de montagens, usamos o termo “7, 8” para iniciarmos os trabalhos. “Sete, oito” tornou-se significado de prontidão, ação imediata, objetividade.
Duração: 1h
Classificação etária: Livre

16, 17 e 18 de fevereiro
“Projeto Secreto – A Gaiola das Loucas”
Sinopse: Em sua quinta temporada, o espetáculo apresenta cinco drag queens que se reúnem para discutir os novos conceitos de família interpretando as personagens do clássico “A Gaiola das Loucas”.
Classificação: 12 anos
Duração: 80 minutos

Sobre o Sesc
Em 2016, o Sesc comemora 70 anos no Brasil e, no Rio Grande do Sul, a Instituição chega a estas sete décadas atuando em 100% dos municípios. Todas as 497 cidades recebem atividades sistemáticas da instituição em áreas como a saúde, esporte, lazer, cultura, cidadania, turismo e educação. Desta forma, o Sesc/RS desempenha o papel social assim como o Senac/RS o da qualificação profissional do Sistema Fecomércio-RS que atua em âmbito econômico, político e social pela constante qualificação e crescimento do setor terciário gaúcho.

Fonte: Pumaira Coronel – Usina de Notícias

Sobre Deco Rodrigues 6221 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*