Cases de startups validam a experiência da telemedicina no país

Foto Divulgação

A Era Digital é uma realidade que veio para ficar, mas os reflexos na área da saúde estão cada vez mais reais devido à pandemia, que abriu novas possibilidades à telemedicina.

Além de evitar que muitos pacientes recorram aos hospitais em casos mais leves de saúde, as consultas à distância mediadas pela tecnologia também aumentam a segurança em meio à pandemia e colaboram com o isolamento social.

Foto: Victoria Priotto – UCPEL

O receio inicial de como a adaptação aconteceria quase não existe mais, como no case da Fácil Consulta, startup de Pelotas (RS) que em março já havia disponibilizado ferramentas para a telemedicina e agora observa o retorno positivo.

A principal dúvida dos pacientes ainda é sobre quando as consultas à distância são mais indicadas. De acordo com as orientações do Conselho Federal de Medicina (CFM) desde a liberação do serviço, a telemedicina é uma alternativa principalmente em casos de retornos, indicação de exames complementares ou dúvidas gerais, por exemplo. Para o órgão, a consulta virtual deve ser vista como apoio à consulta física, que pode ocorrer anteriormente ou posteriormente, quando necessário.

Para o cofundador e CMO da Fácil Consulta, Patrick Goulart, a nova modalidade está atendendo muito bem as expectativas. “Por ser uma novidade também para nós, não sabíamos o que esperar, mas com a possibilidade de disponibilizar atendimento para todo país, estamos crescendo consideravelmente o número de agendamentos”, explica. A startup disponibilizou tanto a possibilidade de consultas médicas à distância quanto acolhimento psicológico e orientações gratuitas devido à pandemia.

Psiquiatra Dr. Renard Cogno Azubel, que atende no consultório em Pelotas e todo o país através da telemedicina pela Fácil Consulta, destaca que a adaptação dos pacientes está sendo muito positiva, principalmente devido à praticidade e flexibilidade de horários. A especialidade do profissional, inclusive, é uma das que mais se registrou aumento na procura pela marcação de consultas, segundo Patrick Goulart. “Não temos como afirmar qual a relação direta disso com a pandemia e o isolamento social, mas a Psiquiatria e a Psicologia tiveram aumentos significativos no agendamento”, salienta. Na visão do Dr. Renard Azubel, o atendimento presencial continuará sendo de grande valor, mas com mudanças. “Ter ferramentas alternativas para atender ao paciente é muito bem-vindo pelo médico que preza a boa assistência sem deixar de se adaptar às novas realidades”, diz ele.

Segundo as principais operadoras de planos de saúde do país, a procura pela telemedicina teve crescimento de até 15 vezes nos últimos meses, mas a proposta de startups como a Fácil Consulta é democratizar ainda mais o acesso à saúde no país para quem não possui um plano. Criada em 2017, a empresa permite a marcação de consultas médicas a valores mais acessíveis e menos tempo de espera através do seu site. Hoje, já são mais de 450 médicos cadastrados e atendimentos presenciais em cidades como Pelotas (RS), Santa Maria (RS), Maringá (PR), Florianópolis (SC), entre outras.

Sendo uma empresa que tem a tecnologia como base desde a sua criação, a Fácil Consulta também avalia a implantação da telemedicina como um desafio, mas comemora o sucesso em apresentar soluções com agilidade. “Todo novo desafio nos tira da zona de conforto e a telemedicina não foi diferente. Acreditamos que essa modalidade veio para ficar”, afirma Goulart. Segundo ele, novas adaptações e melhorias são realizadas continuamente no sistema do site que hoje viabiliza de forma segura as consultas online. “Estamos preparados para continuar expandindo para outros estados do país e entregar a melhor experiência em agendamento e realização de consultas, sejam elas presenciais ou por teleatendimento”, ressalta.

Agendamentos práticos e custo-benefício
O Fácil Consulta é focado em oferecer consultas particulares que podem chegar a valores de até 60% abaixo do agendamento normal. Já para os profissionais, a proposta auxilia a aumentar em até 95% a taxa de presença nos consultórios. “Aceitamos somente profissionais com CRM válido, o que aumenta a segurança para os pacientes”, ressalta o CMO da startup. Além de Pelotas, Santa Maria e Maringá, o Fácil Consulta também disponibiliza marcações nas cidades de Caxias do Sul, Joinville, Florianópolis e Londrina. Ao todo, já foram mais de 19.000 consultas realizadas, atendendo cerca de 40 especialidades médicas.

Clique aqui e torne-se um apoiador e-cult

Startup Fácil Consulta

Sobre o Fácil Consulta
O Fácil Consulta foi desenvolvido para revolucionar, ampliar e facilitar o acesso à saúde para a população brasileira. Para isso conta com uma plataforma online que lista os horários disponíveis em consultórios de dezenas de especialidades médicas. Depois de instalar o app ou acessar o site, basta que o paciente faça a busca do profissional utilizando alguns filtros e, pronto: em poucos passos, a consulta estará agendada. Um dos grandes diferenciais da consulta marcada pelo Fácil Consulta é o valor muito mais acessível que o de um atendimento particular, podendo variar por especialidade. Outro diferencial relevante é a possibilidade do paciente ter disponível a foto do profissional e suas qualificações, avaliações e opiniões de outros pacientes que já consultaram com o profissional, assim, o Fácil Consulta traz uma maior tranquilidade para aquela pessoa que não conhece o profissional. O blog do Fácil Consulta traz novidades e dicas valiosas para a saúde.

Facebook
Instagram

Fonte: Reverso Comunicação Integrada (Conrerp/4ª PJ116)

Sobre Deco Rodrigues 6440 Artigos
Jornaleiro/Produtor cultural, social mídia, gestor de conteúdo web, pretenso escritor, autor estreante com o romance Três contra Todos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*