Escola Projeto recebe Menção Honrosa no Prêmio Açorianos de Música

Homenagem pelos 30 anos de importante contribuição ao ensino e difusão da música no RS será realizada na próxima quarta-feira, durante a Cerimônia de entrega do prêmio, no Teatro Renascença.

Em sua 22ª edição, o Prêmio Açorianos de Música vai homenagear a Escola Projeto. Na cerimônia marcada para a próxima quarta-feira (27/3), a partir das 20h, no Teatro Renascença (Av. Erico Verissimo, 307), a instituição de Educação Infantil e Ensino Fundamental receberá uma Menção Honrosa por seu empenho na “difusão da música do Rio Grande do Sul”. O evento é aberto ao público e tem entrada franca.

Equipe de professores, coordenadoras e diretoras da Escola Projeto – foto Neca Baldi

A homenagem da mais prestigiada premiação às artes concedida no Estado é um reconhecimento em especial ao projeto Encontro com o Compositor, iniciativa que a Projeto realiza há mais de 18 anos para incentivar seus alunos a conhecer, estudar, pesquisar e envolver-se diretamente com os músicos de Porto Alegre e suas obras.

Em quase duas décadas de encontros, a Projeto já levou para dentro da sala de aula os principais nomes da música sulista, em atividades cuja tônica é a troca de experiências, informações e sensibilidades entre artistas, professores e pequenos estudantes. Em 2019, o convidado do Encontro com o Compositor é o cantor e pianista Yanto Laitano.

“Esse reconhecimento representa o resultado de uma iniciativa artístico-cultural exitosa idealizada pela Projeto, voltada à formação de plateia e à valorização da cultura. Seguimos um modelo de cidadania frente à arte local que é direcionada de forma destacada às crianças, mas que alcança também seus familiares, os professores da escola e a comunidade de Porto Alegre”, afirma Neca Baldi, uma das diretoras da Projeto.

“A honra é nossa por termos podido oportunizar à nossa comunidade escolar conviver nos últimos 18 anos com cada um desses músicos maravilhosos que aceitaram participar do trabalho na escola, redescobrindo suas obras”, comemora a também diretora Beth Baldi.

Em dezembro passado, a Escola Projeto comemorou seus 30 anos com um grande espetáculo no Auditório Araújo Vianna, reunindo mais de 20 artistas referenciais da música gaúcha que participaram do Encontro com o Compositor – como Hique Gomez, Arthur de Faria, Chico Saratt, Nei Lisboa, Gustavo Finkler, Nelson Coelho de Castro, Claudio Levitan, Bebeto Alves, Leo Henkin, Marcelo Delacroix, Tiago Flores, Gelson Oliveira, Antonio Villeroy, Monica Tomasi e Vitor Ramil. Os músicos Nico Nicolaiewsky e Giba Giba ganharam homenagens especiais nesse grande show – que teve direção e produção artístico-musical de Marcelo Delacroix e direção de produção executiva de Inês Hübner.

Entrega do Prêmio Açorianos de Música, com Menção Honrosa à Escola Projeto
Quando? 27 de março, a partir das 20h
Local> Teatro Renascença – Av. Erico Verissimo, 307 – Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues – Porto Alegre
Entrada Franca

Sobre a Escola Projeto
Site: http://escolaprojeto.g12.br 
Facebook: www.facebook.com/EscolaProjeto/
Instagram: @escolaprojeto

A Escola Projeto é uma instituição de ensino particular fundada em 1988, em Porto Alegre/RS, que atende a crianças de educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental (crianças de 1 a 10 anos). A Projeto acredita na força da educação, contemplando o indivíduo e o coletivo, o saber formal e as múltiplas manifestações culturais da sociedade. Para tanto, trabalha com na perspectiva do construtivismo – corrente filosófica que tem implicações ou influências em toda a atividade humana.

Esse conceito tem uma importância histórica para o ensino, porque traz uma mudança de olhar sobre o sujeito que aprende, compreendendo-o como sujeito ativo e pensante, capaz de aprender na interação com os objetos do conhecimento e com o outro.

Incentivando o fazer artístico-cultural em todas as faixas etárias, o planejamento da Projeto leva em conta o contexto cultural da cidade e tem como diferencial realizar atividades dentro e fora da escola, sendo muitas delas inclusive não computadas como horas-aula. Sua rotina cultural está estruturada em quatro eixos principais: a literatura, a música, o teatro e as artes visuais.

A conexão com as artes ganhou ainda mais corpo com a criação dos Sábados Culturais (eventos mensais fora da escola, que mobilizam as famílias a frequentar teatros, shows, espetáculos e exposições), com o projeto dos artistas homenageados (programa que trabalha a obra de músicos, artistas visuais e escritores dentro de sala de aula e com a participação dos próprios artistas) e, mais recentemente, com as Sextas Culturais (espetáculos de música, teatro, dança e performances em geral, voltados ao público adulto e realizados dentro da escola).

Fonte: Adriana Martorano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *