Mostra “Os Teóricos Artrópodes” inaugura em Porto Alegre

Os Teóricos Artrópodes - Crédito: Leo Felipe

Galeria Ecarta recebe exposição que propõe abordagem lúdica de teorias estéticas e científicas.

Na sexta-feira, 11 de março, às 19h, inaugura a primeira mostra da temporada 2016 da Galeria Ecarta: Os Teóricos Artrópodes: Metodologias e Práticas de Pesquisa em Campo Avançado (ou Uma Noite na Ilha dos Museus). O que começou, em meados de 2015, como um grupo de pesquisa formado por artistas e pensadores de distintas áreas transformou-se em um projeto colaborativo. Os participantes são Alexandre Navarro Moreira, Celina Alcântara, Chico Machado, Cristiano Rieck, Leo Felipe, Giancarlo Lorenci, Luciano Zanatta, Tula Anagnostopoulos e Zeca Azevedo.

Os Teóricos Artrópodes - Crédito: Leo Felipe
Os Teóricos Artrópodes – Crédito: Leo Felipe

A partir de um imaginário emprestado da ficção-científica, com seus discursos de pseudociência, o projeto foi concebido como uma exposição contendo uma série de performances que promovem o entrecruzamento de diferentes linguagens e meios artísticos. São trabalhos que se colocam entre as artes visuais, o vídeo, a performance, a música, a arte sonora, a literatura, a poesia, os quadrinhos e o teatro. Uma narrativa ficcional bem-humorada envolvendo insetos cientistas do futuro que investigam a ruína da Civilização Ocidental serve de pano de fundo para uma discussão sobre questões que abrangem sobretudo metodologias e práticas da pesquisa artística. “Imagine se, no futuro, em virtude de uma mutação, insetos adquirissem inteligência. E imagine se eles, que provavelmente sobrevirão aos humanos, decidissem investigar a falência do projeto civilizatório do Ocidente a partir de suas próprias ruínas. Insetos devem perceber o mundo de um modo muito diferente do nosso. Então imagine o tipo de conclusão a que uma investigação como esta chegaria”, comenta o curador e diretor artístico da Galeria Ecarta, Leo Felipe.

Uma questão central no projeto é a tentativa de aproximação entre teoria e prática a partir de uma abordagem lúdica e colaborativa. Os Teóricos Artrópodes percebem a arte como uma ferramenta epistemológica tão importante quanto a ciência e compartilham das mesmas concepções de artistas ligados aos movimentos de vanguarda do século XX: privilegiam mais os processos investigativos que geram as obras do que a busca de resultados precisos.

Conforme explica o artista Chico Machado, a colaboração é fundada a partir da utilização de conceitos, operações criativas e princípios criadores comuns, buscando relações não ilustrativas e evitando a tradução de uma linguagem em outra. “Tais procedimentos são da ordem da colagem, do cut-up, da bricolagem e da associação livre de ideias. Assim, as relações entre essas diversas linguagens e estímulos se dão a partir da sua origem operatória comum, onde o acaso, a divergência, a estranheza e a intuição determinarão tais encontros”, resume.

VISITAÇÃO E PERFORMANCES
A exposição fica em cartaz na Galeria Ecarta até 24 de abril e a visitação pode ser feita de terça a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 20h; e domingo, das 10h às 18h. E, a partir de 18 de março, todas as sextas-feiras, às 19h, os Teóricos Artrópodes promoverão performances que incluem manipulação de objetos sonoros, vídeo-performances, leitura e produção de relatórios, entre outras ações com participação de convidados.

Abaixo, a expressão “teoria artrópode”, usando o Artropobeto, a escrita dos Teóricos Artrópodes.

GALERIA ECARTA | Exposição
Os Teóricos Artrópodes: Metodologias e Práticas de Pesquisa em Campo Avançado (ou Uma Noite na Ilha dos Museus)
Participação de Alexandre Navarro Moreira, Celina Alcântara, Chico Machado, Cristiano Rieck, Leo Felipe, Giancarlo Lorenci, Luciano Zanatta, Tula Anagnostopoulos e Zeca Azevedo
Onde: Galeria Ecarta (Av. João Pessoa, 943, Porto Alegre)
Abertura: 11 de março de 2016, sexta-feira, 19h
Performances: a partir de 18 de março, todas as sextas-feiras, às 19h, até o encerramento da exposição
Visitação: até 24 de abril de 2016, de terça a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 20h; e domingo, das 10h às 18h
Quanto: Entrada franca
Informações: 51 4009. 2971 e www.ecarta.org.br

Fonte: Jornalista Dóris Fialcoff

Sobre Deco Rodrigues 6469 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*