Palestra Gratuita “As Bioenergias e a Projeção Consciente” em Pelotas

Sábado, 11 de março, às 15h, Palestra Gratuita sobre o tema”As Bioenergias e a Projeção Consciente” no auditório localizado à Rua Anchieta, 2373 (esquina Major Cícero), o Pesquisador e Professor das Ciências Conscienciologia e Projeciologia, Mario Rosa.

Assuntos: Pesquisa das interações bioenergéticas com pessoas e ambientes; Ampliação da autopesquisa através de fatos e parafatos; Sair de si para saber mais sobre si através da projetabilidade lúcida. Informações via e-mail projeciologia.pelotas@gmail.com ou no telefone 99160-7649.

As Bioenergias e a Projeção Consciente 11_03_2017
O fenômeno da projeção consciente, comumente conhecido como projeção astral ou experiência fora do corpo, é um assunto pesquisado desde a antiguidade com relatos datados em 347 a.c., em que Platão escreve sobre um caso de projeção consciente humana.
Em relação às bioenergias também não é novidade, já existem pesquisas realizadas em diversos locais, épocas e civilizações sobre energia, conceituados pelos hindus (acasa), chineses (chi, acupunturistas), indianos (prana, iogues), espiritas (fluido vital, Alan Kardec), entre outros.

Atualmente, com a ampliação desses estudos várias linhas do saber pesquisam sobre energia e projeção consciente, o que possibilita encontrar uma diversidade de informações disponíveis às pessoas interessadas. Filtrá-las com racionalidade e ampliar o conhecimento para além do senso comum se faz necessário.

A ciência Conscienciologia pode ajudar sobremaneira as pessoas a identificarem de maneira técnica e científica, informações sobre as bioenergias e a projeção para fora do corpo, esclarecendo como investigar de modo minucioso e sem misticismos essas vivências parapsíquicas.

A escolha pela compreensão científica é a mais indicada, no sentido de procurarmos informações com critérios técnicos e direcionar a pesquisa através da comprovação íntima. Esse movimento de autopesquisa crítica permite a pessoa aprender a discernir melhor o que está acontecendo ao identificar como ocorre, o porquê, a causa, os efeitos, bem como a utilização de técnicas adequadas.

Fato é que quando uma pessoa experimenta a projeção consciente ou tem uma experiência energética significativa poderá ficar impactada e diante de um impasse íntimo. Precisará se posicionar entre aprofundar o entendimento do que ocorreu e se abrir para mudar seu ponto de vista em relação a várias coisas na sua própria vida, ou ignorar e fingir que nada aconteceu.

Em relação à percepção energética as pessoas conseguem distinguir com mais facilidade as energias provenientes da natureza, de uma forma geral, como a hidroenergia (cachoeira), fitoenergia (árvores), aeroenergia (ventos), etc. Com o estresse da rotina, recorremos a essas fontes para absorver energia através de caminhadas, mergulhos, ouvindo os sons do vento e da água. Sentimo-nos renovados e compensados energeticamente ao interagir com esses ambientes.

Ocorre que quando se trata do reconhecimento da nossa própria energia e da interação energética com as pessoas, ficamos em dúvida como acontece esse processo ao vivenciarmos experiências no dia a dia, como por exemplo: sentirmo-nos bem ou ficarmos mal-humorados, sem motivos aparentes, após conversar com alguém, sentir simpatia ou antipatia de imediato por uma pessoa.

De modo intuitivo fazemos um reconhecimento energético, mas que não passa disso, e seguimos a rotina sem parar para pensar nessa realidade energética de maneira lúcida. Admitir conscientemente a influência energética das pessoas e dos ambientes em nossa vida é uma atitude inteligente do ponto de vista evolutivo. É importante nesse sentido, procurar refletir sobre como está a sua percepção energética e começar a se conhecer melhor nesse aspecto.

Com relação à projeção consciente, diversas pessoas que passaram por essa experiência relatam que, nas primeiras vezes, este tipo de vivência causou um estranhamento, devido à percepção de algumas sensações como, por exemplo: voar, ver o próprio corpo deitado na cama, ficar momentaneamente imóvel sem conseguir se mexer, sentir vibrações em várias partes do corpo, achar que está em queda-livre, perceber sons dentro da cabeça, taquicardia, entre outros vários sinais.

Diante de algo novo, como a vivência desses fenômenos, às vezes ficamos com medo, incomodados, inquietos e sem respostas, sentindo-nos abalados emocionalmente (“será que estou louco? ”) até bloquearmos, reprimirmos estas percepções.

Seja através da interação com as energias ou a projeção consciente, em ambos os casos podemos aprender a lidar com estes fenômenos com discernimento, sabendo o que fazer e gradualmente obtermos mais informações sobre quem de fato nós somos e qual a nossa programação existencial. Com isso, evitamos sobremaneira o risco de ir para o lado patológico e apresentamos mais chances de permanecermos saudáveis, com equilíbrio emocional e psicológico.

A palestra AS BIOENERGIAS E A PROJEÇÃO CONSCIENTE aborda os referidos temas sob a ótica do Paradigma Consciencial, que admite ser possível à consciência (eu, espírito, ego, alma) se manifestar em múltiplas dimensões, através de múltiplos corpos e por várias vidas sucessivas. Um dos pilares do Paradigma Consciencial é o Princípio da Descrença, que diz:
Não acredite em nada, nem mesmo nas informações expostas aqui. EXPERIMENTE. Tenha suas experiências pessoais.
Você já teve a sensação de se projetar para fora do corpo humano?
Você já experimentou algum episódio no qual conseguiu discriminar ou distinguir as características das energias de uma pessoa ou de determinado local?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *