Grupo MEME estreia sua nova criação, O que ainda não foi dito, no próximo sábado, dia 27 de abril

Híbrido, o grupo se utiliza de linguagens e sensações distintas em suas pesquisas, buscando sempre a essência daquilo que move o homem.

O mês de aniversário do MEME Santo de Casa tem múltiplas comemorações: 09 anos de grupo, 03 anos neste espaço da rua Lopo Gonçalves, 02 anos de sucesso do Barú Bistrô, que reúne gente de todas as tribos. E é este, não por acaso, o mês escolhido pra estreia do novo espetáculo do Grupo MEME, O que ainda não foi dito, um trabalho híbrido de resgate de  identidades através de uma pesquisa arqueológica profunda e pessoal. A pergunta é: quantas camadas sobrepostas compõem a nossa vida, o nosso dia-a-dia? A resposta está em cena a partir do dia 27, lá mesmo no MEME Santo de Casa Estação Cultural, onde cinco bailarinos/intérpretes ficarão imersos num processo de pesquisa coletivo, tendo como ponto de partida uma folha em branco. Por meio de diferentes propostas, jogos e dinâmicas, as cenas serão construídas partindo das experimentações, num caminho repleto de surpresas e emoções.

Dirigido por Paulo Guimarães, o Grupo Meme iniciou sua pesquisa de movimento em 2004 e em abril de 2010 passou a residir em espaço próprio, um charmoso sobrado na Cidade Baixa, em Porto Alegre. É neste espaço que o grupo monta e apresenta seus trabalhos artísticos e promove encontros com diversos segmentos das artes. Já passaram por esta casa Olga Roriz, de Portugal, Dudude Herrmann, de Minas Gerais, Márcia Strazzacappa e Valéria Franco, de São Paulo, Berê Fuhro Souto, do Rio Grande do Sul, o gaúcho radicado em Belo Horizonte Peter Lavratti, Minako Seki, japonesa radicada em Berlim, considerada uma referência em dança butô, entre outros nomes da dança.

Mas quando se fala do Grupo Meme, se faz necessário ressaltar a importância do diálogo de processos híbridos de criação artística que o Grupo explora em sua pesquisa. As gaúchas Eny Such, Niúra Borges, Marga Leyser, Marisa Rotenberg e Deborah Finocchiaro, bem como a Cia. de Teatro Nú Escuro, de Goiás; Arthur Barbosa, do Ceará; Dalga Larrondo, de São Paulo, entre outros artistas, acompanham e são colaboradores direta e indiretamente dos processos de criação artística. Paralelamente à pesquisa, o Grupo Meme promove a produção de diversos artistas e coletivos que apresentam-se na sede do grupo.

Histórico e integrantes do Grupo MEME
Em janeiro de 2004, Paulo Guimarães foi convidado pela Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre para ministrar uma oficina montagem dentro do circuito internacional Ciudades que danzan, com a programação cultural “Movimentos incessantes”. O resultado desta oficina foi a ocupação do prédio de biociências da UFRGS com um trabalho que envolvia bailarinos, atores, músicos e artistas plásticos. A partir de então, o grupo passou a organizar laboratórios de criação e pesquisa, com montagens e trabalhos pontuais para diversos segmentos da cadeia produtiva. Atualmente o grupo é composto de 11 integrantes, sob a direção de Paulo Guimarães, e sustenta-se do trabalho realizado na Estação Cultural. Entre os prêmios conquistados estão quatro Açorianos /2005 (mehor espetáculo, produção, trilha sonora e iluminação) por Bu! Um olhar adulto sobre a criança que há em nós; Duas indicações do Açorianos para Despedidas por seus celibatários e Prêmio Condança 2005; Prêmio Procultura 2011; Bolsa de Pesquisa em Charlesville, França 2005; Fumproarte 2006.

Circuito Cultural Banco do Brasil 2007; Goiânia em Cena 2006; Lâmpada Mágica Cida Produções/AESul 2007; Oficinas da Paz Cida Produções/UNESCO 2007; Prêmio Procultura de estímulo ao Circo, Dança e Teatro – Funarte 2010.

Ficha técnica
Coordenação geral: Paulo Guimarães
Produção: Grupo Meme
Bailarinos: Fernanda Stein, Gabriela Rutkoski, Pascal Berten, Paulo Guimarães e Sônia Guasque.
Vídeo: Marcelo Monteiro
Figurino: Grupo Meme
Trilha sonora: Tiago Rinaldi
Fotos: Fábio Zambom 

Serviço:
O que ainda não foi dito – Grupo MEME
Estreia dia 27 de abril: sábado às 21h
Temporada: dias 04 e 05 de maio. Sábado às 21h e domingo às 20h
No MEME Santo de casa Estação Cultural – Rua Lopo Gonçalves, 176. Cidade Baixa. Porto Alegre

Ingressos:
inteira – 20,00
estudantes e classe artística – 15,00
terceira idade – 10,00

 

Foto: Marcelo Monteiro


Fonte: bebê baumgarten/ bd divulgação
(51) 3028.4201 / 8111.8703
Nextel: 78142244 / ID 84.39184
bebebaumgarten@terra.com.br
www.bddivulgacao.com.br