Coletivo de Autores promove oficinas gratuitas na Bibliotheca Pública Pelotense

Os escritores Joice Lima, Charlie Rayné e Olga Pereira ministram os encontros sobre criação de personagens e cultura africana.

O Coletivo Autores de Pelotas desenvolve atividades na Bibliotheca Pública Pelotense (BPP) até o dia 17/11. Além da feira itinerante #EuLeioPelotas Por Aí, que oferece mais de 40 títulos exclusivamente de autores pelotenses, de diversos gêneros literários, com até 25% de desconto sobre o preço vendido nas livrarias, o evento também fará uma roda de conversa com escritores, das 18h às 20h de sábado (9) e oferece oficinas gratuitas à população, entre outras ações.

Foto Arquivo Pessoal

Nesta quinta-feira, 7/11, Sessão de Autógrafos do livro de poesia “Ainda canta o Rouxinol”, de Carmen Jara, integrante do Coletivo Autores de Pelotas. Das 17h às 18h, na Bibliotheca Pública Pelotense.

Carmen Maria Maciel Jara Nascida em 7 de Outubro de 1948, na cidade de Pelotas. Pedagoga e poetisa. Pós-graduada em Ensino e Prática Pedagógica, Especialista em Educação Especial pela UFPel – Universidade Federal de Pelotas. Na Arte da Poesia, seu tema é o amor, retrata fragmentos desse sentimento, com sensualidade desnudando através das palavras, sentimentos e percepções do coração.

Foto Arquivo Pessoal

Ainda na quinta-feira (7), das 17h às 18h, a escritora Olga Pereira ministra oficina sobre o tema “Cultura africana e a busca pela sensibilidade entre os homens”. Olga tem oito livros publicados, entre eles: “DesHumanidade – A cultura do medo”, “Cicatrizes da Escravidão – da história ao silenciamento” e “Dias em que o ego precisou dormir cedo”.

Foto Arquivo Coletivo Autores de Pelotas

Sexta e sábado, a proposta inclui duas oficinas de Criação de Personagem. Na sexta, Módulo 1, o ator e escritor Charlie Rayné – autor de “Memorial de Amor Inquieto” e “A Mulher Borboleta e Outros Textos de Casulo” — ministra uma oficina teatral, das 16h às 18h. “Através de jogos dramáticos, vamos mergulhar na criação de emoções e construção de personagens”, antecipa Charlie.

O Módulo 2 ocorre no sábado, mesmo horário, com a atriz e escritora Joice Lima: “Processo de Criação Literária a partir dos Personagens”. “Talvez influenciada por minha formação em Teatro, trabalho muito a construção de personagens antes de partir para a escrita, propriamente dita. É o que vamos trabalhar nesta oficina”, adianta Joice, que é autora dos romances “Hortênsias de Agosto” (2018), “Uma Gaúcha em Madri (2008) e “Amor Doentio de Mãe” (2006). Embora se complementem, as duas oficinas são independentes entre si – é possível fazer apenas uma das duas.

As oficinas não têm limite de idade. As inscrições, gratuitas, devem ser feitas pelo e-mail euleiopelotas@gmail.com, especificando no “assunto” o nome da oficina ou do ministrante. Caso sobrem vagas, poderão ser preenchidas na hora. Os participantes receberão certificados com as horas trabalhadas.

Tambor na Bibliotheca
No domingo (10), Aleksander Aguillar conduz o bate-papo “Ritmo e Poesia no Beat e no Tambor Pelotense”, das 18h às 20h, que promete inundar as dependências do prédio histórico da Bibliotheca com a batida forte do tambor.

A programação continua na semana seguinte, de quinta a domingo.

Curta e siga #EuLeioPelotas no Facebook e no Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *