20 pontos culturais para aproveitar Pelotas

Conhecida como a terra do doce, Pelotas é uma cidade que oferece uma intensa variedade de eventos culturais e pontos de cultura, arte e diversidade.

Iniciando uma série de matérias com dicas especiais, convidamos aos leitores do ecult para que tenham um olhar turístico sobre nossa cidade, aproveitando todos os espaços, sabores e experiencias que Pelotas oferece diariamente. Aproveite para curtir nossa página no facebook e fique por dentro de diversos eventos culturais, muitos com entrada franca.

Começamos nosso tour destacando 20 pontos culturais de Pelotas:

19693860_1045918878872820_8098094656016343375_oBibliotheca Pública Pelotense
Endereço: Praça Coronel Pedro Osório, 103
Funcionamento: segunda a sexta, das 9h às 18h
Destaques: Local de apresentações de música, dança, teatro, lançamento de livros, debates culturais, saraus, entre outros, normalmente pós expediente e finais de semana.
Facebook: www.fb.com/BibliothecaPublicaPelotense
Telefone: (53) 3222-3856
Saiba mais: Fundada em 1875, a Bibliotheca Pública Pelotense é uma instituição com trajetória que passa por três séculos diferentes, sempre como uma sociedade civil sem qualquer vínculo com o poder municipal, estadual ou federal. Uma instituição que tem sido, ao longo de seus 141 anos, o principal centro de referência cultural da região sudeste do RS. Uma Casa que acumula um acervo de cerca de 200 mil livros e 60 mil jornais e periódicos – fontes fundamentais para reconstituição da memória histórica do Brasil meridional. Uma Casa que prestou e presta, de forma universal e gratuita, serviços que atendem especialmente aos que por eles não poderiam pagar.

lasvulvasCasa Cultural Las Vulvas
Endereço: Rua Padre Anchieta, 949
Funcionamento: Consultar a página no facebook para saber mais sobre atividades e horários de funcionamento.
Destaques: Local de apresentações de música, dança, teatro, lançamento de livros, debates culturais, saraus, oficinas, entre outros.
Facebook: www.fb.com/LasVulvas
Telefone: (53) 3025-2654
Saiba mais: Uma iniciativa independente, sem fins lucrativos, gerida por um casal de mulheres. Com o objetivo de servir como um espaço para a circulação e desenvolvimento da arte independente, como lugar cultural especial para o protagonismo de mulheres, assim como ponte para a realização de atividades itinerantes para o público infantojuvenil.
Para fins de sustentabilidade da Casa Cultural Las Vulvas e de suas ações, a casa também é utilizada como espaço coworking e hospedagem.

piqueniquePiquenique Cultural
Endereço: Praças e Parques da cidade de forma itinerante.
Funcionamento: Consultar a página no facebook para saber mais sobre atividades, dias e horários de funcionamento.
Destaques:
Movimento multiartístico que acontece em praças e parques de Pelotas desde 2010.
Facebook: www.fb.com/PiqueniqueCultural
Telefone: (53) 998127-6360
Saiba mais: Além dos artistas convidados a compor a programação do Piquenique Cultural, já é tradicional a participação de artistas independentes, artesãos, culinaristas, estudantes, agentes culturais e sociais interessados em potencializar seu espaço de atuação através da divulgação, comercialização e/ou distribuição de sua produção.

sofaSofá na Rua
Endereço: Porto de Pelotas
Funcionamento: Consultar a página no facebook para saber mais sobre atividades, dias e horários de funcionamento.
Destaques: Ocupação em parceria com diversos coletivos e pessoas que se apropriam da região do Porto de Pelotas com música, teatro, cinema, economia colaborativa, debates, oficinas e qualquer intervenção cultural ou artística espontânea.
Facebook: www.fb.com/sofanarua
Telefone: (53) 98160-1910
Saiba mais: O Sofá na Rua é uma ocupação realizada pela Casa Fora do Eixo Pelotas em parceria com diversos coletivos e pessoas. As atrações que se apresentam no palco do Sofá são selecionadas por meio de curadoria realizada pelo coletivo Fora do Eixo.

ânimaÂnima
Endereço: Rua Gonçalves Chaves, 2862
Funcionamento: Consultar a página no facebook para saber mais sobre atividades e horários de funcionamento.
Destaques: Certificada como Ponto de Cultura pela Rede Cultura Viva/Minc, a sua sede é um espaço coworking, inspirado na convivência plural e na interculturalidade, que se baseia no compartilhamento de espaço e recursos, na formação de uma rede de contatos, dando lugar às diferentes manifestações culturais.
Facebook: www.fb.com/anima.arteculturaeducacao
Telefone: (53) 3307-3888
Saiba mais: Um ambiente colaborativo, propício à democratização da arte, da cultura e da educação, oportunizando o diálogo e a convergência entre identidade, produção cultural. Instituição transdisciplinar especializada em gestão cultural e educativa, produção e execução de projetos culturais, educativos e artísticos de diferentes portes e áreas, com foco em elaboração, produção, gestão, assessoria e consultoria e nas principais Leis de Incentivo e Editais de fomento.

mercadoMercado Central
Endereço: Praça Sete de Julho, 179
Funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 19h, sábados e domingos, das 9h às 18h
Destaques: Local de atividades comerciais, relevante ponto turístico e gastronômico, intensa vida cultural, com rodas de samba e de chorinho – além de diversas apresentações musicais, teatro, dança, entre outros espetáculos.
Facebook: www.fb.com/mercadocentralpelotas
Telefone: (53) 3225-3733
Saiba mais: Construído entre os anos de 1848 e 1849, o Mercado Público de Pelotas passou por inúmeras transformações ao longo de sua história. Reformado no início de 2013, o Mercado recomeçou suas atividades comercias, recebendo novos empreendedores, reconquistando seu posto de relevante ponto turístico e importante local para bons negócios e aquisição de produtos de qualidade.
Atualmente, o espaço conta com uma intensa vida cultural, com rodas de samba e de chorinho – além de apresentações musicais diversas. Teatro e circo também marcam presença no Mercado Público, bem como campeonatos de xadrez, exposições de arte e fotográficas. A programação especial aos sábados conta ainda com o Mercado das Pulgas na área externa e inúmeras atividades em seu entorno.

mpulgasMercado das Pulgas
Endereço: Largo do Mercado Central de Pelotas
Funcionamento: sábados, das 10h às 17h (Não será realizado em dias chuvosos e num período de verão poderá ser transferido de local)
Destaques: Local de comercialização de bens antigos, usados e outras mercadorias. Eventuais apresentações de música, dança, e teatro.
Facebook: www.fb.com/mpulgaspelotas
Telefone: (53) 3225-8355
Saiba mais: Inaugurado no dia 31 de maio de 2014 e já consagrado como um dos principais pontos de encontro de Pelotas aos fins de semana. O mercado das pulgas (português brasileiro) ou feira da ladra (português europeu) é um local onde diversos vendedores se reúnem para comercializar bens antigos, usados e outras mercadorias, inclusive de fabricação artesanal.

cineufpelCine UFPel
Endereço: Rua Lobo da Costa, 447
Funcionamento: Programação em https://goo.gl/bfgHfy
Destaques: Sala de Cinema Digital da UFPel focada em sessões gratuitas de cinema prioritariamente latino-americano.
Facebook: www.fb.com/cineufpel
Telefone: (53) 3921-6291
Saiba mais: Com programação variada e entrada franca, o Cine UFPel realiza sessões regulares quintas e sextas, às 19hs, além de cineclubes, palestras, seminários e correalização de mostras e eventos ligados à atividade cinematográfica, em parceria com outras instituições públicas ou privadas.

katangasKatangas Nova Geração – Espaço Cultural
Endereço: Rua Coronel Alberto Rosa, 01
Funcionamento: Consultar a página no facebook para saber mais sobre atividades e horários de funcionamento.
Destaques: Local de apresentações de música, dança, teatro, debates culturais, oficinas, entre outros.
Facebook: www.facebook.com/Katangas-Nova-Geracao
Telefone: (53) 98439-5492
Saiba mais: Localizado à margem do canal São Gonçalo, com mais de 25 anos de história nas imediações do “Quadrado”, espaço democrático de arte, lazer e integração com a natureza. O Katangas foi idealizado por Jorge Luis Chagas Oliveira, conhecido como “Hélio” – falecido em outubro de 2016.

acasadotamborA Casa do Tambor
Endereço: Rua São Leopoldo, 243 – Laranjal
Funcionamento: Consultar a página no facebook para saber mais sobre atividades, dias e horários de funcionamento.
Destaques: Espaço de Arte na Praia do Laranjal. oficinas, shows e criações com a comunidade do bairro e amigos.
Facebook: www.fb.com/acasadotambor
Telefone: (53) 3307-2102
Saiba mais: Espaço para vivenciar arte, valorizar o tambor e perpetuar a história do Laranjal. A Casa está aberta a outras formas de manifestações artísticas, desde que sejam autorais, e a ideia é envolver, cada vez mais, a comunidade da praia – objetivo que está se constituindo, aos poucos. Além de receber os maradores de Pelotas e turistas em geral.

ficahaiCentro de Cultura Afro Brasileira Clube Cultural Fica Ahí Pra Ir Dizendo – Biblioteca Negra
Endereço: Rua Mal. Deodoro, 368
Funcionamento:
Destaques: Atualmente, no espaço físico do clube são desenvolvidas atividades culturais relacionadas à temática negra.
Facebook: fb.com/ClubeCulturalFicaAhiPraIrDizendo
Telefone: (53) 3305-7874
Saiba mais: O Clube Cultural Fica Ahi Pra Ir Dizendo foi tombado no âmbito estadual por representar um espaço de memória da cultura afro-brasileira no Rio Grande do Sul. Fundado em 27 de janeiro de 1921 por um grupo de negros que resolveram criar um cordão carnavalesco. Após o sucesso do bloco no carnaval de Pelotas, o grupo decidiu continuar o empreendimento fundando dessa forma o Clube, que com o passar dos anos torna-se uma sociedade de negros que se reuniam a fim de confraternizar através de bailes, quermesses, jogos, festivais, etc. Em 1954 foi inaugurada a sede própria do Clube.

ágapeÁgape Espaço de Arte
Endereço: Rua Anchieta, 4480
Funcionamento: segunda a sexta, das 9h às 19h
Destaques: Ágape, Espaço de Arte: desde 2010 acolhendo as expressões artísticas da cidade de Pelotas.
Facebook: www.fb.com/agapeespacodearte
Telefone: (53) 3028-4480
Saiba mais: O Espaço Ágape é composto pela Galeria de arte JM. Moraes, espaço gourmet, cantinho da moda e lojinha de materiais de arte. Além disso, proporcionamos aulas de arte, arteterapia assim como uma variedade de oficinas.

belloraEspaço de Arte Daniel Bellora
Endereço: Rua Três de Maio, 1005
Funcionamento: segunda a sexta, das 10h às 19h
Destaques: A diversidade de ideias se reflete nesse Espaço Multifuncional que reúne Galeria de Arte, Café, Espaço para Eventos, Espaço Gastronômico e Coworking.
Facebook: www.fb.com/EspaçodeArteDanielBellora
Telefone: (53) 3303-0675
Saiba mais: Localizado em um casarão centenário em pleno centro histórico de Pelotas, o Espaço de Arte Daniel Bellora foi criado com o objetivo de oferecer à cidade de Pelotas-RS um local que venha abrigar manifestações artísticas, eventos literários e culturais, bem como as mais diversas expressões de arte, para, desta forma, contribuir com o enriquecimento sócio-cultural da comunidade. Arte, design, gastronomia, comportamento e cultura jovem em um só lugar.

ArquipélogoArquipélago Casa/Atelier/Espaço de Arte
Endereço: Rua 3 de Maio, 765
Funcionamento: segunda a sexta, das 10h às 19h
Destaques: Espaço dedicado às Artes.
Facebook: www.fb.com/arquipelagoatelier
Telefone: (51) 98220-3707
Saiba mais: Arquipélago casa atelier é formado por:
Cláu Paranhos, Francis Silva, Mario Schuster, Rejane Brayer. Espaço dedicado exposições, mostras, rodas de conversas, entre outras atividades ligadas às Artes.

TheatroGuaranyTheatro Guarany
Endereço: Rua Lobo da Costa, 849
Funcionamento: Consultar a página no facebook para saber mais sobre sua agenda e horários de funcionamento.
Destaques: Fundado em 30 de abril de 1921, o Theatro Guarany se mantém até hoje como um templo à arte e cultura. Conserva seus 5000 m² com locações para eventos como shows, formaturas e palestras. Está aberto diariamente para Visitas Guiadas.
Facebook: www.fb.com/theatroguarany
Telefone: (53) 3225-7636
Saiba mais: Fundado em 1921 o Theatro Guarany foi construído em 16 meses, com 150 trabalhadores revezando-se em três turnos, fruto da opulência artística vivida em Pelotas, desde antes de eclodir a Revolução Faroupilha, que fez com que seus moradores investissem cada vez mais na cultura.

casa2Casa 2 – Centro Cultural Adail Bento Costa – Secult
Endereço: Praça Coronel Pedro Osório, 02
Funcionamento: segunda a sexta, das 14h às 18h
Destaques: Salas de exposições Antônio Caringi e Inah Costa D’Ávila, sede da Secult – Secretaria Municipal de Cultura e palco de eventos artísticos, palestras, oficinas, apresentações de música, dança, teatro, entre outros eventos.
Facebook: www.fb.com/SecultPel
Telefone: (53) 3225-8355
Saiba mais: O prédio denominado “Casa 2” foi erguido a pedido do charqueador Vianna, no início do século XIX. Essa construção em estilo colonial, de telhado com beiral e anterior à 1830 sofreu uma substancial modificação por volta de 1880. O arquiteto José Izella foi quem realizou o projeto e com a intenção de identificá-la com os casarões vizinhos, construiu mais um pavimento coroando-o com uma platibanda vazada. Restam do estilo colonial algumas características, como a ausência de recuos, a falta de porão e a simplicidade de algumas aberturas no térreo.

casa6Casa 6 – Futuro Museu da Cidade
Endereço: Praça Coronel Pedro Osório, 06
Funcionamento: segunda a sexta, das 14h às 18h
Destaques: Sede do futuro Museu da Cidade, que será implantado para disponibilizar uma estrutura onde seja possível pensar, repensar e refletir sobre o passado e o presente, com projeções para o futuro. Atualmente o prédio recebe exposições e intervenções artísticas diversas.
Facebook: Notícias sobre ações na Casa 6 via www.fb.com/SecultPel
Telefone: (53) 3225-8355
Saiba mais: Construído em 1879 pelo engenheiro italiano José Izella Merotti e seu primeiro morador foi o Barão de São Luis, Sr. Leopoldo Antunes Maciel (pai do Barão dos Três Cerros). O prédio foi herdado por uma de suas descendentes, Sra. Otília Maciel, casada com o Sr. José Júlio Albuquerque de Barros que foi prefeito de Pelotas no período 1938-1945. O material usado na edificação foi todo importado da França, como exemplo podemos citar os belos exemplares dos azulejos da cozinha.

casa8Casa 8 – Museu do Doce
Endereço: Praça Coronel Pedro Osório, 08
Funcionamento: terça a domingo, das 14h às 18h
Destaques: Sede do Museu do Doce e palco de eventos artísticos, palestras, oficinas, apresentações de música, dança, teatro, entre outros eventos.
Facebook: www.fb.com/museudodoce
Telefone: (53) 3921-6291
Saiba mais: Criado em 30 de dezembro de 2011, configura-se como órgão suplementar do Instituto de Ciências Humanas da UFPel e tem como missão salvaguardar os suportes de memória da tradição doceira de Pelotas e da região e como compromisso, produzir conhecimento sobre esse patrimônio. A casa histórica que sedia o Museu do Doce foi construída em 1878 a mando de Francisco Antunes Maciel, político pelotense que foi Conselheiro do Imperador. Em 1950, a família mudou-se para o Rio de Janeiro e alugou a casa para uso do Comando da atual 8 Brigada de Infantária Motorizada do Exército Brasileiro”. Em 1977, a casa foi tombada em nível federal pelo Iphan e comprada pela UFPel em 2006. Em 2010, a UFPel deu início ao processo de restauração e adequação das instalações para uso do Museu. Em 2013, o restauro foi concluído e o Museu do Doce instalou-se na casa.

malgMALG – Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo
Endereço: Rua General Osório, 725
Funcionamento: terça a domingo, das 10h às 19h
Destaques: Encontra-se em exposição permanente objetos e obras do artista pelotense Leopoldo Gotuzzo, além de exposições temporárias de artistas convidados, obras pertencentes às coleções do Museu e exposições em parceria com outras instituições..
Facebook: www.fb.com/museuleopoldogotuzzo
Telefone: (53) 3225-9144
Saiba mais: Inaugurado em 1986, o Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo é ligado ao Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas. Sua missão está associada à conservação e divulgação da produção do pintor gaúcho e pelotense Leopoldo Gotuzzo e à produção e comunicação de conhecimento em artes visuais. O acervo possui mais de 3.000 obras divididas em sete coleções: Coleção Leopoldo Gotuzzo, Coleção Ex-alunos da EBA, Coleção Dr. João Gomes de Mello, Coleção Faustino Trápaga, Coleção Luiz Carlos Lessa Vinholes, Coleção Século XX e Coleção Século XXI. Encontra-se em exposição permanente objetos e obras do artista, além de exposições temporárias de artistas convidados, obras pertencentes às coleções do Museu e exposições em parceria com outras instituições.

baronesaMuseu da Baronesa / Parque da Baronesa
Endereço: Av. Domingos de Almeida, 1490
Funcionamento: terça a sexta, das 13h30min às 18h, sábados e domingos, das 14h às 18h
Destaques: Sede do Museu da Baronesa e palco de eventos artísticos, palestras, oficinas, apresentações de música, dança, teatro, entre outros eventos.
Facebook: www.fb.com/museuparquedabaronesa
Telefone: (53) 3228-4606
Saiba mais: Doado pela família Antunes Maciel à Pelotas em 1978, através de um convênio firmado com a prefeitura, o prédio datado de 1863, passou por quatro anos de reformas, que foram orientadas pelo artista plástico e restaurador pelotense Adail Bento Costa. O museu foi então inaugurado em 25 de abril de 1982, possuindo em seu acervo peças das coleções da família Antunes Maciel,de Adail Bento Costa, doações diversas da comunidade e uma coleção da Sra. Antonia Sampaio. Estas peças representam um pouco dos costumes, da maneira de viver, das famílias abastadas do século XIX. Tombado pelo patrimônio histórico do município em 04 de julho de 1985.
No parque, que hoje possui área de 7 hectares há um sobrado no estilo bangalô americano construído em 1935, chamado de Vila Stella (a casa azul); uma torre de banho onde as mulheres da família se refrescavam durante o verão; uma gruta com pedras de quartzo incrustadas, um pequeno castelo; Um Jardim em estilo inglês e um jardim francês; um chafariz e extensa área verde.

Bônus:

gruppelliPelotas Colonial
Endereço: www.pelotascolonial.com.br
Destaques: Pelotas Colonial é uma Rota de Turismo Rural que reúne empreendedores dos setores de hospedagem, alimentação, cultura, lazer, arte e educação ambiental.
Facebook: www.fb.com/pelotas-colonial
Saiba mais: Reduto da colonização italiana, francesa, africana e pomerana, a região oferece diversas opções de entretenimento: museus, belas trilhas ecológicas, revigorantes banhos de cachoeira, a rusticidade das construções antigas, além da deliciosa culinária típica da região e de uma paisagem encantadora. Tudo isto com uma hospitalidade acolhedora que faz com que você sinta como se estivesse em casa.

Espaço de Arte Daniel Bellora comemora três anos e se firma como multiespaço em Pelotas

Interação. Esse é o desejo do Espaço de Arte Daniel Bellora (EADB) para 2015, ano em que completa três anos de atividade, firmando-se como um centro cultural completo, que abriga e abre espaço para as mais diversas atividades artísticas e culturais, tanto em sua galeria de arte, quanto nos seus demais ambientes, que contemplam também um belo jardim, uma cafeteria e um Coworking, inaugurado ainda este ano.

Fachada do EADB - Foto: Arquivo EADB

Criado em 2012 com o objetivo inicial de se tornar o ateliê de sua proprietária, a artista Tânia Bellora, o Espaço de Arte Daniel Bellora foi se transformando aos poucos e moldando seu caminho até chegar ao centro polivalente que é hoje, onde equilibra os encantos e a beleza arquitetônica de uma cidade histórica em seu casarão centenário com um ambiente moderno e vibrante, que clama por novas experiências e inspira novas descobertas.

Segundo Tânia Bellora, o casarão foi amor à primeira vista. “Quando vi o porão e o espaço disponível sabia que era aqui que deveria ficar”, diz a artista, que começou a se envolver com arte brincando com a fotografia, sempre em busca de formas não convencionais e de uma visão única e além da imagem.

Após ter seu ateliê instalado e o lugar ideal para abrigar suas exposições, veio o questionamento e a solução para o belo e amplo espaço: Por que não abrir as portas para que outros artistas pelotenses pudessem expor suas obras e assim, ainda contar com uma rica troca de experiências, olhares e aprendizado, renovando o clima e a alma do ambiente?

Logo posta em prática, a ideia virou um sucesso, e assim surgiu a Galeria de Arte cheia de personalidade que ocupa o porão da casa, confirmando o potencial que o espaço tem como reverberador e impulsionador da arte. O frenesi foi tanto que a galeria terminou 2013 com a agenda de exposições para o próximo ano lotada, recebendo exposições celebradas e muitos novos artistas.

Área externa do Café no Espaço - Foto: Arquivo EADB

Pensado cuidadosamente para receber as mais variadas formas de arte, o espaço reservado para a galeria chama a atenção pela geometria calculada dos ladrilhos hidráulicos e o contraste de seus detalhes com as obras em exposição, que permitem, tanto ao artista como ao visitante, um novo olhar, um momento de contemplação e descobertas que resgate um pouco da calma muitas vezes negada em função da overdose de informação e distrações diárias a que somos submetidos.

Para atender a este público, que busca momentos especiais e cheios de significado, nasceu no ano de 2014 o Café no Espaço, um espaço aliado à galeria de arte que encanta quem passa no local para fazer uma visita, vem contemplar alguma exposição ou simplesmente busca se render às suas delícias e ao seu cantinho aconchegante no jardim.

A cafeteria, que funciona do café da manhã ao happy hour, tem como objetivo fornecer uma alimentação natural, e um cardápio diferenciado, valorizando uma alimentação saudável e funcional com opções que agradam aos paladares mais seletos.

Privilegiado pela localização, não são somente os pratos saborosos e caprichados em cima do balcão ou que percorrem as mesas que enchem os olhos, mas todo o clima e conceito criados pela decoração e por sua proposta, de estimular os sentidos daqueles que buscam mais que um café, mas um convite para renovar a energia e experimentar novos sabores. Localizado dentro de um universo criativo, o Café no Espaço não poderia ser menos do que um ambiente que inspira e estimula a criatividade.

Já com uma grande movimentação em torno de sua Galeria de Arte e do Café no Espaço, foi a vez do Espaço de Arte apostar na inovação e no compartilhamento de ideias. Assim, foi inaugurado em março de 2015 o Hub1005, um espaço de coworking que trouxe ainda mais vida e interação ao EADB.

Espaço de Coworking HUB1005 - Foto: Arquivo EADB

Pioneiro em coworking em Pelotas, o ambiente configura um jeito diferente de trabalhar, onde é possível utilizar a infraestrutura de um escritório completo – localizado nas salas do andar superior do Espaço de Arte Daniel Bellora – para desenvolver projetos, trocar ideias, promover e frequentar reuniões e palestras e dividir conhecimento, além de expandir o networking. Com um custo bem mais acessível que um escritório independente é possível trabalhar em um ambiente inspirador, criativo e colaborativo, propenso para a criação de novos negócios.

Esta interação e compartilhamento é o que deixa a proprietária do EADB ainda mais contente.

“É muito bom ver a evolução e o rumo que o Espaço de Arte tomou, crescendo tão rapidamente. Minha avaliação destes três anos de EADB não poderia ser mais positiva”, completa Tânia Bellora.

De acordo com diretor de marketing e negócios do Hub1005, Lucas Bauer, o trabalho deu frutos e a criação dos novos ambientes é consequência da consolidação do Espaço em seu modelo tradicional.

“Agora resolvemos sair do habitual e ampliar a cultura para uma proposta multidisciplinar, oferecendo novas opções. E mesmo em poucos meses de funcionamento o Hub1005 já é conhecido e lembrado como um espaço de trabalho e vem recebendo novos interessados a cada dia”, afirmou.

Para os próximos anos, a meta do EADB é que mais e mais pessoas venham conhecer o multiespaço. O casarão rosa na esquina das ruas Três de Maio com Andrade Neves está sempre de portas abertas e a visitação é gratuita, das 10h às 19h.

A entrada é feita pelo Café no Espaço, com vista para o jardim. Ao conhecer a parte interna do café, você fica logo em frente ao corredor que leva à Galeria de Arte, à sala de reuniões e ao miniauditório, que tem capacidade para 20 pessoas. O espaço de coworking, a administração e outras salas de reuniões ficam no andar superior da casa. O EADB ainda conta com salas para oficinas de arte, churrasqueira e espaço para eventos especiais, de compromissos profissionais à celebração a arte e aos amigos.

Nestes três anos de funcionamento, o Espaço de Arte Daniel Bellora se transformou em um lugar único para trabalhar, promover encontros, criar, expor, adquirir e admirar a arte, tornando-se um moderno e aconchegante ambiente de expressão artística em Pelotas, que só enriquece a cena cultural da cidade, fomentando ainda mais a produção artística local.

Quem está no Hub?
Bravo! Agência, Tintero, Lordi Design, Christian8, Santo Criativo, Zero ou Um, Eugênio Lemertz Marketing, Evoke Energéticos e CoWorkers Esporádicos.

Espaço de Arte Daniel Bellora
Rua Três de Maio, 1005.
Telefones:
Espaço de Arte e Café no Espaço – (53) 3303-0675
Hub1005 Coworking – (53) 3025-2566

Texto: Larissa Vieira – Bravo Agência