Renã Burkert – Artista de Pelotas vai representar o Brasil em Cincinnati nos EUA

O jovem artista Renã Burkert esteve em Pelotas e aproveitou as férias para visitar sua família e amigos no inicio deste mês, ele atualmente trabalha no Beto Carrero World e integra os espetáculos Madagascar Circus Show e Blum desempenhando a 2 anos a função de acrobata e apresentando seu número de Cyr Wheel.

Foto: William Santiago

Renã está com o foco voltado para a participação do World Championships 2016 in Wheel Gymnastics, que é o Campeonato Mundial de Cyr Wheel (roda cyr), número este que ele aprendeu a 7 anos atrás no grupo de circo Tholl onde trabalhou até 2010, e desde então vem treinando e evoluindo sempre em busca da melhor execução e de truques com o grau de dificuldade cada vez maior.

Além de artista ele teve a experiência de dirigir seu próprio grupo por 3 anos em Pelotas, o Grupo Sincronia que logo passou a se chamar Grupo Conexão, e que continua realizando trabalhos artísticos esporadicamente na região.

Foto: Jean Nunes

O Pelotense foi um dos primeiros Brasileiros a ser convidado a participar do Campeonato que acontecerá no mês junho de 2016 em Cincinnati nos EUA, após um dos integrantes da comissão organizadora assistir alguns vídeos de seus trabalhos.

Foto: Le Romero

Na preparação para o campeonato ele conta que vêm assistindo a vídeos de edições anteriores da competição “fiquei muito feliz e surpreso com o convite e estou ansioso em representar Pelotas, os gaúchos, e o povo brasileiro em uma competição de nível mundial, tenho assistido muitos vídeos para aprender coisas novas e o melhor é contar com a ajuda de meus colegas de elenco principalmente meu amigo William Santiago que sempre me corrige e incentiva a tentar coisas diferentes”.

Foto: William Santiago

Renã encerra dizendo que sua meta nesta primeira participação é passar da primeira fase e que para isso intensificará sua rotina de treinamento após o período de férias, “estou renovando as energias nas férias para poder voltar com força total aos treinos e me dedicar o máximo para ter um bom desempenho”.

Por: Débora Pinheiro