Duda Keiber lança seus hereges ao ar

O livro é a quarta publicação da série do Mandinga Editorial e tem financiamento através do Procultura de Pelotas.

O herege, O lobisomem do suco, A vidente, Dudinha Gaúcho e O Beijoqueiro são alguns dos seres nem tão fantásticos, mas cotidianos, que compõem o universo do novo livro de Duda Keiber. “O herege” tem lançamento marcado para terça-feira(4), a partir das 19h, no Laboratório Pizza Fondina (XV de Novembro, 758/762), em Pelotas.

Entre poemas, historietas e pensamentos, o livro traz um universo onde a mentira e a verdade se misturam numa síntese reflexiva sobre a humanidade, vida e morte, os mitos e crenças com muito humor e sagacidade. “O herege expõe nossa humanidade e suas maluquices, a forma como nos organizamos como coletividade e nos relacionamos com o planeta, tira onda com os dogmas e conceitos morais e propõe uma reflexão sobre o futuro do mundo”, conta Duda.

Duda Keiber – Foto Divulgação

Este é o terceiro título do autor, que em 2009 lançou O outro lado da palavra, e em 2012, Potchua Babuenka. No prefácio, assinado pelo músico Juliano Guerra, ele lembra que enquanto o Potchua se apresentava como um livro hermético e inclinado à metafísica, “O Herege” é um livro mundano. “Se ocupa da matéria, da vida cotidiana, do humor. É através desse humor, do nonsense, do surreal, que Duda vai pintando os retratos de uma sociedade caótica e seus subprodutos: personagens que têm em comum uma tendência à inadequação”, analisa Juliano.

Além dos textos, outro chamariz do livro é o conceito gráfico, feito com muito zelo e conceito pelos artistas Valder Valeirão e James Duarte. “Muito mais que textos dinâmicos, a ideia de fazer um livro bonito, atrativo, que traz heresias e brinca com as regras editoriais da capa à última página”, observa. O livro tem a apresentação de Bernardo Turela e é o quarto lançamento do Mandinga Editorial, financiado através do Procultura de Pelotas. O projeto já lançou Atrás da curva do vento, de Daniel Moreira, Outonos no chão, de Valder Valeirão, e Literatura sem destino, de Thomaz Teixeira da Costa. Em breve o livro Pimenta nos olhos, de Vicente Botti, encerra os cinco títulos do Mandinga.

Lançamento do livro “O herege”, de Duda Keiber
Quando? Terça-feira – 4 de junho de 2019
Hora? pós 19h
Onde? Laboratório Pizza Fondina – Rua XV de Novembro, 758/762 – Pelotas/RS

Poema do livro:

o herege

O herege surgiu
Na frente do espelho, surgiu
Com a cara de alguém conhecido
[rugiu

Era meia-noite…

Como um bicho na cerração
Sozinho na rua a vagar
Gilberto, seu nome vulgar
Um caos criativo

Tentou explicar pros etês
Jogou na sarjeta os porquês
Apontou o dedo pro mundo da moda
Audaz como alguns de vocês
Mandou desligar as TVs
O Gilberto é foda!

O herege voltou pra ficar
Queimou várias fotos só para não lembrar
Dum mundo já acontecido
[e foi deitar na rede…

Levou um atraque da Municipal
Por andar pelado na praça central
No futuro o homem será animal
O Gilberto é foda!

Fonte: Satolep Press

Uma resposta para “Duda Keiber lança seus hereges ao ar”

  1. Boas novas! O Duda é um grande artista, literato!! Gosto muito do trabalho dele, da pessoa dele, e não vejo a hora de ter este novo trabalho em minhas mãos!! Grande Duda Pelotas agradece a tua colaboração com a arte dessa cidade!
    Votos de SUCESSO (mais)!
    a propósito: morro de inveja de quem não leu ainda o Potchua Babuenka. É uma delícia esse livro!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *