Ouça “Homem de Mal”, o novo álbum de Luciano Mello

Com participações de Marina Lima e Arthur de Faria, o músico, cantor e compositor pelotense lança seu terceiro disco solo.

Foto Divulgação

Em “Homem do Mal”, Luciano Mello se coloca em lado oposto ao chamado “homem de bem” em um trabalho político, com letras que se opõe ao atual governo brasileiro e suas políticas autoritárias.

Lançado nesta sexta-feira (31), o disco está disponível nas principais plataformas de streaming. O álbum conta com um total de 9 faixas, três delas já haviam sido lançadas como singles. Uma delas é a faixa de abertura, “Pra Ver o Caos”, que conta com a participação da cantora Marina Lima. Os primeiros versos demonstram um pouco do sentimento que conduz o trabalho.

“Eu tô quebrando tudo que é pra ver o caos, eu tô desconsolado e descontente
Eu tô com tanta raiva, eu tô rangendo os dentes, eu tô rangendo os dentes
Eu tô roubando a senha pra passar a força, e quase convertido a imprudência ”

Além da cantora, o álbum conta ainda com a participação do compositor e multi instrumentista Arthur de Faria em “Cuidado (Homem de Bem)”, uma provocação à ultra-direita. A Banda Cê, que ajudou Caetano Veloso em uma renovação na sonoridade entre 2006 e 2016, aparece em outras duas faixas. De Caetano ainda há uma versão de “Da Maior Importância”, originalmente gravada por Gal Costa em 1973.

Luciano Mello é produtor musical e também escreve músicas para produções teatrais. No seu trabalho solo já lançou os álbuns “Universo Barato” (2007) e “Histórias em Torno da Queda (2015), os EPs “Três Caetanos” (2009) e “Depois da Queda” (2018). Em parceria com Pedro Loureiro, Mello é autor da música “Dentro de Cada Um”, gravada por Elza Soares no aclamado álbum “Deus é Mulher”. Sobre essa colaboração foi publicado uma entrevista aqui no e-cult no ano passado.

Uma resposta para “Ouça “Homem de Mal”, o novo álbum de Luciano Mello”

  1. “essa música a gente vai dedicar, ou melhor, dedicar não por que não se dedica música a um crápula” eu não sei sei quem é o Luciano mello e a partir desta frase tirou todo meu interesse em saber quem é. Acho que respeito com as pessoas e respeito com as opiniões contrárias só faz bem! Um “músico” “artista” que começa com esse tipo de agressão já dá uma mostra de que tem poucos recursos cognitivos ou poéticos para trabalhar com arte! Tá aí o meu desinteresse, acho que tem gente mais capaz no momento! Votos de sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *