FRAPA 2018 – Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre divulga programação oficial

Maior festival do gênero da América Latina, Festival de Roteiro acontece de 17 a 20 de julho na Cinemateca Capitólio Petrobrás.

FRAPA Logomarca 2018 - crédito Leo LageFestival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre (FRAPA) anuncia sua programação para os dias 17 a 20 de julho na Cinemateca Capitólio Petrobrás (R. Demétrio Ribeiro, 1085).

Sexta edição do maior festival do gênero na América Latina, o evento traz à Capital gaúcha um número recorde de mais de 70 convidados de todo o país. Palestras, debates, workshops, concursos de roteiro, rodadas de negócios e mostra competitiva de curtas fazem parte da atração que reúne profissionais do cinema, TV e interessados.

O Bandido da Luz Vermelha - crédito Versatti Filmes
O Bandido da Luz Vermelha – crédito Versatti Filmes

Na abertura, será exibida a pré-estreia do longa “Alguma Coisa Assim”, com a presença dos diretores Esmir Filho e Mariana Bastos. Uma sessão comemorativa aos 50 anos de “O Bandido da Luz Vermelha”, de Rogério Sganzerla, encerra o festival. Com direção de Leo Garcia e produção executiva de Mariana Mêmis Müller, o FRAPA é uma realização da Coelho Voador e Epifania Filmes. Informações e programação completa no site http://frapa.art.br e pelo e-mail frapa@frapa.art.br.

Alguma Coisa Assim #02 - crédito Vitrine Filmes
Alguma Coisa Assim #02 – crédito Vitrine Filmes

Entre os nomes de destaque desta edição estão Bráulio MantovaniHélio de la PeñaMiguel Machalski e Carolina Kotscho. Indicado ao Oscar pelo roteiro de “Cidade de Deus”Bráulio assina os dois longas da série “Tropa de Elite”. Veterano da televisão, De la Peña é conhecido do público como ator e roteirista do grupo “Casseta & Planeta”. Natural da Argentina, o roteirista e escritor Machalski trabalhou como analista nos roteiros dos longas “Billy Elliot” e “Femme Fatale”Carolina Kotscho escreveu um dos maiores sucessos de bilheterias da retomada nacional, “2 Filhos de Francisco”.

FRAPA deste ano também recebe Jorge Furtado (“Real Beleza”), Karen Akerman (“O Processo”), Julia Priolli (“Me Chama de Bruna”), Aleksei Abib (“Mais Forte que o Mundo”), e outros. A Mostra Competitiva de Curta-Metragens do FRAPA traz 14 títulos, escolhidos entre mais de 100 filmes de 20 nacionalidades, e inclui premiações como “melhor personagem”, “melhor final” e “melhor título”.

Mariana Memis Müller e Leo Garcia - Foto: Boca Migotto
Mariana Memis Müller e Leo Garcia – Foto: Boca Migotto

“Com o maior número de inscrições e participantes, o FRAPA 2018 será a maior edição da história do festival”, garante a produtora executiva Mariana Mêmis Müller. Mais de 350 roteiros de longas e pilotos de TV de todo o Brasil foram inscritos apenas este ano. “O FRAPA cresce ano após ano, tanto em números, quanto em relevância para o setor audiovisual brasileiro e seus profissionais da área do roteiro”, explica Mariana. Nesta edição, 250 projetos participam das “rodadas de negócios”, que reúnem roteiristas e representantes de 25 empresas, entre produtoras, canais e distribuidoras, como FoxViacomNickelodeonCanal BrasilComedy Central e RT Features. Além da Cinemateca, atividades complementares acontecem na sede da ARI – Associação Riograndense de Imprensa (Av. Borges de Medeiros, 915). A mostra de curtas tem entrada franca.

Programação completa FRAPA 2018 – http://frapa.art.br/programacao
Convidados – https://frapa.art.br/convidados/

Arte: Leo Lage
Arte: Leo Lage

Fonte: Isidoro B. Guggiana

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *