Theatro Sete de Abril: 176 anos de Arte!

tp

Um dos símbolos culturais do município completa neste próximo mês de dezembro, mais um ano de vida: trata-se do Theatro Sete de Abril, um dos mais antigos do país em funcionamento e o primeiro teatro a ser construído no Rio Grande do Sul. O Theatro recebeu este nome para prestar uma homenagem à data em que o imperador Dom Pedro I abdicou do trono em favor de seu filho, Pedro II, fato histórico considerado como uma segunda independência do Brasil. A inauguração se deu em 2 de dezembro de 1833, data em que Dom Pedro II, fazia aniversário.
Em justo reconhecimento à importância do prédio e ao significado do Theatro para o mundo artístico e cultural do município, em 1972 o Theatro recebeu o tombamento por parte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 1979, foi municipalizado.

Ao longo dos anos, o Theatro Sete de Abril firmou-se definitivamente como o espaço público que busca incentivar e fomentar todos os tipos de manifestações artísticas e culturais do município. Neste sentido desenvolve uma série de projetos próprios ou em parcerias, onde busca dar visibilidade ao que é produzido aqui. Este é o caso dos Projetos Sete ao Entardecer, Sete Imagens e Cena Literária, onde a comunidade pode apreciar, a custo zero, os mais diferentes matizes da cultura local. O mais tradicional dos palcos pelotenses já abrigou grandes nomes do cenário artístico nacional e internacional, por intermédio de apresentações memoráveis.

Para este início de dezembro, a direção do Sete de Abril preparou uma intensa programação alusiva aos 176 anos de existência e de fomento às artes.

Confira a programação de aniversário:

1º/12 – Abertura da Exposição denominada “Arte no Sete”, tendo por local o Memorial Theatro Sete de Abril, ás 20h.

2/12 – Espetáculo “Uma Noche em México”, do artista Gauer Carrasco, ás 21h;

03/12 – Espetáculo teatral infantil denominado “Filhote de Cruz Credo”, ás 15h;

03/12 – Apresentação do espetáculo teatral “Dez (quase) Amores”;

04/12 – Encerramento e premiação do 1º Festival Manuel Padeiro de Cinema e Animação;

05/12 – Apresentação do Espetáculo “Projeto carinho: Doze anos de oportunidades e realizações”, onde participam grupos de dança das Escolas Autonomia do Ser, Louis Braille , Alfredo Dub e Apae/Pelotas.

Fonte: Prefeitura Municipal de Pelotas
Foto: Rafael Amaral

Sobre Deco Rodrigues 6376 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.