Dois Textos Marginais, de Manoel Soares Magalhães

p10100031Ao ser lançado em 1995, pela Cultive Ler EdiçõesDois Textos Marginais, de Manoel Soares Magalhães, o público leitor pelotense não imaginou estar diante de uma obra que revolucionaria a literatura local. O pequeno livro – em páginas e em tamanho -, continha dois contos (Estoque de Doces Sonhos eCheiro de Bergamotade Pele Juvenil), os quais, pela forma como o autor os escreveu, provocariam perplexidade e estranheza.

Na apresentação, o escritor boliviano, José W. Montes, radicado em Pelotas, ganhador do Prêmio Casa de Las Américas, em 1987, com o livro Jonas e a baleia cor de rosa, anunciava que se estava diante de uma obra pouco comum, que exigiria uma leitura atenta, pois a complexidade da escrita assim o exigia.

Editora Livraria Mundial achou oportuno o relançamento do livro de Magalhães por considerá-lo um divisor de águas na literatura de Pelotas, e, também, para resgatar uma obra que se encontrava esgotada. Entendeu que Manoel Soares Magalhães, também conhecido como romancista, precisava ser revisto neste é que talvez um de seus mais complexos livros.Uma ótima dica de presente de Natal, não? Eu já comprei o meu para presentear meu sobrinho! Quem desejar adquiri-lo, pode entrar em contato com o site da Livraria Mundial.

Fonte: http://teardesentidos.blogspot.com

Sobre Deco Rodrigues 6288 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.