Exposição alusiva aos 81 anos do Jockey Club de Pelotas

Domingo(10) é dia de prestigiar o tradicional Grande Prêmio Princesinha e também a exposição alusiva aos 81 anos do Jockey Club de Pelotas (JCP), que acontece no Hipódromo da Tablada. Quem visitar o Pavilhão Social poderá fazer uma verdadeira viagem no tempo através de banners, fotos e troféus que traduzem um pouco da história da entidade fundada em 22 de junho de 1930.

A exposição é fruto de uma parceria entre JCP e o Curso de Museologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). A acadêmica Marina Duarte Gutierre organizou uma linha do tempo das últimas décadas da instituição. “Através de fatos relacionados à instituição mostramos a sua importância histórica para comunidade e região”, explica Marina. A preparação do material contou com o apoio do designer gráfico Emerson Ferreira, da Nativu Design. Dos 43 hipódromos brasileiros, apenas 18 seguem em funcionamento e o pelotense é um dos mais antigos do país. Ocupando 28 hectares em local privilegiado da zona norte da cidade, o Hipódromo da Tablada é destacado por seu valor histórico e faz parte do Patrimônio Histórico e Cultural de Pelotas.
TARDE FESTIVA – Na parte da tarde acontece o páreo em homenagem ao presidente da entidade, Carlos Moreira Mazza, falecido recentemente. A outra homenagem da tarde será às 17h, ao jornalista Jarbas Plínio de Mello, que há 52 se dedica à crônica esportiva do turfe. A programação do dia conta com seis corridas, a partir das 10h, se estendendo até o final da tarde. O Hipódromo da Tablada é aberto ao público e tem entrada franca.

Gabriela Mazza
Satolep Press
www.satoleppress.com
 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *