Um elefante rosa de Nova York em Pelotas

Uma conhecida expressão na língua inglesa, “seeing pink elephants” – vendo elefantes rosa – é utilizada como eufemismo para alucinações causadas pela intoxicação por álcool. Na clássica animação Dumbo, de 1941, uma cena icônica (e aterrorizante) envolve o protagonista ficando bêbado após beber de um barril de água batizado com champanhe e vendo um desfile de elefantes rosa que esbanjam surrealismo. Assim sendo, Pink Elephant se tornou o nome de batismo de uma rede de casas noturnas cuja filial há pouco abriu em Pelotas.

"Elefantes rosa desfilando" – A Pink Elephant se fixa em Pelotas (Crédito: Kevin Juarez)
“Elefantes rosa desfilando” – A Pink Elephant se fixa em Pelotas (Crédito: Kevin Juarez)

A franquia surgiu em Nova York, através da união de um grupo de DJs que procurava enaltecer a música eletrônica. Hoje, a marca está presente em 18 países, em cidades como Miami, Dubai e Londres e também no Brasil com estabelecimentos em São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador, entre outras. Em Pelotas, o ponto apresenta uma exclusividade: é o primeiro espaço da Pink Elephant que funciona como restaurante. Normalmente, são inaugurados Pink Clubs, que funcionam como festas, ou Pink Lounges, que servem petiscos e entretenimento para a happy hour, entretanto, a cidade do doce recebe o primeiro restaurante completo da rede. “A ideia está dando certo e querem repetir em todo o mundo. Estamos dando para a cidade o gostinho da Pink” conta Zagallo Veiga, administrador do espaço em Pelotas.

Um ambiente de dois andares (o de cima constantemente reservado para eventos), com luzes de neon e quadros de paisagens de grandes cidades, a Pink Elephant Pelotas conta com uma cozinha internacional, cujo cardápio é assinado pelo chef Gabriel Parraz, participante da versão brasileira do reality show Hell’s Kitchen, exibida pelo SBT. A casa também possui um bar que trabalha com diversos drinks e, além disso, não cobra entrada ou couvert artístico, para que os interessados possam visitá-la sem grandes problemas. Algumas vezes por semana, o espaço recebe um violão e voz ou algum DJ para animar os clientes.

Ainda, em breve a Pink Elephant abrirá uma de suas tradicionais baladas na zona do porto de Pelotas, na esquina da rua Álvaro Chaves com Benjamin Constant. O ponto se encontra em obras e a previsão de abertura é para março, como maneira de driblar o verão e as férias que levam a evasão de boa parte do público das casas noturnas da cidade. A boate será mais acessível do que as outras versões do Pink Club (cujos ingressos podem chegar na casa dos R$250), mas ainda seguindo o padrão de qualidade da franquia.

Pink Elephant Dining Lounge – Pelotas
Endereço: Rua Tiradentes, 2414
Horário de funcionamento: De terça a quinta e domingos das 19h à 01h, sextas e sábados até as 02h.
Contato: (53) 8127-9893

__________

14264149_830693777030502_5101510297978826840_nCalvin Cousin é estudante no sexto semestre de Jornalismo na UFPel. Não acredita em horóscopo, mas é aquariano com Vênus em Peixes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *