Rodrigo dMart entre os finalistas do Prêmio Minuano de Literatura 2020

Foto: Renata Stoduto

Natural de Pelotas e atualmente morando na capital gaúcha, Rodrigo dMart é finalista no Prêmio Minuano de Literatura, na categoria de ilustração, com seu terceiro livro, o infanto-juvenil “Zeca Bum Chaminé Não é Vulcão”.

O Instituto Estadual do Livro (IEL), instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), divulgou as obras finalistas do Prêmio Minuano de Literatura de 2020.

O anúncio dos vencedores desta edição, que tem como patrono o escritor Sergio Faraco, ocorrerá no dia 6 de novembro, como parte da programação da 66ª Feira do Livro de Porto Alegre. A transmissão terá início às 19h, no canal do IEL no Youtube.

O livro ZECA BUM – CHAMINÉ NÃO É VULCÃO é o terceiro livro do escritor, músico e jornalista RODRIGO DMART e apresenta um conto sobre a realização de sonhos. A história trata de uma busca da concretização das crenças, apesar de que todos digam que sejam impossíveis.

Com o apoio de ilustração, fotografia, design, manipulação digital e reutilização de materiais reciclados, ZECA BUM – CHAMINÉ NÃO É VULCÃO conta uma fábula sobre a importância de se cultivar as aspirações e os desejos – superando obstáculos e aprimorando conhecimentos – até encontrar a oportunidade certa para alcançar os objetivos. Acreditar em si mesmo e dar asas à imaginação.

Um dos conceitos principais da narrativa do livro é a reciclagem, utilizada de forma artística por RODRIGO DMART. A arte gráfica do livro propõe uma experiência de cunho social e educativo, utilizando reciclagem de materiais junto com desenhos, fotografias, textos e manipulações digitais.

Foto: Renata Stoduto

Natural de Pelotas (RS), Rodrigo dMart é músico, jornalista e escritor. Pós-graduado em Desenvolvimento de Jogos Digitais (PUC-RS), atualmente cursa o mestrado em Educação Profissional e Tecnológica (IFRS).

É jornalista na ASCOM da Secretaria de Agricultura do RS e consultor de projetos na Imagina Conteúdo Criativo. Na música, criou a banda Doidivanas, projeto de fusão do rock com os regionalismos gaúcho e latino-americano. Com o grupo, lançou cinco álbuns, entre 1998 e 2017, sendo o mais recente “Próximos Distantes”. Em 2019, prepara seu trabalho musical AND.

Foi coordenador de Música e Artes Cênicas da Secretaria de Cultura de Pelotas. É autor da graphic novel “Um Outro Pastoreio”, em parceira com o ilustrador Indio San. Entre 2010 e 2013, realizou o projeto “O Último Homem na Lua” – com livro ilustrado, exposição de mídias digitais e ação educativa – ao lado do artista plástico Antônio Augusto Bueno e curadoria de Laura Castilhos, projeto financiado pelo Fumproarte, de Porto Alegre.

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Prêmio Minuano de Literatura

Fruto de parceria entre o IEL e o Instituto de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o Prêmio Minuano de Literatura busca reconhecer e ressaltar a produção literária do Rio Grande do Sul. Seu objetivo é contribuir com a divulgação das obras, além de incentivar a leitura e a produção escrita.

A premiação, que está em sua terceira edição, avaliou obras publicadas durante o ano de 2019. Os 24 finalistas concorrem em oito categorias: infantil, juvenil, poesia, conto, crônica, ficção: romance/novela, ilustração e especial.

O patrono

Sergio Faraco é um contista, cronista, tradutor e ensaísta nascido na cidade de Alegrete, em 1940. Após uma temporada no exterior, voltou ao Brasil em 1965, quando foi preso pela Ditadura Militar (1964-1985). Em 1970 publica Idolatria, seu primeiro livro de contos. O Chafariz dos Turcos, o primeiro livro de crônicas, foi lançado em 1990. Seu livro de contos Dançar Tango em Porto Alegre foi premiado pela Academia Brasileira de Letras em 1999 e, em 2014, entrou na lista de leituras obrigatórias para o vestibular da UFRGS.

Confira abaixo os finalistas de cada categoria:

INFANTIL

“Turma da Goiaba”, de Anderson LadoBeco, Editora AVEC

“Ora Bolas”, de Paula Taitelbaum, Editora Piu.

“Comadre Onça – Contos Brasileiros”, de Eleonora Medeiros, Editora Viapampa

JUVENIL

“O mapa da República”, de Susana Vernieri , Editora Libretos

“Enfim, capivaras”, de Luisa Geisler, Editora Schwarcz S.a

“Piratas à vista!”, de Samir Machado de Machado, Editora FTD

POESIA

“Fabulário”, de Ana Santos, Editora Confraria do Vento

“Corpo continente”, de Lorena Martins, Editora 7 Letras

“Mar lírico”, de Marlon Pires Ramos, Editora Après Coup – Escola de Poesia

CONTO

“Domanda Nísio”, de Emir Rossoni, Editora Telucazu

“Sombrio Ermo Turvo”, de Veronica Stigger, Editora Todavia

“Prosa Pequena”, de Amilcar Bettega, Editora Zouk

CRÔNICA

“O homem infelizmente tem que acabar”, de Clara Corleone, Editora Zouk

“Bula para uma vida inadequada”, de Yuri Al’Hanati, Editora Dublinense

“A inveja nossa de cada dia e outras reflexões crônicas”, de Marta Leiria, Editora Metamorfose

FICÇÃO: ROMANCE/NOVELA

“Os donos do inverno”, de Altair Martins, Editora Não Editora

“Controle”, de Natalia Borges Polesso, Editora Schwarcz S.a

“Mônica vai jantar”, de Davi Boaventura, Editora Não Editora

ILUSTRAÇÃO

“Zeca Bum – Chaminé não é vulcão”, de Rodrigo dMart , Ilustrações de Rodrigo dMart , Editora Imagina Conteúdo Criativo

“Bichos e lendas do nosso Brasil”, de Rosana Rios, Ilustrações de Maurício Negro, Editora Edelbra

“Tarraveta!”, de Carla Pilla, Ilustrações de Carla Pilla, Editora Independente

ESPECIAL

“O novo conservadorismo brasileiro”, de Marina Basso Lacerda, Editora Zouk

“Lenir de Miranda: pintura périplo”, de Icleia Borsa Cattani e Paula Ramos, Editora da UFRGS

“Teixeirinha: coração do Brasil”, de Daniel Feix, Editora Diadorim

Fonte parcial: cultura.rs.gov.br

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Sobre Deco Rodrigues 6469 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*