Oficinas do projeto “A Arte da Mulher na Rua” em Porto Alegre

O bloco de carnaval ‘Não Mexe Comigo que eu Não Ando Só’ foi contemplado com o financiamento do Pro-Cultura RS e está realizando oficinas e preparando sua saída de carnaval, prevista para 21 de abril.

Foto: Sofia Cortese
Foto: Sofia Cortese

O Corpo Expressivo da Mulher na Cena Artística, oficina com Bruna Immich, acontece em três turmas distintas na Casa de Cultura Mario Quintana, a partir de seis de março. Essas atividades integram o projeto “A Arte da Mulher na Rua”, financiado pelo FAC (Fundo de Apoio à Cultura/ Pro-Cultura RS), que promove atividades e discussões, oficinas e atividades acerca do carnaval e da importância e trajetória das mulheres nessa festa popular.

Onde as discussões de teatro, música e feminismo se encontram? A atuação das mulheres no espaço público e na atuação cênica, musical e teatral, têm desafios comuns? Movida por estas questões, esta oficina pretende trazer à tona reflexões geradas de forma artística, por meio de trocas de experiências pessoais e coletivas, leituras, músicas e exercícios cênicos. Criar um espaço no qual as participantes possam refletir e mergulhar nos atuais conflitos e problemas que as atingem levando-os à cena de maneira distanciada e sobre diversos pontos de vista. Serão elaboradas cenas, utilizando material de jogo e de improvisação, fragmentos de textos, músicas e reportagens de jornal. Com o olhar atento para as necessidades específicas do grupo e de cada indivíduo, a oficina pretende desenvolver as habilidades de comunicação e de expressão, diminuindo a inibição através do estimulo à espontaneidade e à criatividade.

O entendimento do corpo como território expressivo e de resistência é outro ponto de encontro dos campos do teatro, da música e do feminismo. Por essa razão, a oficina também pretende explorar diversos exercícios corporais e assim desenvolver as aptidões expressivas, comunicativas, sensitivas e críticas. Bruna irá compartilhar com as participantes a linguagem artística e social pesquisada pelo Bloco Não Mexe Comigo Que Eu Não Ando Só, com base na ação artística que gera reflexão, crítica e divertimento.

O grupo promove ao longo de março a abril outras oficinas, como a mini oficina Canto Coletivo, com Morena Bauler; Sociodrama público do protagonismo feminino na luta contra a homofobia,

com Sissi Malta Neves; Feminismos e empoderamento da mulher no carnaval, com Natasha Pergher e Katia Azambuja, entre outras. Também estão previstos nas atividades do FAC ensaios abertos em Porto Alegre e Canoas e uma saída oficial/cortejo dia 21 de abril.

Foto: Sofia Cortese
Foto: Sofia Cortese

O “Não Mexe Comigo que Eu Não Ando Só” foi criado em fevereiro de 2016 por mulheres de diversas profissões, cores e credos, mas com um fio condutor e uma ideia comum a todas: a luta por igualdade de gênero, por espaços artísticos, pela valorização da cultura, pelos movimentos sociais, pela ocupação dos espaços públicos e por muitas lutas, por vezes silenciosas e cotidianas, que as mulheres travam num mundo tão desigual. É um bloco de carnaval, mas também é um coletivo feminista, um grupo musical que toca, canta, dança, representa.

O Corpo Expressivo da Mulher na Cena Artística – com Bruna Immich
Para mulheres a partir de 16 anos de idade, com ou sem experiência teatral
06 e 15 de março (turma 1); 20 e 27 (turma 2) e 22 e 29 (turma 3), das 18h às 21h
Sala Cecy Frank – Casa de Cultura Mario Quintana
Rua dos Andradas, 736. Centro Histórico
Inscrições pelo e-mail: marianaomexe@gmail.com

Realização:
Não Mexe Comigo que Eu Não Ando Só – Projeto A Arte da Mulher na Rua
Financiamento: Pro-Cultura RS/ Secretaria do Estado da Cultura
Apoio: Casa de Cultura Mario Quintana

Fonte: Bebê Baumgarten Comunicação

Bloco dos Catioríneos é atração em Rio Grande

Bloco dos Catiorineos_Banner AgoraUma folia pensada nos amiguinhos de quatro patas. O “Bloco dos Catioríneos Partage” será realizado no dia 18/02, das 20h às 22h.

O evento contará com concurso de melhor fantasia com premiação para os três primeiros colocados. Para participar, basta fazer a inscrição – gratuitamente – pelo aplicativo do Partage Shopping Rio Grande. Além do desfile, o evento contará com a presença da Shower Pet – Banho e Tosa e a Pet Shop Chanda Ranga que estará embelezando os pets; “open de ração” para os pets e área de diversão com brinquedos especiais para os cachorrinhos.

Bloco dos Catiorineos_Posts_Atrações

Bloco da Laje integra o lineup do Psicodália 2018 em Santa Catarina

A Laje estará ao lado de artistas como Jorge Benjor, Zé Ramalho, Lô Borges, Boogarins, Tutti-Frutti, Arrigo Barnabé, Tulipa Ruiz, Mustache e os Apaches, Mulamba e muito mais.

30/09/2017 - Baile Carnavalesco do Bloco da Laje, no Bar Opinião. Foto: Guilherme Santos
30/09/2017 – Baile Carnavalesco do Bloco da Laje, no Bar Opinião. Foto: Guilherme Santos

São sete anos de bloco na rua, de alegria, arte e irreverência! O bloco de carnaval mais animado do sul do país não para de anunciar novidades!!!! Depois da participação linda no Morrostock 2017, onde mais uma vez botou o povo pra dançar e renovou os sonhos da galera, o grupo anuncia agora nada mais, nada menos, que sua presença no Psicodália. No tradicional feriado de Carnaval, entre 09 e 14 de fevereiro de 2018, o Bloco da Laje monta acampamento na Fazenda Evaristo – Rio Negrinho, em Santa Catarina.

São sete anos de um sonho coletivo, espaço-pulmão para diversos grupos artísticos e para um grande grupo de pessoas que quer se encontrar nas ruas da cidade para trocar experiência e afeto, espaço-político para olhar no olho e refletir sobre o que estamos/estão fazendo com as cidades, com as pessoas, com a natureza. Para todas as facetas desse organismo, o Bloco da Laje dá o seguinte recado: há que se despertar para o essencial, sensibilizar-se com o universo que nos cerca, aproximar-se dos corações para que nossas escolhas e movimentos sejam certeiros, fortes, transformadores!

Trabalho, dedicação, alegria, irreverência, amor à causa e arte saindo pelos poros. Assim o Bloco da Laje encara os desafios. Recentemente emplacou mais um financiamento coletivo para sua saída tradicional pelas ruas de Porto Alegre nos festejos de carnaval, que levou uma multidão para a Zona Norte da cidade, colorindo o Parque Alim Pedro e arredores. Agora o grupo reúne energias e inspirações pra apresentar no Psicodália e já tem para os próximos meses muitos shows agendados para os grandes palcos de Porto Alegre, entre eles, o Pepsi on Stage, onde irá se apresentar em junho, dia 16, ao lado de Baiana System e Liniker, no Morrostock Poa.

O Bloco da Laje nasceu em 2012 da vontade de um grupo de amigos ligados às artes de brincar o carnaval nas ruas de Porto Alegre. A dinâmica desde o início foi contemplar os afetos e as trocas presenciais em ensaios abertos nos espaços públicos e aproveitar os recursos disponíveis – a tal da estética do improviso. Cada vez mais pessoas foram se aproximando e hoje o Coletivo é uma grande família, onde cerca de 100 pessoas estão envolvidas diretamente no trabalho que acontece durante o ano todo. A brincadeira cresceu tanto que hoje o Bloco da laje é considerado um importante movimento artístico-cultural da cidade. Em 2013 foi contemplado com o Fundo de Apoio à Cultura (FAC) do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e, com esse prêmio, realizou um mergulho na história do Carnaval de Rua de Porto Alegre apresentando seminários, oficinas e dois cortejos em territórios carnavalescos tradicionais da cidade: o Quilombo do Areal da Baronesa e antiga Colônia Africana. Outro reconhecimento do trabalho realizado foi o I Prêmio Diversidade RS ao qual o Bloco foi contemplado na categoria Carnaval de Rua.

BLOCO DA LAJE no PSICODÁLIA 2018
Apresentação dia 09, sexta, no Palco dos Guerreiros
Fazenda Evaristo – Rio Negrinho, em Santa Catarina

30/09/2017 - Baile Carnavalesco do Bloco da Laje, no Bar Opinião. Foto: Guilherme Santos
30/09/2017 – Baile Carnavalesco do Bloco da Laje, no Bar Opinião. Foto: Guilherme Santos

Fonte: Bebê Baumgarten Comunicação

Eventos de Carnaval começam no próximo sábado em Pelotas

Confira a programação dos Eventos de Carnaval que serão realizados de 03 a 13 de fevereiro de 2018 em Pelotas.

Sábado (3), a Confraria do Samba abre os eventos de Carnaval com apoio da Prefeitura. A concentração está marcada para às 11h, na rua Doutor Cassiano, 313, entre Andrade Neves e 15 de Novembro. O desfile será no Centro, até as 16h.

Ainda no sábado, o tradicional evento Perret Folia garantirá a alegria dos foliões dos bairros Ambrósio Perret , Navegantes, Fátima, Balsa e vizinhança, das 17 às 19h, com concentração na avenida Cidade de Rio Grande, esquina rua Pedro Machado Filho.

Arquivo Ascom
Arquivo Ascom

Dez eventos de Carnaval contam com apoio do Poder Público através de projetos selecionados pelo Edital 014/2017. Até próxima quarta-feira (31), a Secretaria de Cultura (Secult) vai divulgar os trajetos por onde passarão os blocos. A festa popular segue no domingo (4), com a 2ª Muamba dos Amigos do Sereno, no Areal, em frente à empresa Biscoitos Zezé, das 16 às 20h.

Os eventos recomeçam na sexta-feira (9), com Os Bons Tempos de Carnavais, das 17 às 20h, no Mercado Central, Pátio 4. No sábado (10), o Cordão do Ponto Chic, faz a festa das 11 às 14h, na rua Sete de Setembro, com concentração em frente ao Ponto Chic.

No domingo (11), os eventos continuam com o Bloco do Mapa, mostrando o “Resgate aos Antigos Carnavais Ano III”, das 11 às 20h, com concentração na rua 15 de Novembro, esquina Sete de Setembro. O Baile do Bloco Carnavalesco dos Lunáticos será das 11 às 20h, na rua Três de Maio entre Anchieta e Félix da Cunha, e o Bloco Sexta Black, das 12 às 14h, no Largo Edmar Fetter.

A terça-feira (13), o Bonde da Várzea faz a “Volta na Praça”, das 11h às 14h15min, com concentração no Mercado Central pela rua 15 de Novembro. No Areal, a Banda Carnavalesca e Cultural Explosão do Futuro, das 18h às 21h, garante a alegria da comunidade, com o tema Crianças no Areal levando Paz através da Cultura Popular. A concentração é na avenida Domingos de Almeida, esquina rua Comendador Rafael Mazza. A programação dos eventos foi divulgada pela gerente de Manifestações Populares da Secult, Helenira Brasil.

Leia também: Carnaval 2018 já tem programação definida em Pelotas

Passarela da Doce Folia
A Doce Folia 2018 começa na tarde de sábado (10), com o desfile da Banda Empolgação, às 17h, na passarela do Porto. A programação prossegue com a Banda Cruzmaltense (19h); Bloco Integração, Saúde e Educação (21h); Banda Carnavalesca Jacaré da Lagoa (22h); Bloco Burlesco Mafa do Colono (23h20min); Bloco Burlesco Bafo da Onça (00h30min); Bloco Burlesco Tesoura da Tiradentes (1h40min); Bloco Burlesco Bruxa da Várzea (2h50min); e Bloco Burlesco Candinhas da Cerquinha (4h).

Domingo (11), a passarela contará com a Banda Cultural e Comunitária Explosão (18h30min); Bloco Infantil Super Pateta (19h30min); Escola de Samba Mirim Águia de Ouro (20h30min); Escola de Samba Mirim Ramirinho (21h30min); Banda Carnavalesca Leocádia (22h40min); Banda Carnavalesca Dona da Noite (23h50min); e Banda Carnavalesca Xavabanda (1h).

Segunda-feira (12), encerra-se o Carnaval na passarela, com desfile da Banda Lobos da Cerca (21h); Bloco da Paz e Clubes Sociais (22h10min); Banda Carnavalesca Entre a Cruz e a Espada (23h20min); Escola de Samba Academia do Samba (00h40min); Banda Carnavalesca Ki-Bandaço (1h50min); Banda Carnavalesca Família (3h); e Banda Carnavalesca Meta (4h10min).

Venda de ingressos
Os ingressos para a Doce Folia 2018 podem ser adquiridos na Banca 56 do Mercado Central, onde a Associação das Entidades Carnavalescas de Pelotas (Assecap) está estabelecida para contato com o público, diariamente, das 14h às 18h.

A Banca é o ponto de vendas de cadeiras, mesas e camarotes para 15 pessoas, parcelados em até quatro vezes nos cartões de crédito, ao preço de R$ 1 mil.

Fonte: pelotas.com.br
Por Tânia Magalhães

Confira os 10 eventos que integram o Carnaval 2018 em Pelotas

Bloco do Mapa, Bloco Carnavalesco dos Lunáticos e Bloco Sexta Black estão entre os dez projetos inscritos no processo seletivo do Edital 014/2017 que receberão apoio financeiro.

Com interesse em apoiar financeiramente projetos na área de Manifestações Populares, a Prefeitura, através da Secretaria de Cultura (Secult), realizou processo seletivo para eventos de Carnaval e divulga os dez eventos selecionados para receber o apoio. O edital 014/2017 regula a iniciativa, que tem objetivo de fomentar a festa popular e seus agentes culturais, de forma democrática e acessível aos interessados.

Foto: Rafa Marin - Ascom
Foto: Rafa Marin – Ascom

Os eventos aprovados no processo seletivo são: Oerret Folia 2018; 2ª Muamba dos Amigos do Sereno; Os Bons Tempor de Carnavais; Cordão do Ponto Chic; Bloco do Mapa – Resgate aos Antigos Carnavais Ano III; Baile do Bloco Carnavalesco dos Lunáticos; A Volta na Praça do Bonde da Várzea; Banda Carnavalesca e Cultural Explosão do Futuro – desfile infantil pela Paz; Confraria do Samba – Carnaval do Rio; Bloco Sexta Black.

Cada evento receberá R$ 3 mil, de acordo com o Programa Economia da Cultura e Diversidade. A seleção objetiva, de acordo com o edital, financiar projetos que tenham como território qualquer logradouro de Pelotas e que o evento seja entre os dias 1º e 13 de fevereiro de 2018 e se realizem entre as 10h e as 20h.

Leia também: Carnaval 2018 já tem programação definida em Pelotas

Os eventos serão realizados nos seguintes locais:

* Perret Folia 2018: nas principais ruas do bairro Ambrósio Perret;
* 2ª Muamba dos Amigos do Sereno: final da avenida Domingos de Almeida (Areal);
* Os Bons Tempos de Carnavais: baile da terceira idade no interior do Mercado Central:
* Cordão do Ponto Chic: desfile no Centro da cidade;
* Bloco do Mapa: desfile na rua 15 de Novembro;
* Baile do Bloco Carnavalesco dos Lunáticos: Praça da Faculdade de Direito UFPel (rua Três de Maio);
* Bonde da Várzea: Volta na praça Coronel Pedro Osório;
* Banda Carnavalesca e Cultural Explosão do Futuro: desfile no Areal;
* Confraria do Samba: desfile do bloco no Centro da cidade;
* Bloco Sexta Black: saída do Largo do Mercado e volta na praça Coronel Pedro Osório.

A Secult organiza o mapa individual de cada evento, com locais e horários. A divulgação é esperada para esta semana.

Fonte: pelotas.com.br

Carnaval 2018 já tem programação definida em Pelotas

Confira a programação dos desfiles na Passarela do Samba que serão realizados nos dias 10, 11 e 12 de fevereiro na região do Porto em Pelotas.

A Assecap – Associação das Entidades Carnavalescas de Pelotas – confirmou nesta sexta-feira, 19 de janeiro, a programação oficial do Carnaval 2018 “Doce Folia da Paz”:

Sábado | 10 de Fevereiro
17h Banda Empolgação
19h Banda Cruzmaltense
21h Bloco Integração, Saúde e Educação
22h Banda Carnavalesca Jacaré da Lagoa
23h20min Bloco Burlesco Mafa do Colono
00h30min Bloco Burlesco Bafo da Onça
01h40min Bloco Burlesco Tesoura da Tiradentes
02h50min Bloco Burlesco Bruxa da Várzea
04h Bloco Burlesco Candinhas da Cerquinha

Domingo | 11 de Fevereiro
18h30min Banda Cultura e Comunitária Explosão
19h30min Bloco Infantil Super Pateta
20h30min Escola de Samba Mirim Águia de Ouro
21h30min Escola de Samba Mirim Ramirinho
22h40min Banda Carnavalesca Leocadia
23h50min Banda Carnavalesca Dona da Noite
01h Banda Carnavalesca Xavabanda

Segunda-Feira | 12 de Fevereiro
21h Banda Lobos da Cerca
22h10min Bloco da Paz e Clubes Sociais
23h20min Banda Carnavalesca Entre a Cruz e a Espada
00h40min Escola de Samba Academia do Samba
01h50min Banda Carnavalesca Ki-Bandaço
03h Banda Carnavalesca Família
04h10min Banda Carnavalesca Meta

Leia também: Confira os 10 eventos que integram o Carnaval 2018 em Pelotas

Ingressos e Camisetas
“Além dos ingressos, serão comercializadas camisetas das Bandas e também do Bloco da Paz, que é o bloco da Prefeitura”, comunica Roberto Martinez Nunes, presidente da Assecap.

A partir de segunda-feira, 22 de janeiro, a população já pode adquirir os ingressos para assistir aos desfiles. O ponto de venda será na banca 56 do Mercado Central, de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h.

Modalidades de ingresso disponíveis:

Camarote para 15 pessoas (inclui 15 cadeiras e uma mesa)
Valor: R$1000
Quantidade disponível: 10 camarotes (valem para todos os dias do carnaval)

Mesas para 4 pessoas (não cobertas)
Valor: R$50 por dia
Quantidade disponível: 40 mesas por dia

Cadeiras
Valor: R$10
Quantidade disponível: 1000 cadeiras por dia

Ingresso Popular (dá direito a entrar na Cidade do Samba, não inclui cadeira)
Valor: R$5
Quantidade disponível: 1000 ingressos por dia

Foto: Marcel Avila
Foto: Marcel Avila

Corte do Carnaval 2018
Eleita no dia 6 de janeiro, sábado, em um evento que reuniu quase 3 mil pessoas na Associação Rural de Pelotas. Foram escolhidas a rainha Inajarianne Garcia, de 24 anos, representante da Banda Entre a Cruz e a Espada; a 1° princesa, Sara Dias, de 17 anos, representante da Xavabanda; e a 2° princesa, Rhayssa Farias, de 18 anos, representante da Kibandaço.

Carnaval 2018 “Doce Folia da Paz” é organizado pela Associação das Entidades Carnavalescas de Pelotas (Assecap) e tem a Prefeitura como apoiadora.

Fonte: pelotas.com.br

“Carvanal, Purpurina e Resistência” será tema de Sarau em Porto Alegre

Carnaval é tema do Sarau de Inverno da Casa do Artista Riograndense, evento ocorre no sábado, 26 de agosto, com entrada franca.

Artista Marcos Hatsek. Foto: Niágara Braga
Artista Marcos Hatsek. Foto: Niágara Braga

No sábado, 26 de agosto, ocorre o próximo Sarau de Inverno da Casa do Artista Riograndese. Com o tema “Carvanal, Purpurina e Resistência”, o evento trará apresentações de grandes destaques da folia de Porto Alegre. Confira abaixo os artistas já confirmados. As atividades iniciam às 15h, na Rua Anchieta, 280, bairro Glória. A entrada é franca, mas a Casa aceita doações de alimentos não perecíveis.

Mais informações podem ser obtidas no site www.casadoartistars.com.br ou na página fb.com/casadoartistars. A edição conta com o apoio do Sindimusirs e ASDIBA.

Já estão confirmadas onze atrações para o Sarau de Inverno. Entre os destaques da programação, estão a apresentação de dança do grupo Brasil Estrangeiro, coreografia do 1º passista da Escola de Samba Bambas da Orgia, show de percussão com a Associação dos Diretores de Bateria POA/RS (ASDIBA), entre outros. Além da tradicional interpretação de radioteatro por grandes nomes da Era de Ouro do rádio, como Wilson Gomes, Maria Ieda e Joemi Garcia.

A Casa do Artista Riograndense realiza os saraus em periodicidade bimestral. Esses eventos são uma forma de valorizar a arte, os artistas residentes e solidários, promover a cultura e auxiliar no sustento da instituição, que sobrevive apenas de doações. Não é cobrada entrada para assistir às apresentações, mas quem desejar, pode colaborar com a casa por meio de doações de alimentos não perecíveis, litro de leite ou quantias financeiras.

Artista Jairo Klein. Foto: Niágara Braga
Artista Jairo Klein. Foto: Niágara Braga

Casa do Artista Riograndense (CAR)
Fundada em 1949, pelo radialista e músico Antônio Francisco Amábile, com o apoio de artistas de diversas áreas, a CAR é uma entidade assistencial sem fins lucrativos, qualificada como de utilidade pública municipal e estadual. Tem por finalidade, prevista em seu Estatuto Social, oferecer abrigo para artistas com mais de 60 anos em situação financeira instável. Proporciona moradia e alimentação, condições de bem-estar, lazer e cultura para os idosos que nela residem.

Sarau de Inverno – Carvanal, Purpurina e Resistência
Quando? 26 de agosto de 2017 – sábado
Horário? A partir das 15h
Onde? Casa do Artista Riograndense – Rua Anchieta, 280 – Glória – Porto Alegre RS
Entrada franca
* A Casa aceita doações de alimentos não perecíveis.

Atrações confirmadas
Everton Rataescki – Intérprete Restinga
Renan Ludwig – Intérprete Restinga
Paulinho Durão – Intérprete
Cláudio barulho – Intérprete Restinga
Luiza Helena – Cantora
Jose Carlos Silveira – Cantor
Carlos Henrique – Bailarino, 1º passista Bambas da Orgia
Baianas – Apresentação de dança
Associação dos diretores de bateria POA/RS – Show de Mini Bateria
Grupo Brasil Estrangeiro – Apresentação de dança
CAR – Radioteatro (Wilson Gomes, Maria Ieda, Joemi Garcia, e outros)

Fonte: Niágara Braga

Grupo Revelação no Beijo Maldito 2017 em Pelotas

A edição 2017 acontecerá no próximo sábado, dia 11 de Março, no Jockey Club de Pelotas e contará com a presença do Revelação, um dos maiores grupos de samba do país.

Dj Marlboro na edição 2016 - Foto: Fabrício Silva
Dj Marlboro na edição 2016 – Foto: Fabrício Silva

Evento consagrado na região sul, O Beijo Maldito tem uma história semelhante a muitos blocos de rua do Brasil. Tudo começou com uma reunião de amigos e com o passar dos anos foi se transformando e ganhando novos adeptos.

O Beijo, como é chamado, nasceu em 1995 nos arredores do Clube Brilhante e desde 2012 é realizado no Jockey Clube, reunindo sempre muitos foliões que escolhem o bloco como a festividade para marcar o final do carnaval!

Neste ano o conceito, marcado através do uniforme oficial, o abadá, é o Carnalove do Beijo, um manifesto do amor, tanto do público para com o evento quanto para o evento para com o seu público fiel.

revelaçãoRevelação
O Grupo iniciou sua carreira em 1994, no subúrbio do Rio de Janeiro.
Em 1997, o produtor musical Bira Haway apreciou as rodas de samba do Grupo e decidiu lançar o Revelação no mercado fonográfico. Contratados pela BMG Brasil, o Grupo lançou dois álbuns a nível regional : “Revelação” e “Virou Religião”.
Em 2001, o Grupo foi contratado pela Deck Disc, onde lançou seu primeiro álbum ao vivo, “Ao vivo no Olimpo”, álbum que vendeu mais de 800 mil cópias, colocando o Grupo entre os grandes artistas nacionais.
Na Deck lançaram também os álbuns “Ao vivo na palma da mão”, o clássico “Ao vivo no morro”, gravado no Morro da Urca em 2009, e em 2011, numa parceria da Deck e Universal, lançaram “Ao vivo no Morro da Urca 2” e o mágico “Revelação 360°”.

