Lara Rossato e Sulimar Rass lançam “Da Raiz à Flor” em Pelotas

Neste sábado, 15 de junho, acontece o show de lançamento do Projeto “Da Raiz à Flor” com Sulimar Rass e Lara Rossato, no Dobe Black Speakeasy em Pelotas.

No repertório, clássicos da música folclórica latinoamericana e alguns dos novos nomes do cenário. “Da raiz à flor” é a união de dois incríveis artistas que descobriram em sua raiz e na flor de suas próprias canções um ideal de trabalho que certamente encantará quem ouvir e ver.

Lara Rossato subiu ao palco pela primeira vez aos 14 anos. E decidiu que ali seria o seu lugar. O resultado disso são mais de 10 anos de carreira, dois discos gravados e muitos shows. Recentemente lançou a canção “Fevereiro” em todas as plataformas digitais.

Sulimar Rass começou a tocar violão aos oito anos influenciado pelo pai, hoje é músico, compositor, professor de violão, produtor fonográfico, possui dois cds gravados, já acompanhou diversos artistas nacionais e internacionais, além de ter produzido e arranjado muitos discos. E igualmente a Lara, depois que subiu ao palco pela primeira vez, decidiu que ali seria o seu lugar.

Lançamento do Projeto Da Raíz à Flor
por Lara Rossato e Sulimar Rass
Data: Sábado, 15 de junho de 2019
Hora: 21h
Local: Dobe Black Speakeasy
(Rua Cidade de Viseu, 1860, Laranjal – Pelotas RS)
Entrada: R$ 30
Evento Facebook

Antecipados:
Estão à venda na RASS Escola de Música (Rua Pinto Martins, 428, Centro – Pelotas).
Os ingressos são limitados e não serão vendidos na hora e local do evento.
Informações:
Whatsapp/ Tim (53) 98111 6841

Foto: Valder Valeirão

Sobre o Projeto
Há um ditado que diz que a fruta nunca cai longe do pé, e isso é uma grande verdade! Boas sementes geram árvores de raízes fortes de lindas flores e belos frutos. E esta afirmação se materializa em formato de arte, de música, na voz marcante de Lara Rossato e no virtuoso violão de Sulimar Rass.

Casualmente dois filhos da fronteira, Brasil \ Uruguay e como se não bastasse, também conterrâneos. São ambos naturais da cidade de Dom Pedrito, interior do Rio Grande do Sul, ladeada por Bagé e Santana do Livramento, quase Uruguay. Criaram-se ouvido milongas, chacareiras, zambas, tangos e chamamés em vozes de grandes intérpretes e autores como Mercedes Sosa, Victor Jara, Violeta Parra entre outros.

Com o passar dos anos, buscaram centros maiores, se profissionalizaram e tomaram caminhos artísticos distintos. Obtiveram experiências musicais e influencias diversas que passaram pela música popular brasileira, jazz, rock e pop. E mesmo vivendo praticamente a mesma experiência, ela se deu em tempos diferentes o que fez com que viessem a se conhecer bem mais tarde. O que não impediu que descobrissem o quanto seus trabalhos e influências tinham em comum. Porém, só muito recentemente, como se o destino já estivesse traçado, se reencontraram e nasceu “Da raiz à flor”.

O projeto visa exatamente o resgate de obras de extrema importância e relevância para os dois artistas, músicas que fizeram parte de suas raízes musicais e que são referência para muitas gerações. Além destas obras clássicas do cancioneiro latino americano os artistas mesclam obras de uma nova geração de compositores latino americanos como Vitor Ramil, Jorge Drexler, Ricardo Pita, além de suas musicas autorais. “Da raiz à flor” é uma mescla da música de “raiz” do cancioneiro latino americano com obras autorais e também de novos ícones desta mesma vertente, com pitadas contemporâneas, “a flor”.

Acompanhe o projeto via facebook.com/daraizaflor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *