Oficinas e Diálogos marcarão o 4º Encontro de Teatro

Além das apresentações teatrais, uma série de oficinas e diálogos voltados ao setor marcarão a realização da 4ª edição do Encontro de Teatro de Pelotas. A programação tem por objetivos discutir os rumos da arte e políticas públicas e, ainda, proporcionar uma interessante troca de experiência entre os envolvidos. Para ministrar as oficinas, a organização do evento conta com nomes de peso na área teatral, como é o caso da atriz e diretora Barthira Franco, do teatrólogo Valter Sobreiro Junior, do professor e diretor teatral Paulo Gaiger, entre outros.

47966eccde5f3f201be49204fee99d0eConfira a Programação completa:

Escrita Corporal
Dia: 18/11
Horário: 9h – 12h
Local: Bistrô da SECULT – com entrada pela rua Lobo da Costa
Ministrante: Barthira Franco – Atual diretora do Teatro Escola de Pelotas. O TEP, fundado em 1914, tem intensa e grandiosa trajetória no cenário cultural em Pelotas. Em 2004 foi agraciado com troféu do Instituto Estadual de Artes Cênicas (IEACEN) pelos 90 anos de trabalho e contribuição ao teatro gaúcho.
Programa:
Alongamento/Aquecimento;
Exercício: desenhando o espaço;
Exercício: colorindo o texto;
Exercício: descobrindo o movimento;
Apresentação final.
Requisito: Cada ator deverá comparecer à oficina munido de um monólogo de, no mínimo 60 e no máximo 90 segundos (memorizado), e um pedaço de tecido leve, de aproximadamente 1,50m X 2,00m (ou um lençol de solteiro, sem elásticos).

Performance-me
Dia: 19/11
Horário: 9h – 12h
Local: Bistrô da SECULT – com entrada pela rua Lobo da Costa
Ministrante: Alexandra Dias – Artista da performance, bailarina e professora. Mestre em Artes Cênicas na UFRGS e professora do Curso de Dança-Licenciatura da UFPel. Desenvolve trabalhos por meio de performances solo e também com o grupo Projeto MAX. Foi estudante e posteriormente professora na International Peoples’s College, na Dinamarca e atualmente é professora dos cursos de Teatro e Dança da UFPel.
Programa:
Performance-me: As artes da cena e o trabalho de composição, pensados a partir do processo autobiográfico e da arte de performance como território.
Requisito: trazer consigo alguns objetos relacionados com as suas mitologias e iconografias pessoais, incluindo adereços, figurinos, perucas, chapéus, máscaras, ou outros materiais que considerarem significativos na sua trajetória pessoal.

Expressão Corporal
Dia: 20/11
Horário: 9h – 12h
Local: Bistrô da SECULT – com entrada pela rua Lobo da Costa
Ministrante: Paulo Gaiger – Ator e diretor teatral. Doutor em Educação (Universidade de Deusto, Espanha), Mestre em Ciências do Movimento Humano – ESEF/UFRGS. Professor Adjunto do Curso de Teatro da UFPel.
Programa:
Expressão corporal e presença corporal;
Ritmo, equilíbrio, foco, interação;
Criatividade, observação e capacidade reflexiva;
Sociabilização, iniciativa, autoconfiança, sensibilidade e a percepção de si e do outro;
Relaxação;
Consciência proprioceptiva e extereoceptiva.

Além destas oficinas, que acontecerão pela manhã, a programação do 4º Encontro de Teatro de Pelotas oferecerá uma oficina/curso de 36 horas, com certificação própria sobre Dramaturgia, com o premiado diretor Valter Sobreiro Junior. A oficina tem natureza teórico-prática, onde os alunos, a partir do conhecimento da estrutura dramática e do formato do roteiro teatral contemporâneo, serão estimulados a desenvolver textos originais e adaptados, num processo que será acompanhado pelo ministrante.

Dramaturgia
Início: 18/11 (serão nove encontros com duração diária de 4h)
Horário: 14h – 18h
Local: SECULT – com entrada pela Rua Lobo da Costa
Ministrante: Valter Sobreiro Junior está ligado ao teatro gaúcho há quase 49 anos. Participou de cerca de 60 espetáculos, muitos deles com circulação nacional, atuando como diretor, dramaturgo, cenógrafo e iluminador. Recebeu 25 prêmios individuais, liderando grupos como Teatro Universitário, Grupo Experimental de Teatro, Teatro dos Gatos-Pelados, Grupo DESILAB, Teatro Escola de Pelotas (1972-2004) e Teatro Permanente da UCPel (1997-2008).

Diálogos
Os temas escolhidos para Diálogos e debates programados para esta edição do Encontro de Teatro são:
Rumos do Teatro em Pelotas: diretores, produtores, atores, técnicos estão convidados a, por meio de uma conversa, dialogar os rumos, estratégias e planos de ação para a arte do Teatro em Pelotas.
Dia: 18/11
Horário: 18h30
Local: Bistrô da Secretaria de Cultura, com entrada pela rua Lobo da Costa

Políticas públicas para o teatro: Neste diálogo os artistas serão convidados a participar de um diálogo sobre os meios públicos e privados de formas de fomento a arte do teatro, como o PROCULTURA, e outras leis de incentivo.
Dia: 19/11
Horário: 18h30
Local: Bistrô da Secretaria de Cultura, com entrada pela rua Lobo da Costa

Ensino formal e não formal em teatro: As formas encontradas para a formação profissional do artista de teatro serão enfocadas neste diálogo.
Dia: 20/11
Horário: 18h30
Local: Bistrô da Secretaria de Cultura, com entrada pela rua Lobo da Costa

Além de oficinas e diálogos o 4º Encontro de Teatro de Pelotas apresentará cinco esquetes teatrais de grupos de Pelotas e região. Sendo elas:

Esquete: “Miguel e Beatriz pela natureza feliz”
Grupo: Atores Vinícius Bochi e Fabiana Santos
Dia: 18/11
Horário: 10h30min
Local: Colégio Dr. Franklin Olivé Leite

Esquete: “À procura de um vendedor de queijos”
Grupo: Grupo Teatral Fingini
Dia: 18/11
Horário: 20h
Local: Bistrô da Secretaria de Cultura

Esquete: “Perdoa-me por me traíres”
Grupo: Companhia Pelotense de Repertório
Dia: 18/11
Horário: 21h
Local: Bistrô da Secretaria de Cultura

Esquete: “Constância e Hortência”
Grupo: Companhia Pelotense de Repertório
Dia: 19/11
Horário: 20h
Local: Bistrô da Secretaria de Cultura

Esquete: “O beijo no asfalto”
Grupo: Grupo Teatro UFPel
Dia: 19/11
Horário: 21h
Local: Bistrô da Secretaria de Cultura

Para encerrar o 4º Encontro de Teatro de Pelotas, no sábado, dia 20, a organização este ano, trará o espetáculo “O Sobrado”, do grupo O Cerco, de Porto Alegre. “O Sobrado” é uma adaptação cênica de sete capítulos homônimos dos dois volumes intitulados “O Continente” que constituem a primeira parte da obra literária “O Tempo e o Vento”, de Erico Veríssimo.
Apontado pela crítica como um dos destaques do teatro gaúcho desde o ano de sua estreia (2008), o espetáculo conquistou importantes prêmios e o reconhecimento da sua qualidade artística. A direção é da professora Dra. Inês Marocco e conta com cenografia de Élcio Rossini, figurinos de Rô Cortinhas e iluminação de Cláudia De Bem, profissionais de reconhecido mérito.
Os ingressos para este espetáculo serão distribuídos gratuitamente a partir do dia 10 de novembro, na administração do Theatro Sete de Abril.

Fonte: pelotas.com.br

Sobre Deco Rodrigues 6164 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.