Exposição Antes do Azul, de Romy Pocztaruk, está em cartaz em Porto Alegre até março

Para receber a exposição, a galeria do Instituto Ling foi transformada em uma sala de cinema Crédito da foto: Maciel Goelzer

A mostra é composta por um curta-metragem estrelado pela cantora e atriz Valéria, com texto de Daniel Galera, além de fotos em alta dimensão e cartazes. O filme está sendo exibido em looping na galeria do centro cultural e pode ser visto gratuitamente durante todo o período de visitação.

A exposição Antes do Azul, de Romy Pocztaruk, segue em cartaz no Instituto Ling, em Porto Alegre, até o dia 21 de março. A mostra tem proposição curatorial de Gabriela Motta e pode ser conferida com entrada franca de segunda a sexta-feira, das 10h30 às 22h; e sábados, das 10h30 às 20h.

Crédito da foto: Maciel Goelzer

A exposição é composta pelo filme Antes do Azul, criado especialmente para fazer parte desta mostra, e também por duas fotos em grandes dimensões e dois cartazes. Com duração de 13 minutos, o curta-metragem tem sido exibido em looping na galeria do centro cultural para que o público possa assistir à novidade durante todo o período de visitação. A obra propõe a imaginação de um futuro para além dos avanços tecnológicos e tem direção de Romy Pocztaruk, texto de Daniel Galera e é estrelado pela cantora e atriz Valéria, além de contar com Larissa Ely na direção de produção, Lívia Pasqual na direção de fotografia; trilha original, desenho de som e montagem de Caio Amon; ilustração de Matheus Heinz e montagem de Leonardo Michelon.

Para exibir o curta, o espaço da galeria do Instituto Ling foi transformado em uma sala de cinema. O ambiente conta com uma ampla cortina de veludo azul, meia parede com uma pintura especial em cinza chumbo e cadeiras longarinas de madeira, típicas dos cinemas mais tradicionais.

“Durante pouco mais de dez minutos, seremos submetidos a uma sequência de cenas sutilmente narrativas e radicalmente sensoriais, um jorro de imagens-pensamento sobre a existência e a violência, sobre a passagem do tempo, sobre tecnologias de morte, sobre a potência de corpos animais e minerais, sobre a arte como possível rastro a ser deixado pela humanidade quando ela mesma não sobreviver à sua onipotência”, explica a crítica de arte Gabriela Motta em sua proposição curatorial.

Sobre a artista
Em diversos suportes, Romy Pocztaruk (1983, Porto Alegre, Brasil) lida com simulações, refletindo sobre a posição a partir da qual a artista interage com diferentes lugares e com as relações entre os múltiplos campos e disciplinas da arte. Diversas vezes premiado, o trabalho da artista está presente em coleções como as da Pinacoteca do Estado de São Paulo e do Museu de Arte do Rio. Ela participou da 31ª Bienal de São Paulo com a série A Última Aventura, em que investiga vestígios materiais e simbólicos remanescentes da construção da rodovia Transamazônica, um projeto faraônico, utópico e ufanista relegado ao abandono e ao esquecimento. Suas principais exposições individuais foram Geologia Euclidiana, Centro de Fotografia de Montevideo (Uruguai, 2016), e Feira de Ciências, Centro Cultural São Paulo (2015). Entre as principais exposições coletivas, estão Convite à viagem: Rumos Itaú Cultural, Itaú Cultural (São Paulo, 2012); Region 0. The Latino Video Art Festival of New York (Nova York, 2013); a 9ª Bienal do Mercosul (Porto Alegre, 2013); a 31ª Bienal de São Paulo (2014); BRICS, Oi Futuro (Rio de Janeiro, 2014); POROROCA, Museu de Arte do Rio de Janeiro (2014); Uma coleção Particular: Arte contemporânea no acervo da Pinacoteca, Pinacoteca do Estado de São Paulo (2015); Télon de Fondo, Backroom Caracas (Venezuela, 2015).

Sobre a propositora curatorial
Gabriela Kremer Motta (1975, Pelotas, Brasil) é curadora, crítica e pesquisadora em artes visuais, doutora em Teoria, Ensino e Aprendizagem da Arte pela USP (2015) e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). Atualmente, é bolsista PNPD junto ao PPG do Centro de Artes da UFPEL (2016 – 2020). Entre os projetos de reconhecidas instituições nas quais atuou estão o Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça – CNI-SESI/2019 e 2014; Rumos Itaú Cultural 2017/2018; Prêmio IP Capital Partners de Arte – PIPA 2019, 2017 e 2015; Rumos Itaú Cultural – Artes Visuais, edição 2011/2013 e edição 2008/2010; além de projetos com as instituições MAC – USP, MAC Niterói e Fundação Iberê Camargo. De 2008 a 2010, fez parte do grupo de críticos do Centro Cultural São Paulo. Em 2010, foi contemplada com a Bolsa Funarte de Estímulo à Produção Crítica em Artes Visuais.

A exposição tem tem patrocínio da Crown Embalagens e financiamento do Ministério da Cidadania, Governo Federal.

Exposição Antes do Azul
Com exibição do filme Antes do Azul em looping durante todo o período de visitação
Artista: Romy Pocztaruk
Proposição curatorial: Gabriela Motta
Período de visitação: até 21 de março de 2020
Local: Galeria do Instituto Ling (Rua João Caetano, 440 – Três Figueiras – Porto Alegre/RS)
Horário: de segunda a sexta-feira, das 10h30 às 22h e sábados, das 10h30 às 20h
Entrada franca

FICHA TÉCNICA
Antes do Azul (2019) – 4k, HD, color, sound, 13 min
Direção: Romy Pocztaruk
Estrelando: Valéria Houston
Texto: Daniel Galera
Direção de produção: Larissa Ely
Assistente de produção: Paula Ramos
Direção de fotografia: Lívia Pasqual
Trilha original e desenho de som: Caio Amon
Ilustração: Matheus Heinz
Figurino: Alice Floriano, Larissa Ely, Romy Pocztaruk, Humans and Aliens
Figurantes: Renata de Lélis, Camila Vergara, Thais Hagermann
Cenografia: Livia Pasqual e Romy Pocztaruk
Cabelo e maquiagem: Juliane Senna
Diretor de elenco: João Madureira
Motorista: Cássio Bulgari
Montagem: Caio Amon, Leonardo Michelon, Romy Pocztaruk
Primeiro assistente de câmera e operador: Deivis Horbach
Elétrica: Daniel Tavares
Finalização & Cor: Rafael Duarte
Design gráfico: Guss Paludo e Romy Pocztaruk

Música original
Fim dos Tempos
(Caio Amon / Romy Pocztaruk /Daniel Galera)
Voz: Valéria

Blue Echoes
(Caio Amon / Romy Pocztaruk /Daniel Galera)
Voz: Valéria

Agradecimentos: Luisa Kiefer, Linha, Prefeitura de Santa Tereza, Casio
Arquivos: NASA, Preelinger Archive, USA Atomic Energy Comission

Agendamento grupos e escolas: solicitações pelo e-mail educativo@institutoling.org.br ou pelo telefone (51) 3533-5700

Informações úteis
institutoling.org.br
www.facebook.com/InstitutoLing
www.instagram.com/Instituto.Ling
twitter.com/@InstitutoLing
Fone: 51 3533-5700
Email: instituto.ling@institutoling.org.br

Estacionamento: O Instituto Ling possui estacionamento pago, com 40 vagas, e bicicletário gratuito em dois pontos: um localizado dentro do estacionamento e outro na parte externa do prédio, com 32 vagas.

Transporte coletivo: O transporte coletivo de Porto Alegre conecta o centro cultural a diversas regiões da cidade de Porto Alegre. As linhas de ônibus mais próximas são: T2, T2A, T11, T11A, T12, T12A, T13, 344.2, 432, 671 e a lotação João Abbot.

Acessibilidade: o prédio do Instituto Ling foi projetado para propiciar comodidade e autonomia aos portadores de deficiência, além de oferecer excelente conforto térmico e acústico. O Instituto Ling possui o Selo de Acessibilidade da Prefeitura de Porto Alegre, conforme o Decreto nº 15.752 de 05 de dezembro de 2007, que atesta o atendimento da instituição às pessoas com diferentes características antropométricas e sensoriais, de forma autônoma, segura e confortável. O centro cultural oferece também a possibilidade de contratação de um intérprete de Libras, além do acesso à audiodescrição do acervo de artes visuais, dos espaços do prédio e paisagismo. Todo material de audiodescrição se encontra disponível em tablets fornecidos pelo Instituto Ling.

Ação educativa: o Instituto Ling conta com uma equipe de monitoria dedicada a realizar Ações Educativas para escolas ou grupos. As ações acontecem através de visitas guiadas e oficinas especialmente desenvolvidas a partir dos temas relacionados ao acervo e à exposição em cartaz. Também é possível realizar visitas técnicas, com foco no projeto arquitetônico e paisagístico do centro cultural. Para agendar uma visita, escreva para o e-mail educativo@institutoling.org.br ou ligue para (51) 3533-5700. Às instituições públicas ou filantrópicas, o centro cultural também oferece transporte gratuito, de acordo com a disponibilidade de agenda.

Sobre o Instituto Ling
Criado e mantido pela família Ling desde 1995, o Instituto Ling é uma instituição sem fins lucrativos voltada para a transformação da sociedade através da educação e da cultura. O Instituto Ling atua em três segmentos: Educação, Cultura e Saúde. Sua missão é promover o desenvolvimento humano e a evolução da sociedade através da disseminação de diferentes formas do conhecimento, da liberdade de pensamento, da valorização da cultura e da saúde. A abertura de seu Centro Cultural em Porto Alegre, no ano de 2014, ampliou e solidificou a atuação do Instituto, firmando-o como centro de referência na disseminação do conhecimento e do livre-pensar, fomentador da educação de excelência em seus múltiplos formatos e provedor de serviços e produtos culturais diferenciados, com elevado padrão de qualidade e estética.

Na área da saúde, o Instituto Ling estabeleceu parceria com o Hospital Moinhos de Vento, em 2015, para a implantação de um centro de referência no tratamento do câncer em Porto Alegre, e com a Santa Casa de Misericórdia, em 2019, contribuindo para a construção do novo prédio do complexo hospitalar em Porto Alegre. A família Ling, mantenedora do Instituto, é proprietária da “holding company“ Évora. O grupo empresarial produz e comercializa latas de alumínio para bebidas, não-tecidos de polipropileno (usados principalmente na produção de descartáveis higiênicos) e tampas plásticas para bebidas e produtos de higiene e beleza.

Fonte: Jéssica Barcellos Comunicação

Sobre Deco Rodrigues 6166 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*