10º Festival Internacional Sesc de Música: alunos são o destaque da segunda semana

Foto: Ronald Mendes

Recitais, concertos e Festival na Comunidade mostram o resultado de aulas e ensaios dos quase 400 alunos do Brasil e da América Latina.

Depois de uma semana inteira de aulas e ensaios, chegou a vez de os alunos serem as atrações principais do 10º Festival Internacional Sesc de Música, que acontece em Pelotas até esta sexta-feira (31/01). Apresentações do projeto Festival na Comunidade, recitais no Conservatório de Música da UFPel e concertos no Theatro Guarany permitem ao público conferir a qualidade dos quase 400 alunos selecionados, e o resultado de tantas horas de dedicação diárias.

As principais apresentações serão realizadas na quinta-feira (30/01), às 20h30, quando a Banda Sinfônica Acadêmica sobe ao palco do Theatro Guarany sob a regência do uruguaio Martin Jorge, e na sexta-feira (31/01), às 20h30, quando a Orquestra Sinfônica Acadêmica se une ao Grupo Tholl para o espetáculo de encerramento no Largo do Mercado Público: “É um repertório complexo, bonito e diversificado”, adianta o diretor artístico do Festival, maestro Evandro Matté, sobre os concertos.

Quem compareceu às primeiras grandes apresentações dos alunos – a Banda Sinfônica Acadêmica se apresentou na sexta-feira (24/01) e a Orquestra Sinfônica Acadêmica, no domingo (26/01) – já conseguiu comprovar o alto nível dos alunos. Regida pelo maestro islandês Gudni Emilsson, a Orquestra executou obras de Sibelius, Beethoven e Dvorak, com a participação da soprano japonesa Eiko Senda. Emilsson já regeu importantes orquestras de todos os continentes e atualmente é diretor artístico da Orquestra de Câmara de Tübingen e maestro titular da Filarmônica da Tailândia.

Sobre a experiência no Festival, Gudni Emilsson afirma que foi empolgante trabalhar com jovens de tantos locais diferentes e garante que a energia e o entusiasmo dos estudantes compensam o pouco tempo de experiência. O aluno peruano Olger Reyes foi o primeiro-violino da Orquestra: “É impressionante o quanto crescemos do primeiro dia de ensaio até a apresentação. Evoluímos muito. É por causa desse tipo de aprendizado que eu voltei ao Festival”, afirma o jovem músico que vem a Pelotas pela terceira vez.

As apresentações no Theatro Guarany, com uma programação que combina alunos e professores, acontecem sempre às 20h30. Os ingressos gratuitos podem ser retirados previamente na Bilheteria do Theatro (Rua Lobo da Costa, 489), das 9h às 12h e das 13h30 às 18h30. Também são disponibilizados 100 ingressos no dia das apresentações, uma hora antes do início, para quem não conseguiu fazer a retirada antecipada. Além disso, caso restem lugares no Theatro, os interessados serão acomodados pela organização do Festival.

Foto: Ronald Mendes

Os recitais dos alunos acontecem todos os dias, às 13h, no Conservatório de Música da UFPel. Não é necessário retirar ingressos. Os alunos tocam ainda em diversos locais como igrejas, rodoviária, hospitais, asilos, e no Castelo Simões Lopes Neto. As apresentações não servem apenas para o encantamento do público, mas são uma oportunidade para que os alunos mostrem a sua capacidade de expressão artística.

Nesta segunda-feira (27/01), um grupo de alunos de Choro foi ao Presídio de Pelotas. Além de levar um momento de cultura aos presos, a apresentação serviu de inspiração aos jovens músicos, que compuseram uma música para a ocasião. “Ter a oportunidade de tocar aqui nos faz imaginar, criar e conviver. A gente tinha planejado fazer um texto e acabou virando uma música, que se chama Recordar. A letra traz a questão da presença, de entender que as coisas são assim, mas que podemos transformar esse momento” disse a aluna Mariana Stédile.

Tradicional na cidade de Pelotas, o Festival Internacional Sesc de Música chega à sua décima edição se consolidando como parte do calendário do município. O evento reúne alunos que participam de aulas de 24 cursos, sendo 19 de instrumentos, canto lírico, composição, choro, prática de orquestra e prática de banda sinfônica, além de ensaios e apresentações. Ao todo, são 60 apresentações gratuitas para a comunidade.

A realização é do Sistema Fecomércio-RS/Sesc, com o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Pelotas e apoio cultural da Universidade Federal de Pelotas, Universidade Católica de Pelotas, Faculdade Senac, Bibliotheca Pública Pelotense, Unisinos, OSPA, Expresso Embaixador, Ecosul, Café 35 e Biri Refrigerantes. A programação completa pode ser conferida no site www.sesc-rs.com.br/festival.

Fonte: Natacha Gomes
Moglia Comunicação Empresarial

Sobre Deco Rodrigues 6166 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*