Oscars 2017 – Lion: Uma Jornada para Casa

“Baseado em fatos reais, Lion conta a história do pequeno Saroo (Sunny Pawar), que mora com os irmãos e a mãe (Pryianka Bose), uma coletora de pedras, em uma longínqua aldeia indiana.”

Por Calvin Cousin

Dev Patel em Lion: Uma Jornada para Casa (The Weinstein Company)
Dev Patel em Lion: Uma Jornada para Casa (The Weinstein Company)

Indicações:
• Melhor Filme
• Melhor Ator Coadjuvante – Dev Patel
• Melhor Atriz Coadjuvante – Nicole Kidman
• Melhor Roteiro Adaptado – Luke Davies
• Melhor Trilha Sonora – Dustin O’Halloran e Hauschka
• Melhor Fotografia – Greig Fraser

Pela segunda vez, Dev Patel interpreta a versão crescida de um menino que se perde pelas movimentadas ruas de uma metrópole indiana. A primeira, Quem Quer Ser um Milionário?, tirou o Oscar de O Curioso Caso de Benjamin Button e Milk, apostando no sentimentalismo e na magnitude da narrativa, além dos charmes típicos de Bollywood. Contudo, a menos que se trate de um musical ambientado em Los Angeles, poucas obras têm chance de faturar a estatueta em 2017. Mas observem as coincidências: Lion: Uma Jornada para Casa, assim como La La Land, é um filme cujo primeiro ato é melhor do que o segundo.

Baseado em fatos reais, Lion conta a história do pequeno Saroo (Sunny Pawar), que mora com os irmãos e a mãe (Pryianka Bose), uma coletora de pedras, em uma longínqua aldeia indiana. Após se perder do irmão em uma viagem à cidade, o menino vai parar em um trem que o transporta para Calcutá. Chegando lá, sem saber falar o idioma da localidade, ele termina em um orfanato, de onde acaba sendo adotado pelos australianos Sue e John (Nicole Kidman e David Wenham). Anos depois, o Saroo adulto (Patel) é assombrado por não saber o fim de sua família. Utilizando o Google Earth como ferramenta, ele resolve mapear seu local de origem.

Entre os elementos coordenados pelo diretor Garth Davis (em sua estreia), o destaque vai para a fotografia de Greig Fraser, pelos belos enquadramentos da zona rural indiana e do litoral da Austrália. O roteiro de Luke Davies constrói os alicerces da narrativa de maneira satisfatória, pintando o protagonista como uma vítima das circunstâncias e da inocência, antes de ser adotado. Após Saroo conhecer sua família adotiva, acontece um salto de aproximadamente 25 anos na história, mostrando o protagonista adulto perturbado por pesadelos onde se perde de sua família biológica. Aí reside um problema estrutural: o personagem, quando criança, parece feliz na Austrália, mas logo que o encontramos como adulto, ele é uma criatura complexada e infeliz. Talvez os sentimentos de saudade tenham aflorado ao longo dos anos, mas o filme não preenche essa lacuna com clareza.

Como o jovem Saroo, Sunny Pawar carrega consigo toda a fofura da infância, além de ser bastante expressivo. É mais fácil simpatizar com crianças do que com adultos, e a atuação de Pawar justifica esse pensamento. Dev Patel é o crescido – e perturbado – Saroo, bem escalado, ainda que o desenvolvimento do personagem peque e seu desempenho não compense. Nicole Kidman é a amável mãe adotiva do protagonista (portando uma peruca medonha, mas que a torna, realmente, muito parecida com a Sue verdadeira) e Rooney Mara é a namorada, uma personagem sem profundidade e que só serve para dar apoio moral.

Tudo é mais memorável na primeira metade de Lion, sejam as atuações, os aspectos técnicos ou o roteiro. O filme começa com uma sensibilidade que é substituída por neurose, que poderia ser mais bem explorada. O marmanjo Patel, por mais que tente, não comove tanto quanto o diminuto Pawar, ainda que a juventude deste contribua para despertar tal sensação. Como uma obra que busca impressionar com o sentimentalismo, Lion devia ter prestado atenção na clássica fala de Dorothy Gale, “Não há lugar como o nosso lar”. E de fato, ainda que o segundo ato drene, involuntariamente, as emoções do longa, o encontro derradeiro de Saroo com a mãe perdida em sua cidade natal é tão impactante e poderoso quanto todo o filme pretendia ser.

Lion: Uma Jornada para Casa (Lion)
Direção:Garth Davis
Elenco: Dev Patel, Sunny Pawar, Nicole Kidman, Rooney Mara, Pryianka Bose, David Wenham
Duração: 118 minutos

Leia mais em Cultura a Três.

__________

14264149_830693777030502_5101510297978826840_nCalvin Cousin é estudante no sexto semestre de Jornalismo na UFPel. Não acredita em horóscopo, mas é aquariano com Vênus em Peixes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *