Clube do Bang-Bang por Nauro Júnior

No blog Retratos da Vida, o fotógrafo de Zero Hora, Nauro Júnior, fala sobre o poder da amizade e da fotografia, no mundo em que vivemos. No último sábado (10) ele e os amigos Paulo Rossi, Carlos Queiroz e Moizés Vasconcellos se reuniram para assistir “The Bangbang Club”. O filme conta a história de outro grupo de amigos e repórteres fotográficos, formado pelos fotógrafos Kevin Carter, Greg Marinovich, Ken Osterbroek e João Silva, que trabalhavam em meio a tiroteios, na África do Sul.

A leitura deste livro é obrigatória para qualquer Repórter fotográfico. Assistir ao filme é uma obrigação para qualquer um que goste de cinema e de roteiros adaptados. Eu comprei o livro logo que o Kadão me falou sobre o presente dado ao amigo Mauro. Me encantei. O Clube do Bang-Bang me provou que é obrigação de um repórter fotográfico usar suas fotografias para transformar o mundo em que vivemos em um lugar melhor. Que as grandes histórias estão mais próximas de nós do que imaginamos, e que a fotografia é uma arma poderosa contra as atrocidades cometidas contra os direitos humanos.

O que o Clube do Bang-Bang fez foi literalmente o que Tolstoi um dia pregou: “Cante sua aldeia e serás universal”.

Texto: Paula Blaas
Matéria completa no ClicRBS Pelotas.

Foto: Nauro Júnior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *