Artista gaúcho Madblush ganha prêmio na França e toca no Ocidente nesta sexta-feira em Porto Alegre

0
1674

Mantenedores

Músico e DJ, acaba de ganhar mais um prêmio no Gay Music Chart Awards – premiação do canal francês que acompanha a produção musical do gênero em todo o mundo. Madblush toca no Ocidente nesta sexta-feira, 21/07, em Porto Alegre.

O artista gaúcho venceu na categoria melhor clipe brasileiro de 2016 com Lovelovelove, que tem direção de arte de Douglas Pires e direção geral de Los Tri. O vídeo é assinado pela produtora Detour. A lista dos vencedores foi divulgada na internet.
Em 2015, Madblush conquistou os prêmios de melhor artista revelação, vídeo queer e vídeo brasileiro por Be a Puta no Gay Music Chart Awards. Em maio deste ano, o artista lançou o clipe “Não me diga o que fazer!”, que está há quatro semanas na parada do canal francês.

Madblush, que também é DJ, toca na festa Pah no Bar Ocidente (Rua João Teles, 940 – Porto Alegre) na próxima sexta-feira, 21/07, a partir das 23h. Os ingressos custam R$ 20,00 até a meia-noite e R$ 30,00 após a meia noite.

O NOVO CLIPE – NÃO ME DIGA O QUE FAZER!
A rotina de gravações durou quatro dias em points famosos da vida noturna de São Paulo, como Rua Augusta, Avenida Paulista e bairro da Liberdade. A lista de locações incluiu desde o alternativo e badalado Club Jerome até o democrático Bar do Netão. A faixa contagiante Não me diga o que fazer! integra o álbum de estreia do artista, Cactus.

Produzido e dirigido por Alessandro Avila e Chris Peterson (eletromagneti.co), o clipe teve tratamento de imagem com temas pop e urbano. Considerado uma das revelações da chamada geração tombamento, Madblush canta, dança e interage com figuras conhecidas do mundo underground paulistano. Flertando com o rap nos vocais, o artista deixa o recado no refrão: “Não me diga o que fazer! Não me diga o que pensar. Eu sou livre pra viver. Eu sou livre pra amar!”

Gravado com um smartphone (I-phone 7), o clipe já está disponível na internet:

MADBLUSH
Imagine um artista que poderia ser a mistura de Secos e Molhados, Boy George, David Bowie, Marc Almond, Siouxsie, Lady Gaga, Marylin Manson, Peaches, Diz Croquettes, entre outros ícones da música pop. Assim é Madblush.
O músico começou a cantar em 2007, quando lançou o single I wanna be real. Na sequencia, passou a compor as próprias músicas e atuar como DJ e performar em festas gays e alternativas. Madblush já se apresentou várias cidades brasileiras e no exterior, como Porto Alegre, São Paulo, Curitiba e Montevideo e Punta del Este, no Uruguai. É considerado um dos nomes mais expressivos da geração tombamento e do movimento MPBTrans – termos usados para artistas que expressam a diversidade de gênero no mundo música.

OUTROS LINKS:
iTunes
Spotify
Amazon
Palcomp3
Soundcloud

SIGA MADBLUSH:
Facebook
Instagram
Twitter
Spotify
Soundcloud

Fonte: Léo Sant´Anna
Foto: Eletromagneti.com (Alessandro Avila e Chris Peterson)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA