Virada Sustentável – Porto Alegre Musical lança edital para seleção de shows

Projeto vai escolher doze espetáculos musicais que farão parte da programação da Virada Sustentável 2018.

O projeto Porto Alegre Musical lança, no dia 16 de fevereiro, o edital que vai selecionar doze espetáculos musicais para serem realizados dentro da programação da Virada Sustentável Porto Alegre 2018, que acontece entre os dias 06 e 08 de abril. As inscrições são gratuitas e estarão abertas até o dia 09 de março. O regulamento e a ficha de inscrição podem ser acessados no site http://www.viradasustentavel.org.br/poa.

31-03-2017 Bloco da laje e turucutá - Fotos - Luiz Munhoz_2133Podem se inscrever músicos em qualquer tipo de formação (bandas, duos, trios etc) para apresentações no dia 06 de abril, em quatro pontos centrais de Porto Alegre – Esquina Democrática, Mercado Público, Casa de Cultura Mário Quintana e Praça Júlio Mesquita – e nos dias 07 e 08 de abril, nos palcos da Serenata Iluminada e da Virada Sustentável – Ecoponto da Redenção. O resultado da seleção será divulgado no dia 13 de março.

O objetivo do projeto é compor uma programação artística com conceito de agito cultural e ocupação urbana, por meio da seleção de propostas musicais que fortaleçam a consciência social sobre a questão da sustentabilidade e os temas que norteiam a Virada 2018: redução das desigualdades sociais, educação de qualidade, cidades sustentáveis, colaboratividade, consumo responsável, água potável e saneamento, paz, justiça e instituições eficazes (confira abaixo o detalhamento dos temas).

31-03-2017 Bloco da laje e turucutá - Fotos - Luiz Munhoz_1971O Projeto Porto Alegre Musical está na sua terceira edição e, mais uma vez, integra a programação da Virada Sustentável Porto Alegre. Em 2016, o projeto trouxe Os Fagundes e Luiz Marenco na parte regionalista, e Bloco da Laje e Banda Saldanha para celebrar o samba. Mais de 12 mil pessoas assistiram aos espetáculos, que ocorreram no Largo Glênio Peres, proporcionando pleno e democrático acesso a milhares de pessoas que circulam pelo centro histórico da cidade no fim de tarde. Em 2017, o projeto apresentou dois shows no Largo Glênio Peres e duas oficinas de música durante o evento. A Orquestra de Câmara da ULBRA, sob a regência do maestro Tiago Flores, abriu a Virada Sustentável 2017, com músicos convidados como Chico Saratt, Neto Fagundes, Sergio Rojas, Shana Muller e Maurício Marques para executar As Grandes Canções dos Festivais Nativistas. Depois foi a vez dos grupos Turucutá e Bloco da Laje levarem ao Largo Glênio Peres o som dos Tambores de Rua. A oficina A História da Música nos Festivais Nativistas do Rio Grande do Sul, ministrada pelo crítico musical e jornalista Juarez Fonseca e pelo maestro Tiago Flores, revelou compositores e músicos que geraram para o RS um acervo extraordinário de canções. Já a Oficina de Percussão da Turucutá proporcionou uma vivência da cultura, música e ritmos dos tambores. Toda a programação teve entrada franca.

Em 2018, o projeto traz outra vez o Bloco da Laje e o Turucutá como convidados, além de uma apresentação especial do grupo As Três Marias. Estes três espetáculos completam a programação do projeto. Com a realização do edital, o Porto Alegre Musical amplia o seu alcance, proporcionando uma quantidade maior de espetáculos, em mais locais e dias de realização. Além da parceria com a Virada Sustentável, surge também uma nova aliança com a noite consagrada da Serenata Iluminada, no largo Setembrina, na Redenção.

O projeto tem patrocínio da Braskem, com financiamento do Pró-Cultura RS – LIC / Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do RS / Governo do Estado do Rio Grande do Sul, apoio da Serenata Iluminada e da Virada Sustentável Porto Alegre e produção cultural da Companhia de Produção.

Porto Alegre Musical – Edital para seleção de espetáculos musicais
Regulamento e ficha de inscrição: http://www.viradasustentavel.org.br/poa
Período de inscrição: de 16 de fevereiro a 09 de março de 2018 (até às 23h59min)
Data da divulgação do resultado: 13 de março de 2018
Informações: viradasustentavelpoa@gmail.com
Site: http://www.viradasustentavel.org.br/poa
Facebook: www.facebook.com/viradasustentavelpoa
Instagram: @viradasustentavelpoa

Conheça os temas da Virada Sustentável Porto Alegre 2018
As realizações da Virada Sustentável em todo o Brasil são inspiradas pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela ONU. Esses objetivos representam hoje a melhor tradução do que é a sustentabilidade, trazendo o conceito de forma clara para a sociedade e revelando sua natureza transversal nas mais diversas áreas do conhecimento humano. Cada tema da Virada Porto Alegre 2018 está relacionado com um ou mais ODSs e foram escolhidos colaborativamente com o Conselho Consultivo do festival, composto por representantes de diversos setores da cidade de Porto Alegre.

ODS 1 – ERRADICAÇÃO DA POBREZA e ODS 10 – REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES – Palavras-chave: cidadãos invisíveis, desigualdade econômica, violência, falta de diálogo.

ODS 4 – EDUCAÇÃO DE QUALIDADE – Palavras-chave: educação básica, educação para protagonismo, autoconhecimento, formação de cidadão ativos e responsáveis, educação para desenvolvimento sustentável, educação superior, cursos de extensão, cursos/escolas alternativas.

ODS 11 – CIDADES E COMUNIDADE SUSTENTÁVEIS – Palavras-chave: Ciclovias, parques, árvores.

ODS 12 – CONSUMO E PRODUÇÃO RESPONSÁVEIS – Palavras-chave: Empreendedores, feiras, brechós, orgânicos, etc.

ODS 14 – VIDA NA ÁGUA e ODS 6 – ÁGUA POTÁVEL E SANEAMENTO – Palavras-chave: arroios, rios, delta do jacuí, esgoto, nascentes e orla do guaíba.

ODS 16 – PAZ, JUSTIÇA E INSTITUIÇÕES EFICAZES – Palavras-chave: violência, corrupção, instituições públicas ineficazes e injustiça.

ODS 17 – PARCERIAS E MEIOS DE IMPLEMENTAÇÃO – Palavras-chave: lideranças ambientais históricas; habilidade de estabelecer redes.

Histórico da Virada Sustentável
A Virada Sustentável foi criada em São Paulo e está em sua 7ª edição na capital paulista. As realizações da Virada Sustentável em todo o Brasil são regidas pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela ONU.

Em Porto Alegre, a primeira edição da Virada ocorreu em 2016 e mobilizou mais de 50 mil pessoas, que participaram de atividades como shows, seminário, remada, skate, pedalada e oficinas. Também foram recolhidas quase três toneladas de lixo eletrônico e 315 litros de óleo de cozinha foram encaminhados para reciclagem. Assista aqui o teaser da primeira edição.

A primeira Virada Porto Alegre também realizou o Prêmio Boas Ideias de Sustentabilidade, que reconheceu importantes iniciativas inovadoras e sustentáveis desenvolvidas em Porto Alegre e cidades vizinhas (confira os vencedores clicando aqui). As iniciativas vencedoras participaram da Virada 2017 dentro do Seminário Boas Ideias de Sustentabilidade e da Feira de Empreendedorismo Inovador.

A 2ª edição da Virada Sustentável aconteceu entre março e abril de 2017. Com os temas Empreendedorismo e Inovação Sustentável, Educação para a Sustentabilidade e Ecogastronomia e Alimentação Saudável, o festival reuniu cerca de 200 atrações e atividades que foram realizadas simultaneamente em diferentes locais e em quatro EcoPontos – espaços de encontro e mobilização durante a Virada Sustentável de Porto Alegre: a Casa de Cultura Mario Quintana, a Associação Cultural Vila Flores, o Parque da Redenção e o SESC Campestre.

Foram mais de 400 profissionais (entre ativistas, artistas, painelistas, ecochefs e empreendedores) envolvidos diretamente nas 205 atividades (177 atividades na programação da Virada e 28 atividades de adesões realizadas em locais próprios), que mobilizaram um público de mais de 30.000 pessoas.

Ações colaborativas, seminários, mostras de filmes, esportes, oficinas, shows e espetáculos teatrais, artes visuais, feiras de inovação e Virada Ecogastronômica, estiveram entre as atrações, todas gratuitas e abertas ao público. Acesse aqui o teaser da segunda edição.

Além dos Ecopontos, a Virada contou, ainda, com outros locais de realização de atividades, como a Unisinos – Novo Campus Porto Alegre, o StudioClio e o Largo Glênio Peres.

Diferentes projetos e iniciativas que buscam valorizar e dar visibilidade à promoção da sustentabilidade também formaram parte da programação através do Edital de Adesões, que recebeu mais de 150 inscrições e selecionou 77 projetos para integrar a Virada. As atividades foram promovidas de forma autônoma por grupos, coletivos, movimentos e instituições diversas.

 

Fonte: Adriana Martorano Comunicação

Confira os resultados parciais dos editas de Apoio a Eventos e Intercâmbio Cultural de Pelotas

Apoio a Eventos e Intercâmbio Cultural vai beneficiar dez projetos de artistas locais.

A Secretaria de Cultura (Secult) informa o resultado parcial dos aprovados nos editais de Apoio a Eventos (2º semestre) e Intercâmbio Cultural (4º trimestre). As listas também estão disponíveis em http://www.pelotas.com.br/cultura/arquivos.php. O resultado final será conhecido após o prazo de recursos.

Apoio a Eventos:
Categoria até R$ 6 mil
1º- Dunas Rap na calçada (valor R$ 6 mil)
Categoria até R$ 14 mil
1º – Porto Underground – Casa da Árvore (valor R$ 14 mil)
2º – Mistura Mundo Sul Generis (valor R$ 14 mil)
3º – Primeiro Festival de Cultura e Turismo Rural (valor R$12.772,50)
Categoria até R$ 20 mil
1º – 3º FIFAP -Festival Internacional de Folclore e Artes Populares de Pelotas (valor R$16.987,50)
2º – Todos Somos Zoom (valor R$16.240,00)
3º – I FESTPEL E XI Semeadura da Arte Gaúcha (R$ 20 mil)

Intercâmbio Cultural:
1º – Alexandra Mendes Pereira
2º – Patrick Brasil Menuzzi
3º – Thalles Echeverry Feijó

Redator(a): Camila Faraco
Fonte: pelotas.com.br

Macarenando Dance Concept lança Edital de Seleção Pública de Patrocinadores

Companhia de dança de Porto Alegre divulga edital onde empresas devem se inscrever para apoiar e patrocinar projetos culturais.

A partir desta quarta-feira, 30 de agosto, a Macarenando Dance Concept lança Edital de Seleção Pública de Patrocinadores, que estará recebendo inscrições até 13 de outubro pelo site www.macarenando.com.br/patrocinios. A empresa que tiver interesse em patrocinar o Projeto Artístico do grupo deverá elaborar uma Proposta de Patrocínio, a partir de diversos requisitos e critérios de avaliação elencados pelos artistas. “Trata-se de um modelo inovador de captação de recursos e patrocínio que objetiva instaurar procedimentos mais equilibrados e horizontais nas relações culturais e econômicas entre artistas e a iniciativa privada”, comenta Diego Mac, diretor da Macarenando.

Foto: Gui Malgarizi
Foto: Gui Malgarizi

De acordo com o documento divulgado pela companhia, “o setor artístico nacional luta diariamente para captar recursos para as suas produções. Um dos mecanismos mais utilizados para esse fim são os editais de patrocínio, por meio dos quais empresas públicas e privadas financiam projetos artísticos que tenham passado por uma rígida seleção, de acordo com os critérios ditados pelo patrocinador. Esses editais costumam exigir inúmeras comprovações, contrapartidas, justificativas e outras tantas burocracias, exigências quase sempre alheias às obras artísticas. Enquanto isso, os profissionais do segmento artístico criam zilhões de formas para poder se enquadrar nos requisitos fornecidos pelos possíveis patrocinadores, limitando suas obras de acordo com os desejos das empresas”.

Uma das subversões propostas são as Contrapartidas Culturais, que deverão ser realizadas pelas empresas patrocinadoras, como por exemplo, fornecimento de ingressos para espetáculos a empregados e colaboradores; disponibilização de oficinas artísticas a membros da comunidade em que está sediada a empresa, entre outras. Já para a Ativação de Patrocínio, as empresas deverão sugerir ações inovadoras e criativas, alinhadas ao Projeto Artístico.

Macarenando Dance Concept - Foto Gui Malgarizi (2)Dentre algumas questões a serem respondidas pelas empresas interessadas, estão:
A Proposta de Patrocínio considera as especificidades do Projeto Artístico? O valor dos aportes está economicamente adequado às necessidades do Projeto Artístico? As contrapartidas culturais oferecidas pela empresa contribuem para o incentivo, desenvolvimento e fomento à arte, de modo a abarcarem além dos seus interesses particulares, também de seus colaboradores, clientes e sociedade em geral, promovendo a Responsabilidade Cultural? A Proposta de Patrocínio propõe-se a repensar os modelos de marketing cultural? Traz inovações a questionamentos antigos e/ou inaugura novas questões? Instaura novos procedimentos de diálogo entre a atividade empresarial e o setor artístico? A Proposta de Patrocínio contribui para o incentivo, desenvolvimento e fomento às cadeias produtivas locais e regionais das Artes Cênicas? Lega desenvolvimento econômico ao setor?

As Pessoas Jurídicas interessadas no desafio devem enviar suas propostas, que serão avaliadas pelos artistas do grupo. Os selecionados serão divulgados a partir de 22 de outubro. O Edital de Seleção Pública de Patrocinadores e demais informações podem ser acessados em www.macarenando.com.br/patrocinios.

Foto: Gui Malgarizi
Foto: Gui Malgarizi

Sobre a Macarenando Dance Concept
Macarenando Dance Concept é um empreendimento cultural que investe na dança como linguagem criativa para desenvolvimento de produtos, projetos e serviços: criação de conteúdos artísticos; fornecimento de criatividade para diferentes setores e mercados; oferta de cursos e treinamentos.
No portfólio de espetáculos constam ABOBRINHAS RECHEADAS – O JOGO, 100 FORMAS PARA O AMOR, A CLASSE, as intervenções urbanas 100FORMAS.LOV e ENSAIO SOBRE AUSÊNCIA E DOÇURA, e a encenação de terror imersivo CASA DO MEDO.
Creativity Lab é o braço focado na realização de pesquisas, laboratórios, cursos e treinamentos da criatividade para diferentes áreas de atuação profissional: setor artístico e cultural, mercado da moda; marketing e business, saúde e fitness, entre outros. Atualmente, são oferecidos os cursos: Dança para Atores; Oficina Permanente de Criação em Dança; Pimp my Drag – Workshop para Drag Queens; Pimp my Oz – Oficina de montagem para Drag Queens; FlashMob; Danças Poéticas; Performance Cênica para líderes, empresários e palestrantes; Dança e Criatividade; Atuação para Bailarin@s.
Em âmbito digital, a Macarenando executa o projeto de Presença Digital da marca por meio de página no Facebook, com criação e distribuição de conteúdos sobre dança, em contínua aproximação e relação com o público. Em 2017, lançou o eBook #TEXTÃO @MACARENANDO, que reúne textos produzidos pela equipe Macarenando e publicados em sua página no Facebook sob a forma de #textão.
Inaugurada em dezembro de 2013 e dirigida por Diego Mac, a Macarenando Dance Concept construiu forte presença no setor cultural ao abordar diferentes nichos e perspectivas para a dança como linguagem criativa. Entre os diferencias da iniciativa estão a simplicidade, o bom humor, a aproximação com o público, a popularização da dança cênica e a formação de plateia, o agenciamento com diferentes setores profissionais, e o desejo de mudar o mundo, mobilizar pessoas e provocar transformações.
www.macarenando.com.br

Fonte: Bruna Paulin – Assessoria de Flor em Flor

Cultura: Pelotas disponibiliza Vagas de Estágio e abre Edital para apoio a eventos

Seleção pública para apoio a eventos culturais no 2º semestre de 2017 foi aberta pela Secretaria de Cultura de Pelotas (Secult) através de edital.

editalOs eventos deverão ser realizados entre os dias 1º de setembro e 31 de dezembro e as proposições podem ser financiadas em no máximo 80%, sendo que os tetos orçamentários são de R$ 20 mil, R$ 14 mil e R$ 6 mil.

O edital está disponível aqui e as inscrições podem ser feitas até 13 de agosto pelo e-mail editalapoio.secultpel@gmail.com .

Vagas de Estágio
O processo seletivo destina-se ao preenchimento das vagas de estágio e formação de cadastro de reserva nos cursos de nível médio e superior. Na cultura se destacam as vagas para Dança, Museologia e Conservação e Restauro, mas também estão disponíveis nas áreas do Designer Gráfico, Turismo, Jornalismo, Serviço Social, Administração, Arquitetura, Ciências Contábeis, Economia e Educação Física.

As inscrições são gratuitas, exclusivamente pela Internet no site do Instituto Eccos e estão abertas até o dia 21 de julho de 2017.

Após o preenchimento do formulário eletrônico, o candidato deverá imprimir o seu comprovante. A carga horária será de seis horas diárias, e a remuneração para nível médio 75% do salário-mínimo nacional e de um salário-mínimo para nível superior.

A homologação das inscrições e os locais e horários de provas serão divulgados no dia 24. As provas serão no dia 29, e o gabarito provisório será conhecido no dia 31 deste mês. O edital e seus anexos, na íntegra, estão disponível nos sites www.eccosestagios.com.br e www.pelotas.rs.gov.br.

Intercâmbio cultural é a proposta do novo edital em Pelotas

A Secretaria de Cultura (Secult) lançou edital para intercâmbio cultural, que prevê ajuda de custo para trabalhadores da cultura residentes em Pelotas.

19ff215f688d48810046533a215c08b0Atores, músicos, técnicos, produtores, gestores, empreendedores criativos, mestres e estudiosos dos saberes e fazeres, podem participar de atividades culturais em outras localidades, para valorizar a produção artística pelotense, e abrir a possibilidade de novos campos de atuação, capacitação profissional, formação de público e geração de postos de trabalho e renda.

O secretário de Cultura, Giorgio Ronna, avalia que “esse edital vem para suprir uma demanda crescente de nossa comunidade cultural. Acreditamos que é extremamente enriquecedor para nossos artistas experimentar novas geografias através do diálogo cultural, assim como motivo de orgulho para nossa cidade em ter suas expressões itinerando por outras cidades e estados”.

O edital disponibilizará até R$ 10 mil para os projetos, como apresentações artísticas ou participação em eventos culturais, palestras, cursos e oficinas. As inscrições para o processo seletivo serão recebidas até 14 de maio, pelo mail inscricoes.secult@gmail.com, para que sejam realizados no terceiro trimestre de 2017 – 1º de julho a 30 de setembro. As propostas devem ser encaminhadas de forma individual ou coletiva. Individual: solicitação de concessão de ajuda de custo para um único trabalhador da cultura, sendo este o proponente; coletivo: solicitação para um grupo de trabalhadores da cultura, e a proposta deve ser assinada por um deles.

As propostas serão avaliadas por duas comissões – de triagem e de seleção. A primeira receberá as inscrições, fará a validação de documentos, readequação orçamentária, quando for o caso, e a habilitação dos concorrentes. A segunda ficará responsável pelo julgamento das propostas, de acordo com os critérios estabelecidos pelo edital. O edital completo pode ser conferido em http://www.pelotas.com.br/cultura/arquivos.php.

Redatora: Alessandra Meirelles
Foto: Marcel Ávila Arquivo Ascom

Fonte: pelotas.com.br

Inscrições abertas para o 19º Edital de Incentivo à Produção Chico Lisboa

A Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa promove seleção de obras para o 19º Edital de Incentivo à Produção Chico Lisboa 2016. As inscrições estarão abertas até o dia 18 de novembro de 2016 para artistas de todo o Brasil.

19o-edital-chico-lisboaO edital retoma a trajetória iniciada em 1938, desde a fundação da entidade, quando foi realizado o seu 1º Salão de Artes, até o 18º Salão de Arte Contemporânea da Associação Francisco Lisboa, em 1995, com o intuito de fomentar a criação, a produção e a difusão das artes visuais. A alteração de nomenclatura para “Edital de Incentivo à Produção” surgiu da reflexão dos processos de que quem produz acaba se tornando parte da obra em si.

Este tem por objetivo promover poéticas contemporâneas livres em seus instrumentos de expressão, isso porque neste momento histórico da arte, caracterizado pelo mais amplo pluralismo de estilos, não cabe delimitar linguagens, mas, ao contrário, vale incentivar a integração e o rompimento de paradigmas estético-formais, evitando-se um enquadramento histórico passadista para viabilizar a multiplicidade da arte do presente. Considerando essas premissas, esses são os pontos cruciais deste edital, quais sejam: propõe-se a diversidade de temas e de linguagens, deixando o artista livre para criar e apresentar seus trabalhos.
As obras selecionadas serão expostas no Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli – MARGS, no período de 17 de dezembro de 2016 a 29 de janeiro de 2017.

Participe! As inscrições estarão abertas até 18 de novembro de 2016 para artistas de todo o Brasil e deverão ser realizadas na sede da Associação Chico Lisboa, Travessa Venezianos, 19, Cidade Baixa, Porto Alegre/ RS, ou enviadas pelo correio. Confira o regulamento completo no link, clique aqui.

19o-edital-chico-lisboa

Fonte: Simone Lersch – Maestra Comunicação e Cultura