Atrações
Para reforçar o time, Fernanda Liz, artista responsável por embalar os carnavais do litoral paranaense. O funk e som eletrônico será comandado pelo Dj Rodox e Anderson Lisboa, e para fechar com chave de ouro a Bateria Show do Beijo Maldito.

Os ingressos para o concorrido Camarote estão esgotados, mas ainda é possível garantir os ingressos da pista. Em Pelotas os antecipados nos Postos do Guga (Anchieta, Bento e Laranjal), na Multisom (Sete de Setembro e Shopping Pelotas) e em Rio Grande na Multisom do Praça Rio Grande.

Revelação no Beijo Maldito 2017
Onde? Jockey Clube de Pelotas
Quando? 11 de março – sábado
Hora? a partir das 16h

dimaior_beijo_flyer-01

Carnaval Maria Bonita terá concurso de máscaras e fantasias em Porto Alegre

Foto: Tiago Trindade
Foto: Tiago Trindade

O Carnaval Maria Bonita chama o público para a segunda edição do seu Baile de Máscaras no Boteco Tchê, Porto Alegre (RS). Será no sábado, dia 30, a partir das 21h com mais um divertido concurso de máscaras e fantasias com premiações. A banda pioneira do forró no sul é formada por Elojac (violão e voz), Luciano Padilha (Sanfona), Mestre Chico (zabumba) e Meio Talo (Triângulo).

A seleção musical do evento será de responsabilidade do DJ Elojac, pesquisador dos ritmos regionais brasileiros, além dos Djs convidados Gui e Joe Az, com o melhor da dança de salão. Neste show, a banda mostrará também canções de seu segundo DVD ” Forró de norte a sul” como Asa Morena (Zé Caradípia), Presente (Môco e Kaleb Maximus), Carro de Boi (Zé Evandro) e do clássico Libertango (Astor Piazzola), em uma ousada versão baião, com arranjos do acordeonista Luciano Padilha, além de um dos primeiros sucessos da banda Balanço no Laço (Itamar Orla), entre outras novidades.

O lançamento do DVD da Maria Bonita, ” Forró de norte a sul”, acontecerá no mês de julho com o apoio da Painel WH Comunicação. Informações: 51 3023-5993.

O que: Baile de Máscaras – Carnaval da Maria Bonita
Onde: Boteco Tchê – Rua José do Patrocínio, 885 – Cidade Baixa – POA
Quanto: R$ 30
Quando: Sábado, 30 de janeiro de 2016, 21h

Fonte: Aline Wolff da Fontoura

Tira a Corda do Meu Bloco promove 2ª edição

tiraO Carnaval de Rua da XV de Novembro em Pelotas será revivido na terça-feira de carnaval (09) de 2016 em sua 2ª edição. No ano passado, cerca de 300 pessoas resgataram as marchinhas das décadas de 50 e 60, época dos áureos tempos do carnaval da Princesa do Sul no Centro Histórico.

O primeiro desfile do Tira a Corda do Meu Bloco arrastou os mascarados e fantasiados no trajeto entre o Café Aquários e a Praça Coronel Pedro Osório. Para este ano, a ideia segue a mesma e o seu trajeto também. De acordo com um dos idealizadores, Fernando Rosário, colocar o bloco na rua significa “tentar recriar e trazer a mesma energia daqueles tempos quando o carnaval de Pelotas era reconhecido no Brasil inteiro”.

tiraO evento está marcado novamente nas redes sociais e já passa de 500 confirmados. Entre os coros de “Mamãe eu quero” e “Cabeleira do Zezé”, este ano o bloco conta com a Marchinha “Tira a Corda do Meu Bloco” do compositor e músico Juliano Guerra que promete sacudir os foliões.

Saiba mais aqui.

Fonte: Release