Bennett back to Brooklyn VI no Diabluras em Pelotas

Rafael Bennett, cantor-compositor, intérprete, DJ e sócio proprietário da Máquina de Poeira, retorna às suas raízes urbanas e apresenta nesta véspera de feriado a sexta edição do evento entre as sombras do seu Brooklyn pelotense.

Depois de extensa turnê pela zona norte citadina, Bennett promete um retorno em que abandona as canções “camisa Ralph Lauren & sapatos Louis Vuitton” da arquitetura blasé para assumir dimensões mais modestas e desvelar as outras facetas de suas propensões musicais que transitam entre seus quatro pilares estéticos: Tom Waits, Vitor Ramil, Tim Burton e Bob Esponja Calça Quadrada.

“Rafael Bennett é apenas o cantor. É pelotense, têm trinta e dois anos, uma graduação em filosofia e uma qualidade musical da qual esse texto não consegue dar conta. Estabeleceu-se em Minas Gerais e lá encontrou Pelotas. Voltou mais pelotense e, de acordo com a própria saga, é um fantasma que flutua pela zona do porto.”

O músico promete uma ‘burlesca’ noite com culinária de qualidade, voz ‘afiada’, repertório desnatural, humor ácido e participações de peso.

Por: Martino Dasein.

Serviço:
O quê: show Back To Brooklyn VI, de Rafael Bennett
Quando: nesta quinta (14/11), às 21:05.
Onde: Diabluras Gastronômicas, na Rua Alberto Rosa, 302.
Couvert Artístico – £5,00 ( libras esterlinas).

Sobre Deco Rodrigues 6221 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.