Villa-Lobos e chorinhos são tema do próximo concerto da Orquestra de Câmara da Ulbra

Foto: Carlos Macedo

No Domingo Clássico de setembro, a Orquestra de Câmara da Ulbra irá resgatar as raízes da música genuinamente brasileira – o choro. Com participação do bandolinista Elias Barbozae regência de Tiago Flores, o concerto será no dia 12 de setembro, às 19h, na Associação Leopoldina Juvenil (Marquês do Herval, 280 – Porto Alegre).

Desta vez, a apresentação será aberta ao público presencial, limitado a 350 lugares, respeitando as medidas de distanciamento e protocolos sanitários. Será exigida carteira de vacinação comprovando, pelo menos, o recebimento de uma dose. A entrada é franca e também haverá transmissão ao vivo pelo canal da Orquestra no YouTube.

Foto: Carlos Macedo

O programa inicia com a ária de Bachianas Brasileiras nº 5, seguida de Quarteto nº 1 (arranjo para Orquestra de Cordas),  ambas de Heitor Villa-Lobos. Na sequência, cinco conhecidos choros: Lamentos, de Pixinguinha; Escorregando Odeon, ambas de Ernesto Nazareth; Noites Cariocas, de Jacob do Bandolim; e o concerto se encerra com Apanhei-te Cavaquinho, também de Nazareth. Os choros terão solo de Elias Barboza, ao bandolim.

Compositor, arranjador, produtor e educador musical, Barboza é natural de Porto Alegre, já foi solista com diversas orquestras e é autor de três álbuns, sendo que seu disco Luminoso (2018) ganhou o Prêmio Açorianos de Música como melhor disco instrumental.

ORQUESTRA DE CÂMARA DA ULBRA – DOMINGO CLÁSSICO – SETEMBRO 2021
Data:Domingo (12/9)
Horário:19h
Local:Associação Leopoldina Juvenil (Marquês do Herval, 280 – Porto Alegre)
Entrada franca (capacidade 350 lugares, com distanciamento e respeitando protocolos sanitários. Será exigida carteira de vacinação comprovando, pelo menos, o recebimento de uma dose.)
Transmissão ao vivo pelo YouTube da Orquestra

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

PROGRAMA

HEITOR VILLA-LOBOS (1887-1959): Bachianas Brasileiras nº 5

– Ária

HEITOR VILLA-LOBOS (1887-1959):Quarteto n 1 (Arranjo: Orquestra de Cordas)

1- Cantilena – Andante

2- Brincadeira – Allegretto scherzando

3- Canto Lírico – Moderato

4- Cançoneta – Andantino quasi allegretto

5- Melancolia – Lento

6- Saltando como um Saci – Allegro

PIXINGUINHA (1897- 1973): Lamentos (Arranjo: Pedro Figueiredo)

ERNESTO NAZARETH (1863 -1934):Escorregando (Arranjo: Arthur Barbosa)

ERNESTO NAZARETH  (1863 -1934): Odeon (Arranjo: Rodrigo Bustamante)

JACOB DO BANDOLIM – (1918-1969): Noites Cariocas (Arranjo: Daniel Sá)

ERNESTO NAZARETH  (1863 -1934): Apanhei-te cavaquinho (Arranjo: Iuri Correa)

Solista: Elias Barboza – Bandolim

Regência: Tiago Flores

 

Fonte: Raphaela Donaduce Flores – Dona Flor Comunicação

Sobre Deco Rodrigues 6658 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*