Eduardo Majer lança “O Iluminador de Almas” na na Feira do Livro de Pelotas

O Iluminador de Almas – Obra de Eduardo Majer será lançada no dia 12/11 às 19h na Feira do Livro. Confira a entrevista com o jovem escritor sobre sua obra de estreia e fique por dentro dos seus nobres ideais.

Por Charlie Rayné

A primeira informação que tive de Eduardo Maier era de que ele trabalhava num lugar chamado Escola do Ser e que lá existiam oficinas e palestras sobre qualidade de vida e espiritualidade. Pensei que o livro certamente não fugiria deste tema.

Foto: Charlie Rayné
Foto: Divulgação

Eduardo é um jovem escritor pelotense, com serenidade e gestos quase irreais…Sim, ele transborda uma sensibilidade, uma paz que não condiz com o caos do mundo lá fora. Eu, na minha habitual ansiedade, estranhamente, consigo me acalmar diante de uma sala pequena, simples e aconchegante, localizada na rua Major Cícero, 247.

Trata-se da Escola do Ser. Imediatamente me ponho a pensar que talvez para “ser” a simplicidade seja o ingrediente principal. E é. Eduardo começa a me responder alguns questionamentos feitos anteriormente, via WhatsApp, de forma tão natural e empolgante que novas perguntas surgem e a conversa vai longe. Tão longe que realmente consigo ficar completamente entregue ao momento da entrevista e esqueço o turbilhão da rua.

Sobre o que fala o livro “O Iluminador de Almas?
O Romance nos conta a história de um adolescente, Beto, que por ser questionador e buscador de algo maior, encontra na simplicidade a fonte de bem viver. Na sua caminhada, conhece um professor “Mente Aberta”, o Minhoca, que inventa e usa sua criatividade para ir além do habitual em sala de aula. Juntos descobrem uma linda forma de troca de aprendizagens e conhecimentos.

Folheio o livro e ponho meus olhos em uma passagem e outra, constatando naquelas palavras o que podemos chamar de simplicidade profunda. De onde vem isto, Eduardo? Por que escrever para jovens que na quase totalidade estão envolvidos meramente em smartphones, hormônios e falta de comprometimento?
“Acho pertinente levar às pessoas, adultos e principalmente os jovens a possibilidade de pensar e viver uma vida de mais qualidade, “ligados” no sentido da vida e no porquê de estarmos aqui. Os adultos falam dos jovens, mas não entendem seu mundo. Como convivo muito com eles, me coloco em seus lugares.”

O escritor termina a colocação, com aquela empolgação serena e totalmente consciente. Deixo-o livre. Ele, talvez sabedor de que as pausas são também ensinamentos, percebe minha “deixa” para que ele fale mais e começa a discorrer com propriedade sobre a importância de dar à vida um significado pleno, de total harmonia. E o livro traz esta experiência, um bálsamo para edificar, um instrumento para se debruçar nas questões essenciais.

Um tanto hipnotizado pelo assunto tão desejado por mim e tão importante para todos, mantenho-me em silêncio, contemplativo. E ele retoma sua paixão, falando na descoberta de algo que tanto busco, ou melhor que tantos buscam- a paz:
“Com certeza, a vida é o propósito maior, estar aqui é só agradecimento. Que aventura, não? Um paraíso cheio de pássaros, frutas, flores, pessoas, arco-íris, nuvens, lua, sol… ih, vai longe! O que ocorre no externo, como a desordem econômica e política, hoje aceito e perdoo. Dou energia para outras coisas; o meu mundo interno está lindo, cheio de cores e alegrias. Esta é uma escolha que faço.”

Foto: Charlie Rayné
Foto: Divulgação

Com o tempo esgotado, gostaria eu de perguntar sobre a Escola em que Eduardo ensina práticas de autodescoberta e equilíbrio. Mas se assim fizesse, eu sairia do foco e para Majer esta seja uma das chaves da plenitude. Sua insistência em vislumbrar o melhor que há no mundo já me dá um positivo puxão de orelha. Com o livro nas mãos, aguardo o dia 12 de novembro, às 19h para receber o autógrafo. E ao me despedir, prometo conferir brevemente os cursos, terapias e ensinamentos deste jovem professor de vida!
A próxima entrevista será na “Escola do Ser”.

Lançamento do Livro “O Iluminador de Almas”, de Eduardo Majer
Onde? Feira do Livro de Pelotas – Estande da Livraria Mundial
Quando? 12 de novembro – domingo
Horário? 19h

Jonas Espirito Santo lança “Esquila” na Feira do Livro de Pelotas

Sábado, 11 de novembro de 2017, acontece o lançamento do romance “Esquila” de Jonas Espirito Santo durante a 45ª Feira do Livro de Pelotas. A sessão de autógrafos será às 19h e o autor participará do Sarau Literário às 20h30min.

Folder Pelotas FINALEsquila, romance de estreia de Jonas Espirito Santo, conta a história do jovem Augusto e seu pai durante o início do verão em dezembro de 1999, na fronteira oeste do Rio grande do Sul. O Pampa gaúcho serve de pano de fundo para o autor desenvolver sua prosa agridoce e discorrer sobre temas tão diversos e complexos como: o fim da adolescência e a condição humana; a formação do estado do Rio Grande do Sul e o rock dos anos noventa; Yukio Mishima e Ovídio; Nine Inch Nails e Vitor Ramil.

A música exerce um papel importante e original na obra. As canções citadas no livro são como personagens que em determinada parte assumem o controle do romance. Esquila é ao mesmo tempo regional e universal, tradicional e transgressor, doce e brutal, divertido e melancólico. Um conto moderno sobre o Rio Grande do Sul, um retrato emocionante dos anos noventa.

Jonas Espirito Santo
Atua como professor em duas escolas na cidade de Porto Alegre. Esquila é seu primeiro trabalho literário. O romance foi gerado em quase cinco anos, divididos entre suas funções de professor de língua estrangeira e de ensino profissionalizante.

Esquila
Um velho e o filho adolescente viajando em um antigo Maverick pela fronteira oeste do Rio Grande do Sul. Um refúgio esquecido no Pampa. Um grupo de seis pessoas na imensidão da Campanha: às bordas do Uruguai encontrariam muito mais do que procuravam. Uma jornada inesquecível que transformaria para sempre suas vidas. Aquele dezembro intenso se revelaria tão fantástico quanto brutal. Ninguém sairia impune daquele verão que os transfiguraria impiedosamente.

Oficina gratuita com Marcelo Maluf na 45ª Feira do Livro de Pelotas

A programação da 45ª Feira do Livro contará com a oficina gratuita “Ficção, memória e escrita de si”, com Marcelo Maluf, nos dias 11 e 12 de novembro, das 14h às 16h30min, na Bibliotheca Pública Pelotense.

A partir da relação entre ficção, memória e a escrita de si, o palestrante irá propor aos participantes que produzam textos ficcionais e memoriais.

Para se inscrever, basta enviar o nome completo para o e-mail inscricoes.secult@gmail.com, e escrever “Oficina Marcelo Maluf” no campo assunto.

Marcelo Maluf é escritor, professor de criação literária e músico. Concluiu seu mestrado em Artes pela Universidade Estadual de São Paulo (Unesp). O seu romance “A imensidão íntima dos carneiros” (Editora Reformatório) foi vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura (2016), na categoria estreante com mais de 40 anos.

23155080_1396561983800644_188270747367857507_o

Fonte: Paulo Ienczak
pelotas.com.br

45ª Feira do Livro apresenta diversidade nos primeiros dias de funcionamento

A Cerimônia de Abertura Oficial da 45ª edição da Feira do Livro inicia hoje, 3 de novembro, às 19h na Tenda João Simões Lopes Neto.

Foto: Revelyn Peter
Foto: Revelyn Peter

Doce Melodia foi a apresentação instrumental que abriu a 45ª edição da Feira do Livro no dia primeiro de novembro com um grupo de alunos de flauta doce da Escola Luterana Emanuel, estreando o palco da Tenda João Simões Lopes Neto.

Foto: Revelyn Peter
Foto: Revelyn Peter

Na sequência, em frente ao chafariz da Praça Coronel Pedro Osório, a Banda de Música do 9º Regimento de Infantaria de Pelotas emocionou o público com clássicas canções e, logo em seguida, as apresentações continuaram no Palco da Tenda JSLN, com o Coral Feliz Idade, a Banda de Rock Mato Cerrado e encerrando a noite, a Banda Virou Maniah trouxe muito sertanejo e pagode. No espaço para roda de conversa, aconteceu o Painel “Judicialização da Política e Politização da Justiça” com Diogenes Hassan Ribeiro, professor e desembargador do TJRS com a intermediadora, Maria Alice Estrella, e o Presidente da Câmara, Luiz Henrique Viana.

Foto: Revelyn Peter
Foto: Revelyn Peter

No feriado de ontem, dia 02, a tarde iniciou com o Anime Bomb com as apresentações de dança Kpop e desfile de Cosplayers. A partir das 19:00 as sessões de autógrafos foram com Pr. Adelar Munieweg autografando o Livro “Cinco Minutos com Jesus”, o Pr. Nilo Washholz autografando a 50ª edição do Livro “Castelo Forte” e Jeferson de Queiroz lançando seu livro “Se Somos Feitos de Partes”. A noite começou com pop rock de Alex Cruz e sua banda Chango Loco no Palco da Tenda JSLN e encerrou com o Grupo Sintonia do Samba com muito sertanejo e pagode.

Hoje (3 de novembro) a programação iniciou às 14:00 na Bibliotheca Pública Pelotense com o Minicurso “A arte da leitura” ministrado por Guilherme Tortelli. A Cerimônia de Abertura Oficial da 45ª edição da Feira do Livro inicia às 19:00 na Tenda João Simões Lopes Neto. Na sequência, acontece o show quinteto de metais com o grupo Sonora Brasil e encerrando a noite, muito pagode com Matheus Almeida.

Texto: Revelyn Peter – Assessoria de Imprensa da 45ª Feira do Livro de Pelotas

Foto: Revelyn Peter
Foto: Revelyn Peter

Programação da 45ª Feira do Livro de Pelotas – 2017

Confira a programação da 45ª Feira do Livro de Pelotas, que acontece de 1º a 19 de novembro de 2017, das 13h às 22h na Praça Coronel Pedro Osório.

A 45ª Feira do Livro de Pelotas conta com uma programação repleta de atrações que vão desde rodas de conversas e sessões de autógrafos, até torneio de xadrez e desfile Cosplay. Todas as apresentações serão abertas ao público e gratuitas.

Capa Evento 45ª Feira do Livro de PelotasNeste ano, participarão 15 livreiros como expositores e a tenda dos autógrafos terá um espaço especial reservado para os lançamentos das obras literárias. Outra novidade serão as rodas de conversas mediadas para fomentar a troca de experiências frente a frente com os autores que estarão lançando seus livros na Feira. Um destaque também para a possibilidade de apreciar apresentações culturais tanto na Tenda Cultural João Simões Lopes Neto, quanto na Bibliotheca Pública Pelotense.

E por falar nela, sua história será lançada nas páginas do livro intitulado “Bibliotheca Pública Pelotense”, escrito por Klécio Santos, nomeado Patrono da 45ª edição da Feira do Livro de Pelotas. Lisarbe Crespo da Costa, a primeira mulher Diretora-Presidente da Bibliotheca Pública Pelotense, foi nomeada Oradora da Feira do Livro neste ano em que a Instituição completa 142 anos de existência.

Com o tema “cidade dos livros: patrimônio e imaginação”, a Feira do Livro de Pelotas quer proporcionar nessa edição, experiências ricas em história, tradição e cultura pelotense, através de expressões artísticas diversas com o objetivo de incentivar ao público sobre a importância da leitura em ações conjuntas com Instituições Culturais e a Prefeitura Municipal de Pelotas.

Texto: Revelyn Peter

Clique aqui para acessar a Programação da 45ª Feira do Livro de Pelotas e veja, na imagem que segue, como navegar pela programação ou até mesmo baixar o arquivo PDF para seu computador:
Navegar na Programação

45ª Feira do Livro de Pelotas – 2017

Oficina gratuita de Escrita Criativa com Ismael Caneppele na Feira do Livro de Pelotas

Com duas oficinas com inscrições encerradas devido a grande procura – a primeira com Paula Fábrio e a segunda com Paulo Scott – a Secretaria Municipal de Cultura de Pelotas divulga a terceira oficina gratuita que ocorrerá durante a Feira do Livro de Pelotas 2016.

Realizada do dia 2 ao 20 de novembro de 2016, a Feira do Livro de Pelotas receberá no dia 13/11, o escritor Ismael Caneppele, que ministrará oficina de escrita criativa. O evento, que tem como público-alvo escritores profissionais e amadores, interessados em literatura, estudantes da área de Letras e professores, terá início às 14h e se encerrará às 18h.

Oficina de Escrita CriativaCom o objetivo de despertar o potencial de escritores aspirantes, profissionais e amadores, a Oficina de Escrita Criativa consiste em um espaço de prática e discussão literária. Aspectos teóricos como a função do protagonista na trama, jornada do herói e forças do antagonismo, serão apresentados através de exercícios e teoria. Os encontros buscam apresentar metodologias de desenvolvimento de narrativas, ampliar a capacidade criativa e apontar caminhos para a edição e divulgação do material produzido pelos participantes no mercado literário.

ismael-caneppeleIsmael Caneppele
Uma das mais festejadas revelações da literatura brasileira contemporânea. Elogiado por nomes como Caetano Veloso, Luis Augusto Fischer e Vitor Ramil. É autor dos livros Os famosos e os duendes da morte (Iluminuras), A vida louca da MPB (Leya), O negrinho do Guaíba (Iluminuras), Só a exaustão traz a verdade (Pergamus) e Música para quando as luzes se apagam (Blocher). Agraciado pela Academia Brasileira de Letras com o prêmio Machado de Assis e pela Funarte com o prêmio Dramaturgia 2014, também desenvolve roteiros para cinema, além de atuar no time de colunistas fixos do jornal Zero Hora.

Para inscrever-se na oficina é necessário enviar nome completo via e-mail com o assunto: “Oficina de Escrita com Ismael Caneppele” para inscricoes.secult@gmail.com .
A oficina é gratuita, com vagas limitadas e por ordem de inscrição.

Paulo Scott realizará oficina gratuita “A Técnica do Conto” em pelotas

Nos dias 5 e 6 de novembro de 2016 a Feira do Livro de Pelotas recebe o escritor e poeta Paulo Scott, que ministrará a oficina “A Técnica do Conto”.

O evento é gratuito e tem como objetivo oportunizar aos participantes exercícios de criação e escrita através do conhecimento de teorias e técnicas. Terá início às 14h e se estenderá até as 17h nos dois dias.

Para se inscrever na oficina é necessário enviar o nome completo via e-mail com o assunto: \”Oficina de Escrita com Paulo Scott\” para inscricoes.secult@gmail.com .

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Scott é autor de cinco livros de poesia. Em 2014, a sua obra \”Mesmo sem dinheiro comprei um esqueite novo\” foi vencedora do Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA) na categoria. Escreveu outros cinco livros de prosa, entre eles \”Ainda Orangotangos\”, adaptado para o cinema pelo diretor Gustavo Spolidoro. O longa-metragem venceu o 13º Festival de Cinema de Milão, em 2008.

44ª Feira do Livro de Pelotas terá como Patrono um personagem literário

O vaqueano Blau Nunes foi o nome escolhido para ser o patrono da Feira do Livro de Pelotas, que está prevista para ocorrer entre os dias 2 e 20 de novembro de 2016.

Imagem Divulgação / 44ª Feira do Livro de Pelotas
Imagem Divulgação / 44ª Feira do Livro de Pelotas

Blau Nunes é o narrador das histórias de Contos gauchescos, a mais famosa obra de João Simões Lopes Neto. É a primeira vez que um personagem literário terá esse papel, uma forma de homenagear o escritor pelotense João Simões Lopes Neto, dentro do biênio Simoneano, reconhecendo nele a possibilidade de dar voz autêntica, como fez o autor.

Segundo os organizadores da Feira do Livro de Pelotas, Blau Nunes é mais do que um personagem, e sim uma figura no imaginário gaúcho, o que permite torná-lo patrono. O orador da Feira, que será a pessoa presente no evento, ainda não teve seu nome anunciado.

Já estão abertas as inscrições para as escolas participarem da 44ª Feira do Livro de Pelotas através das apresentações artísticas: contato@feiradolivrodepelotas.com.br

Palestra/Bate-papo/Lançamento do livro “Viagem a Par ou Impar” com Kledir Ramil em Pelotas

Estreia de Kledir Ramil na literatura infantojuvenil, este livro foi inspirado no roteiro do espetáculo “Par ou Ímpar” de Kleiton & Kledir + Grupo THOLL e inclui letras de canções feitas por Kleiton Ramil, Maria Elena Walsh, Vitor Ramil e Kledir Ramil.

12191415_814496532007195_8609114818168652233_nNão se reprima e complete essa rima!
Dois amigos inseparáveis, Lemongs e Magrão, decidem participar de uma competição musical que acontecerá em Par ou Ímpar, um lugar encantado e cheio de mistérios. O desafio é em forma de versos improvisados, e o vencedor ganha uma bolsa cheia de moedas de ouro e a mão da princesa Carolina.
Mas a diversão e a cantoria começam muito antes de o torneio começar, na estação de trem, onde pegam a maria-fumaça que os levará a Par ou Ímpar.
Animais falantes, um gnomo vendedor de pirulitos, um mágico excêntrico e uma moreninha muito atrevida fazem desta inusitada viagem uma grande aventura.

Palestra/Bate-papo/Lançamento do livro “Viagem a Par ou Impar” com Kledir Ramil em Pelotas
domingo, 8 de novembro | 19h
Bibliotheca Pública Pelotense
O evento é produzido pela Tri Produções, com o apoio da Secult, na 43ª Feira do Livro de Pelotas.

Satolep Press lança quatro títulos na Feira do Livro de Pelotas

Com livros para os mais diferentes gostos e públicos a Satolep Press lança de 2 a 7 de novembro quatro novos títulos na 41ª Feira do Livro de Pelotas.

No sábado(2), a partir das 18h, o fotógrafo Nauro Júnior autografa o livro “Pelotas em imagens”. Domingo(3), no mesmo horário, Deco Rodrigues estará lançando “Três contra todos” e na terça-feira(5), José Luís Marasco Cavalheiro Leite faz sua estreia na literatura com o livro de contos e crônicas “Rastros num caminho – jogos de ficção e realidade”. Já na quinta-feira(7) é a vez da literatura infantil, com “Histórias do Papai”, de Álvaro Braga.

No livro “Pelotas em imagens, Nauro faz um verdadeiro mapa poético da sua vivência e apresenta seu olhar sobre a cidade. Com 272 páginas, capa dura e em papel couchet, o livro apresenta cerca de 300 fotos, com legendas, divididas em nove capítulos: Pelotas das águas, Pelotas Patrimônio, Pelotas Cotidiano, Pelotas dos doces, Pelotas das artes, Pelotas da Fé, Pelotas do Futebol, Pelotas Rural e Pelotas das Origens. O livro é bilíngüe e tem tradução para o inglês de Angélica Freitas.

O pré-lançamento de “Três contra todos”, ocorrido em setembro, já deu uma mostra da forma como o público recebeu o livro. Em sua estréia na literatura, Deco Rodrigues conjuga em diferentes tempos os três elementos que baseiam uma relação amorosa: amor, sexo e amizade. Eduarda, Rafaela e Lucas, através de suas narrativas, protagonizam o epicentro dos encontros, desencontros e descobertas de “Três Contra Todos”.

Com um verdadeiro espectador do cotidiano, José Luís Marasco Cavalheiro Leite apresenta através de contos e crônicas sua percepção sobre diferentes temas no livro “Rastros num caminho – jogos de ficção e realidade”. Com prefácio de Aldyr Garcia Schlee o livro traz ilustrações de Pedro Marasco a cada novo capítulo.

O universo infantil faz parte da vida de Álvaro Braga desde a chegada das filhas Rafaela e Mariana. Através delas, nasceu a inspiração para o livro “Histórias do Papai”, que marca sua estréia na literatura. Nele divide com leitores, de todas as idades, as histórias criadas para ninar suas filhas : “O gato chefe”, “O galo preguiçosa” e “O gato Alfredo e o menino João” estão em 40 páginas, com histórias ilustradas por Patrícia Langlois.

Fonte: Gabriela Mazza
Jornalista – MtB: 9838