Mostra Mestres do Cinema Espanhol em Porto Alegre

Divulgação

O cineasta Cassio Tolpolar conversa com o público após o clássico O Anjo Exterminador, de Luis Buñuel, dia 25.

Até 30 de setembro, está em cartaz no Cine Santander Cultural a mostra Mestres do Cinema Espanhol, com obras representativas de cinco importantes diretores do país: Luis García Berlanga, que fez irônicas comédias de cunho político; Luis Buñuel, considerado o pai do cinema surrealista; Julio Medem, celebrado por seus filmes intimistas e de clima onírico; Carlos Saura, o renomado cineasta que dividiu sua carreira entre temas sociais e música; e Pedro Almodóvar, o mais relevante, premiado e popular autor dessas últimas três décadas, que, com seu estilo inconfundível, tornou-se referência para diversas gerações de realizadores.

Mestres do Cinema Espanhol

22 de set – ter

15h Fale com Ela Pedro Almodóvar
17h Tudo Sobre Minha Mãe Pedro Almodóvar
19h Volver Pedro Almodóvar

23 de set – qua
15h Vacas Julio Medem
17h O Esquilo Vermelho Julio Medem
19h Terra Julio Medem

24 de set – qui
15h O Carrasco Luis García Berlanga
17h Plácido Luis García Berlanga
19h Bem-vindo, Senhor Marshall Luis García Berlanga

25 de set – sex
15h Tristana Luis Buñuel
17h Viridiana Luis Buñuel
19h O Anjo Exterminador Luis Buñuel
Sessão comentada pelo cineasta Cassio Tolpolar

26 de set – sáb
15h O Esquilo Vermelho Julio Medem
17h Vacas Julio Medem
19h Terra Julio Medem

27 de set – dom
15h Volver Pedro Almodóvar
17h Fale com Ela Pedro Almodóvar
19h Tudo Sobre Minha Mãe Pedro Almodóvar

29 de set – ter
15h Tango Carlos Saura
17h Mamãe Faz 100 Anos Carlos Saura
19h Cría Cuervos Carlos Saura

30 de set – qua
15h Bem-vindo, Senhor Marshall Luis García Berlanga
17h O Carrasco Luis García Berlanga
19h Plácido Luis García Berlanga

MESTRES DO CINEMA ESPANHOL

PEDRO ALMODÓVAR

VOLVER
Volver, Espanha, 2006, cor, 121 min
Raimunda é uma bela mulher que tem um marido desempregado e uma filha adolescente. Como a família enfrenta problemas financeiros, ela acumula vários empregos. Sole, sua irmã mais velha, possui um salão de beleza ilegal e vive sozinha desde que o marido a abandonou para fugir com uma de suas clientes. As duas irmãs vivem situações inesperadas, melodramáticas, cômicas e emocionantes.
D, R: Pedro Almodóvar. CI: 14 anos. G: Comédia/ Drama. Oscar 2007: Indicado a Melhor Atriz. Festival de Cannes 2006: Melhor Atriz e Melhor Roteiro. Globo de Ouro 2007: Indicado a Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Atriz.

FALE COM ELA
Hable con Ella, Espanha, 2002, cor, 112 min
O filme trata do amor e da amizade a partir da historia de dois homens cujas vidas se cruzam no hospital de Madri onde estão internadas as mulheres que amam. O primeiro é Benigno, o enfermeiro de Alícia, uma bela jovem que está em coma há quatro anos. O outro é Marco, um jornalista que vela por sua amada, a toureira Lydia, igualmente em coma após uma tragédia.
D, R: Pedro Almodóvar. G: Drama/Romance. CI: 14 anos. Oscar 2003: Melhor Roteiro Original. Globo de Ouro 2003: Melhor Filme Estrangeiro. César 2003: Melhor Filme Europeu. Prêmio BAFTA, Reino Unido 2003: Melhor Roteiro Original e Melhor Filme em Língua Não-Inglesa.

Sessão comentada – 18 de setembro – 19h
Josmar de Oliveira Reyes – Doutor em Ciências da Comunicação e da Informação, Novas Tecnologias e Artes do Espetáculo pela Université de Paris III – Sorbonne Nouvelle (França), atualmente é professor do curso de Realização Audiovisual da Unisinos e do curso de Comunicação Social da UNISC. Ministra, desde 2012, o curso Todas as Cores de Pedro Almodóvar, sobre o cinema do diretor.

TUDO SOBRE MINHA MÃE
Todo Sobre mi Madre, Espanha, França, 1999, cor, 101 min
Esteban está escrevendo uma história chamada Tudo Sobre Minha Mãe e aguarda ansiosamente pelo seu aniversário de 18 anos, quando a mãe Manuela revelará quem é o pai biológico que ele nunca conheceu. Só que o rapaz morre num acidente na véspera. Ao ler as últimas linhas que Esteban havia escrito, sua mãe decide ir a Barcelona em busca do pai: um travesti que sequer sabe tê-la engravidado 18 anos antes.
D, R: Pedro Almodóvar. G: Drama. CI: 14 anos. Festival de Cannes 1999: Melhor Diretor e Prêmio do Júri Ecumênico. Oscar 2000 + Globo de Ouro 2000: Melhor Filme Estrangeiro. Prêmio BAFTA 2000: Melhor Filme em Língua Não-Inglesa e Melhor Diretor.

LUIS GARCÍA BERLANGA

BEM-VINDO, SENHOR MARSHALL
Bienvenido Mister Marshall, Espanha, 1953, P&B, 78 min
Villar del Rio é uma vila pacata, pobre e esquecida do interior da Espanha, onde nunca acontece nada fora da rotina. Mas a notícia de que uma comissão do Plano Marshall (campanha de ajuda norte-americana para a reconstrução da Europa pós-Segunda Guerra Mundial) passará pelo local provoca um autêntico pandemônio entre os habitantes, pois o prefeito decide disfarçar o povoado para melhor receber seus visitantes estrangeiros.
D: Luis García Berlanga. G: Comédia. CI: Livre. Festival de Cannes, França 1953: Prêmio de Melhor Filme (Comédia) e Menção Honrosa de Melhor Roteiro. Prêmio do Círculo de Roteiristas, Espanha 1954: Melhor Argumento Original.

PLÁCIDO
Placido, Espanha, 1961, P&B, 87 min
Numa pequena cidade espanhola, um grupo de senhoras decide celebrar a véspera de Natal convencendo cada família rica a convidar um sem-teto para a sua farta ceia. Um dos beneficiados é Plácido, o humilde proprietário de um veículo de carga, cuja família é obrigada a viver em um banheiro público por causa da falta de dinheiro para o aluguel.
D: Luis García Berlanga. G: Comédia. CI: Livre. Oscar 1962: Indicado a Melhor Filme Estrangeiro. Festival de Cannes 1962: Indicado à Palma de Ouro (Melhor Filme). Prêmio Sant Jordi, Espanha 1962: Melhor Filme, Diretor Espanhol e Ator Espanhol. Prêmio do Círculo de Roteiristas, Espanha 1962: Melhor Filme e Melhor Diretor.

O CARRASCO
El Verdugo, Espanha, Itália, 1963, P&B, 90 min
José Luis é um agente funerário casado com Carmen, a filha do carrasco Amadeo. Apesar de parecer um negócio lucrativo (o sogro mata e o genro enterra), o casal começa a enfrentar dificuldades financeiras e o rapaz é obrigado a assumir o mórbido trabalho de executor. Mas ele entra em desespero à medida que se aproxima o momento de encarar a sua primeira pena de morte.
D: Luis García Berlanga. CI: Livre. Festival de Veneza, Itália 1963: Indicado ao Leão de Ouro (Melhor Filme). Prêmio Sant Jordi 1963: Melhor Filme. Prêmio do Círculo de Roteiristas, Espanha 1964: Melhor Argumento Original.

LUIS BUÑUEL

O ANJO EXTERMINADOR

Divulgação

El Ángel Exterminador, México, 1962, P&B, 95 min
Depois de uma noite na ópera, o rico casal Edmundo e Lucia Nobile convida um grupo de amigos da alta sociedade para um jantar de alto nível em sua mansão. Após a extravagante refeição, eles percebem que estão aprisionados na sala de jantar e não conseguem deixar o local. Os dias passam e, pouco a pouco, as máscaras de civilidade caem, levando o grupo a viver como animais. Baseado na peça de José Bergamin.
D, R: Luis Buñuel. G: Fantasia. CI: 16 anos. Festival de Cannes 1962: Indicado à Palma de Ouro (Melhor Filme). Prêmio Bodil, Dinamarca 1963: Melhor Filme Estrangeiro. Prêmio dos Críticos de Cinema, México 1967: Melhor Atriz Coadjuvante.

Sessão comentada – 25 de setembro – 19h
Cassio Tolpolar – Cineasta que estreou como diretor com o curta-metragem Vênus. Cursou mestrado em Cinema pelo San Francisco Art Institute. Morou 11 anos nos Estados Unidos, onde dirigiu curtas, programas de TV e documentários. Voltou a Porto Alegre e dirigiu seu primeiro longa, o documentário Mamaliga Blues. Luis Buñuel foi o tema de sua tese de graduação, que compara a obra do espanhol com a do célebre grupo inglês Monty Python.

TRISTANA, UMA PAIXÃO MÓRBIDA
Tristana, México, Itália, França, 1970, cor, 105 min
A jovem órfã Tristana é entregue aos cuidados do experiente Don Lope. O relacionamento da jovem com seu tutor vai modificando-se com o tempo e logo se transforma num caso de amor. Mas Tristana vira uma mulher amarga e cruel por relacionar-se com um homem mais velho. A chegada do jovem pintor Horácio abala a vida do estranho casal. Baseado no livro de Benito Pérez Galdós.
D: Luis Buñuel. G: Drama. CI: 14 anos. Oscar 1971: Indicado a Melhor Fime Estrangeiro. Prêmio Sant Jordi 1970: Melhor Filme e Melhor Atuação num Filme Espanhol. Prêmio do Círculo de Roteiristas, Espanha 1971: Melhor Filme, Diretor e Ator.

VIRIDIANA
Viridiana, Espanha, México, 1961, P&B, 90 min
Às vésperas de ser ordenada freira, Viridiana passa alguns dias na mansão do seu pervertido tio. Obcecado com sua beleza, ele tenta seduzi-la de todas as maneiras. Isso faz com que Viridiana desista da vida religiosa para ir morar na mansão, onde, movida pelo espírito de caridade cristã, abriga e alimenta todos os mendigos da região. Baseado no livro de Benito Pérez Galdós.
D, R: Luis Buñuel. G: Drama. CI: 18 anos. Festival de Cannes 1961: Palma de Ouro (Melhor Filme).

JULIO MEDEM

O ESQUILO VERMELHO
La Ardilla Roja, Espanha, 1993, cor, 114 min
Quando tenta suicidar-se pulando de uma ponte, Jota, um decadente cantor de rock, acaba testemunhando o acidente de moto sofrido por uma bela jovem. Ele a socorre, mas percebe que o choque provocou amnésia total na garota, que não lembra nem o próprio nome. Jota aproveita a situação para criar um mundo fictício, convencendo-a de que são amantes a caminho do idílico Acampamento Esquilo Vermelho.
D, R: Julio Medem. G: Thriller/Romance. CI: 14 anos. Festival de Cannes 1993: Prêmio “Award of the Youth” (Melhor Filme Estrangeiro). Goya 1994: Prêmio de Melhor Trilha Sonora e indicações a Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante. Prêmio Sant Jordi 1994: Melhor Filme e Melhor Atriz Espanhola.

TERRA
Tierra, Espanha, 1996, cor, 125 min
Ángel acabou de ganhar alta de um hospital para doentes mentais e conseguiu emprego como exterminador de pragas. Ele é contratado para viajar até uma pequena cidade conhecida pela atividade vitivinícola, onde insetos estariam deixando as uvas com um estranho sabor de terra. Enquanto tenta fazer seu trabalho, o exterminador acaba se envolvendo com duas belíssimas mulheres da localidade.
D, R: Julio Medem. G: Drama. CI: 14 anos. Festival de Cannes 1996: Indicado à Palma de Ouro (Melhor Filme). Goya 1997: Prêmio de Melhor Trilha Sonora e Efeitos Especiais e indicações a Melhor Diretor e Atriz Estreante. Mostra de Cinema de São Paulo 1997: Menção Honrosa de Melhor Filme (Prêmio de Crítica).

VACAS
Vacas, Espanha, 1992, cor, 96 min
No País Basco (extremo norte da Espanha), um ato de covardia marca para sempre as famílias Irigibel e Mendiluce. Ao longo de três gerações – de 1875, durante as Guerras Carlistas, até o início da Guerra Civil Espanhola, em 1936 –, seus descendentes mantêm relações marcadas pela violência, pela rivalidade e por paixões proibidas.
D: Julio Medem. G: Drama. CI: 14 anos. Goya 1993: Prêmio de Melhor Diretor Estreante e indicações a Melhor Roteiro, Trilha Sonora e Efeitos Especiais. Prêmio Sant Jordi 1993: Melhor Filme de Estreia. Prêmio do Círculo de Roteiristas, Espanha 1993: Melhor Filme.

CARLOS SAURA

CRIA CUERVOS
Cria Cuervos, Espanha, 1976, cor, 107 min
Numa pequena e velha casa no centro de Madri, as irmãs Irene, Ana e Maite são criadas pela severa tia Paulina e pela avó muda e deficiente física, depois de perderem os pais de forma traumática. Com apenas nove anos, Ana acaba desenvolvendo uma estranha fascinação pela morte, chegando ao ponto de acreditar que pode provocar a morte de alguém apenas com sua força de vontade.
D, R: Carlos Saura. G: Drama. CI: 14 anos. Festival de Cannes 1976: Grande Prêmio do Júri e indicação à Palma de Ouro (Melhor Filme). Globo de Ouro, EUA 1976: Indicado a Melhor Filme Estrangeiro. César, França 1977: Indicado a Melhor Filme Estrangeiro. Prêmio Sant Jordi 1976: Indicado a Melhor Filme.

MAMÃE FAZ 100 ANOS
Mamá Cumple Cien Años, Espanha, França, 1979, cor, 100 min
Analisando de maneira sarcástica a sociedade espanhola durante o regime do General Franco, o filme apresenta uma família que resolve aproveitar o aniversário dos 100 anos da matriarca para planejar sua morte e apoderar-se da herança. Porém, apesar de fragilizada e doente, a centenária “mamá” ainda possui um caráter forte, impondo sua presença e autoridade frente aos individualistas e gananciosos filhos.
D, R: Carlos Saura. CI: 14 anos. Oscar 1980: Indicado a Melhor Filme Estrangeiro. Prêmio Sant Jordi 1980: Melhor Atuação num Filme Espanhol. Festival de San Sebastián 1979: Prêmio Especial do Júri. Prêmio do Círculo de Roteiristas, Espanha 1979: Melhor Atriz Coadjuvante.

TANGO
Tango, Espanha, Argentina, 1998, cor, 115 min
Para esquecer seu casamento fracassado, o renomado diretor Mário Suárez mergulha de cabeça na produção de um filme sobre tango. Ao procurar por um novo talento, é convencido pelo principal investidor da produção a fazer um teste com a bela e talentosa dançarina Elena. Não demora muito para que Mário e Elena se envolvam num apaixonado caso de amor, mas este vira um jogo
G: Drama/Musical. CI: 14 anos. Oscar 1999: Indicado a Melhor Filme Estrangeiro. Festival de Cannes 1998: Grande Prêmio (Melhor Fotografia). Globo de Ouro 1999: Indicado a Melhor Filme Estrangeiro. Goya 1999: Prêmio de Melhor Som e indicação a Melhor Fotografia.

SERVIÇO
Exclusivamente para as exibições de filmes de Pedro Almodóvar (todas as sessões dos dias 18, 22 e 27 de setembro), será cobrado preço único promocional de R$ 4,00.
Programação regular: R$ 10,00
Pessoas acima de 60 anos e estudantes (programação regular): R$ 5,00
Funcionários e clientes Santander têm entrada franca nos dias de programação regular (ingressos limitados).
Domingo em Família: entrada gratuita
Associados SESC, em junho, pagam meia-entrada
Programação sujeita a alteração
85 lugares – Dolby Digital
Ar-condicionado
Acesso para portadores de necessidades especiais

Cine Santander Cultural ecine@santander.com.br
Envie um e-mail para scultura@santander.com.br com o assunto CADASTRO PORTO ALEGRE e receba nosso newsletter semanal.

Santander Cultural
Rua Sete de Setembro, 1028 | Centro Histórico
Porto Alegre RS Brasil 90010-191
Telefone: 51 3287.5500
scultura@santander.com.br | www.santandercultural.com.br

Horário de funcionamento
Ter a sábado, das 10h às 19h
Domingos e feriados, das 13h às 19h
Bilheteria: ter a dom, das 14h às 19h

Sobre Deco Rodrigues 6229 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.