Workshop de guitarra com ritmos africanos será realizado neste sábado em Pelotas

Após um grande espetáculo no festival MozBrasil, o guitarrista moçambicano Regino Reginaldo Matimbe irá ministrar um workshop sobre os principais ritmos africanos. A atividade ocorre neste sábado, às 10h, no Pelotas Bier Hostel.

O workshop terá uma apresentação dos ritmos africanos, com a aplicação de técnicas de guitarra africana e introdução a estilos que vão do Afro-Jazz, à gêneros tradicionais como Marrabenta, Sungura e Tufu. Ao final haverá uma oficina de improviso baseada nos ritmos africanos com o objetivo de produzir uma Jam Session.

O investimento do Workshop é de R$ 60,00 e é recomendável a inscrição prévia, enviando mensagem com nome, email, telefone e RG para a fanpage do festival MozBrasil (https://www.facebook.com/festivalmozbrasil/). O valor do ingresso dará direito a um almoço produzido pelos organizadores do Pelotas Bier Hostel.

Além do Workshop, o inscrito terá direito a uma aula particular de 2 h, que será agendada posteriormente. Todos os valores arrecadados serão revertidos ao músico Regino Matimbe, que além de auxiliar em sua estadia no Brasil, serão enviados para sua família, que junto a milhares de outras famílias, sofre as consequências da tragédia natural que assola Moçambique.

Foto Divulgação

Sobre Regino Matimbe
Regino Nasceu na cidade de Matola, província de Maputo, em Moçambique. Começou a tocar com 9 anos, quando inspirado pelo tio, fabricou sua própria guitarra de lata e iniciou sua incursão na música. Já com 14 anos o convidaram a tocar em um grande evento em Bela Vista. A partir desse dia Regino Matimbe se tornou um músico notável, ainda que com 16 anos, idade com a qual retornou para Maputo e teve a oportunidade de desenvolver suas habilidades com a maestria de alguns tutores, tais como: Mestre Chico, Mestre Felipe Nhamsavel, Mestre Marino, estes que deram algumas bases que em muito contribuíram para o avanço de sua carreira.

Em 2002, com 17 anos, Regino foi convidado para tocar num evento internacional onde estavam alguns dos maiores presidentes africanos, ocasião que Regino fez uma apresentação solo. Em 2005, Regino fez parte de um grande movimento de Reggae Moçambicano, onde passa a tocar em um dos mais famosos locais em Moçambique, Gio Vicente, onde acompanhou importantes bandas . A essa altura Regino, já com 22, passa a tocar toca com o músico Sueco Iking, e também com o músico brasileiro Fábio Costa.

Depois de todas essas experiências Matimbe monta sua primeira banda própria onde desenvolve sua carreira autoral, de nome ‘Regino Matimbe e amigos’. Nesse período, Matimbe inicia sua incursão pela TV Moçambicana: Gungu TV (no qual se tornou residente por mais de um ano do programa central de Afro-Jazz), Rede Maná, STV no programa noite viva (onde se tornou músico residente por 6 meses). Com toda essa visibilidade, Regino é descoberto pela diva africana Vena Bakar, e é chamado a compor uma das bandas mais famosas do continente africano, a banda Eyuphuro, na qual Regino trabalha por 4 anos. Nessa oportunidade, Regino teve a chance de fazer shows com músicos mundiais, como Ali Faque, Salimo Muhamed, Wasimbo, entre outros mestres da música moçambicana.
Após essa importante experiência, na qual ocupou palcos de muitos países (como Portugal, França, África do Sul, Angola, etc.), Regino é convidado a fazer parte do projeto (in)disciplinados, desenvolvido por um dos maiores músicos do continente africano, Jimmy Dludlu, na ECA (Escola de Comunicação e Arte) da UEM (Universidade Eduardo Mondlane). Nos últimos anos, além da banda Indisciplinados, Matimbe acompanha a Diva moçambicana do Marrabenta, Sizaquel Matlhombe, com a qual participou do festival MozBrasil.
.

Workshop de guitarra com Ritmos africanos
Quando? 06 de abril de 2019, sábado
Horário? às 10h
Onde? Pelotas Bier Hostel – Rua Miguel Barcellos 546
Quanto? R$ 60,00
Evento facebook  https://www.facebook.com/events/2375229526030340/

Uma resposta para “Workshop de guitarra com ritmos africanos será realizado neste sábado em Pelotas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *