Unplugged – Noite doce no rock pelotense por Vicente Pimentero

Para aqueles que tiveram o privilégio de assistir aos shows do último domingo 04 de março no bar João Gilberto, fica a versatilidade apresentada por duas apostas do rock local, que tocaram na íntegra para um público jovem e seguidor de ambas as bandas, com produção de e-cult mídia ativa.

Lara Rossato abriu a noite com dois violões sincopados entre baladas e temas curtos de rockabilly juntamente com a simplicidade exata de um bongô que fez abandonar a doce agressividade de seu rock se transpondo a canções genuínas de uma cantora que aqueceu a voz e mostrou a sua força cantando as principais músicas de seu disco e de seu momento. A meu ver, o pico alto do show foi com a participação de Toni Konrath e o duo de vozes nas canções muito bem escolhidas. Lara é rockeira, Lara é latina.

Vade Retrô veio de mansinho não. Mesmo com dois violões e um baixo conseguiram fazer tremer as bases em algumas partes claves do show. Muito interessante o mapa de palco, e principalmente a entrega dos músicos. Não se deixaram persuadir pela proposta “desplugada” e com um som compacto, comandado muitas vezes por uma bateria viva e voraz, conseguiram dar a suas composições uma cara diferente que abre um leque de conceitos estéticos e musicais para o futuro da mesma.

Texto: Vicente Pimentero

O comportamento semi-acústico ou eletro-acústico deixa qualquer artista em confronto com ele mesmo, com sua obra, com o desafio de experimentar novas leituras sem perder a ternura e a loucura jamais.

Fotos Lara Rossato e Vade Retrô em Show Acústico no João Gilberto via Facool.

 

Sobre Deco Rodrigues 6469 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.