Pelotas recebe a turnê “80 años” de Raúl Barboza -Embaixador do Chamamé

Raúl Barboza, músico conhecido como Embaixador do Chamamé, retorna ao Brasil após duas décadas, apresentando o concerto “Raúl Barboza, 80 años”, dia 22 de maio (quarta-feira) na Bibliotheca Pública Pelotense. 

O evento celebra a importante trajetória musical deste que é considerado pela crítica um dos referentes no acordeón atual.

Raúl, brindará ao público toda a magia musical da mesopotâmia argentina através da sua expressividade e técnica no instrumento. Acompanhado pelo violonista argentino Nardo González e pelo acordeonista Alejandro Brittes, apresentarão em noventa minutos de espetáculo contendo obras autorais de Barboza, bem como, alguns clássicos do chamamé tradicional argentino.

O show terá a participação especial de artistas convidados como: Joca Martins, Juliana Spanevello, Ricardo Comassetto, Aluísio Rockembach, Vinícius Terres e Jari Terres. Também será transmitido ao vivo no programa Cantos de Luta e Esperança na Rádio Com 104.5 FM.

A turnê “80 años”, está sendo realizada nos estados do Sul do Brasil. Este projeto musical é uma iniciativa dos realizadores: acordeonista Alejandro Brittes e a produtora Magali de Rossi. Conta com a direção artística de Miguel Castilhos.

Em Pelotas, se soma na realização Ocho Bajos Music. O show conta com o apoio do Conservatório da UFPel e a Associação Amigos do Conservatório de Música (ASSAMCON).

Concerto – Raúl Barboza
Quarta-feira, 22 de maio às 20h
Bibliotheca Pública Pelotense – Praça Cel. Pedro Osório,103 – Pelotas
Ingressos: R$ 70 / R$ 35 para sênior/estudante (com carteira)
Os ingressos online já estão à venda na plataforma Sympla e em Stúdio CD´s, R. Gen. Neto, 1006-2 – Pelotas

Oficina de Violão – Nardo González
Quarta-feira, 22 de maio às 10h

Salão Milton de Lemos, Conservatório de Música da UFPel – Rua Félix da Cunha, 651 – Centro – Pelotas
Inscrições: ochobajos@gmail.com

Raúl Barboza gravou mais de 50 álbuns e participou de 9 filmes. Desde 1987, ele se estabeleceu na França, onde lançou o álbum “O chamamé”, tornando-se uma referência da música argentina na Europa. Seu álbum lançado na França em 1993, venceu o Grand Prix Charles Cros, 4 ciefs événement Télérama, Diapason d’or e Choc Le Monde de la Musique.

Em 2000, o Ministério da Cultura e Comunicação da França concedeu-lhe a distinção de “Chevalier de l’Orrdre des Arts et des Lettres”. Em 1985 e 2005 a Fundação Konex concedeu-lhe o Diploma de Mérito do Prêmio Konex de Música Popular como um dos cinco melhores “solistas acordeonistas folclóricos masculinos” da década na Argentina, e em 2015, desta vez na disciplina “instrumentista”.

Condecorado pelo senado da Nação Argentina em 2018, com a distinção “Domingo Faustino Sarmiento” pela trajetória musical e por ser o difusor principal do chamamé a nível mundial.

Facebook: Raúl Barboza
Site: Raúl Barboza
Fonte: José A. Curbelo – Ocho Bajos Music

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *