Baile do Tim pela primeira vez em Pelotas

Dia 20 de julho de 2018, sexta-feira, Pelotas recebe o “Baile do Tim – O Show” às 22h no João Gilberto bar, homenagem alusiva aos 20 anos sem Tim Maia.

Já sonhou em estar em um show do Tim Maia? Baile do Tim – O Show te leva nessa viagem psicodélica e alucinante. Não é um cover. Não é um tributo. Não é um especial.
É Tim Maia Experience.

São duas horas de performance sem intervalos. Três partes, vinte músicas, todas
com arranjos absolutamente novos. Venha aproveitar todo o groove e o swing do eterno síndico da black music brasileira com toda a emoção e o sentimento que esse espetáculo merece.

Parte um
O show começa e logo aparecem a incrível técnica,
a grande qualidade musical e a dinâmica dessas feras.
A apresentação cresce com o público.

Parte dois
A parte mais romântica,
emocionante e sentimental
do baile. É a hora em que
lembranças, amor e corações
estão explodindo na plateia.

Parte três
O espetáculo vai se aproximando
da sua parte final é a vibe é agitada,
alegre, integrada e interativa.
timÉ a hora dos hits e da cena.
É a hora do BIS.

“Baile do Tim – O Show”
Quando? 20 de julho de 2018 – sexta-feira
Hora? pós 22h
Onde? João Gilberto Bar em Pelotas
Abertura: Banda Dona Dinnah
Evento no Facebook

“Baile do Tim – O Show” – Músicos
Dri Zampieri (Bateria)
André Seben (Guitarra)
Guilherme Rodrigues (Lead Vocal/Guitarra)
Hemerson Calandrini (Trombone)
João Raphael Heinzen (Baixo)
Emillyn Dayani (Backing Vocal)
Stefany Antunes (Backing Vocal)
Produtor Executivo: Roza Damiani
Engenheiro de Som: Rafael Pflanger
Assistente de Palco: Felipe Pimentel
Assistente de Produção: Bruna Damiani

36189044_2178081795553453_2842246207865094144_o

Teatro: NORMA estreia na Bibliotheca Pública Pelotense

Espetáculo NORMA estreará no próximo final de semana, com apresentações no sábado (30/06) e no domingo (1º/07), ambos às 20h, na Bibliotheca Pública Pelotense.

Foto Divulgação
Foto Divulgação

A peça teatral narra a história de uma atriz que foi um dos grandes ícones do cinema mudo e que se recusa a aceitar que foi esquecida pelo público. Envolta em uma teia de mentiras, criada pelo seu mordomo Max, a estrela vive em uma realidade paralela, onde nunca deixou de ser a grande estrela que foi. Porém, é com a chegada de Joe, um roteirista desconhecido, que a estrela vê seu mundo ruir. 
Inspirada no filme Crepúsculo dos Deuses, de Billy Wilder. 

NORMA
Quando? 30/06 e 1º/07 (sábado e domingo)
Horário? 20H
Onde? Bibliotheca Pública Pelotense
Valores: R$10,00 (Inteira) e R$5,00 (Meia-entrada).
Ingressos antecipados na Casa das Balas (Andrade Neves, 2091, com Cassiano).

Direção: Eduarda Bento e Thalles Echeverry
Elenco: Isabelle Vignol e Thalles Echeverry

Iluminação: Diego Carvalho
Sonoplastia: Aline Cotrim
Cenário e Figurinos: Aline Cotrim
Dramaturgia: Thalles Echeverry

CARTAZ IMPRESSO

Malg inaugura nova sede no Lyceu e abre ao público na segunda (2)

O Malg (Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo) da UFPel estará em nova casa a partir desta segunda-feira, dia 2 de julho, quando abrirá as portas novamente ao público em Pelotas.

Agora no prédio do antigo Lyceu da Universidade, local da primeira Escola de Agronomia da cidade, situada em frente ao Largo do Mercado, no centro de Pelotas. A cerimônia de inauguração da nova sede ocorre antes, às 17h desta sexta-feira (29).

Fonte: ufpel.edu.br
Fonte: ufpel.edu.br

Junto com o novo endereço, vem também um novo horário de funcionamento, que passa a ser das 8h30min às 20h, de terças a domingos. Neste primeiro momento, o Museu abrirá ao público somente uma galeria, que receberá mostra de parte da Coleção de Leopoldo Gotuzzo. A entrada ocorrerá pelo Largo do Mercado.

Para agendar visitas de grupos e escolas, o procedimento permanece o mesmo. Deve ser feito por e-mail, para educativomalg@gmail.com.

Em julho e agosto, para marcar a inauguração da nova sede, será realizado um Programa de Inverno, a partir de 10 de julho, ocorrendo sempre às terças-feiras, com atrações artístico-culturais diversas, como música, artes visuais e literatura.

“O Malg passa a ocupar um imóvel tombado e que é próprio da UFPel. Estamos com a expectativa que aqui seja a sede definitiva do Museu”, afirma o diretor, professor Lauer Santos.

O Museu
Inaugurado em 1986, o Museu é ligado ao Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas. Sua missão está associada à conservação e divulgação da produção do pintor gaúcho e pelotense Leopoldo Gotuzzo e à produção e comunicação de conhecimento em artes visuais.

O acervo possui mais de três mil obras divididas em sete coleções, a saber a Leopoldo Gotuzzo, a dos Ex-alunos da EBA, a Dr. João Gomes de Mello, a Faustino Trápaga, a L. C. Vinholes, a Século 20 e a Coleção Século 21.

Encontram-se em exposição permanente objetos e obras do artista, além de exposições temporárias de artistas convidados, obras pertencentes às coleções do Museu e exposições em parceria com outras instituições.

O Museu é um órgão suplementar do Centro de Artes aberto à comunidade e sem fins lucrativos, de natureza cultural, que tem como missão zelar pela preservação e conservação de seu acervo artístico e documental, assim como divulgá-lo amplamente, através de projetos curatoriais, expográficos e virtuais.

Cabe ao Malg garantir a integridade física do acervo de obras de Leopoldo Gotuzzo, patrono do museu, e promover a pesquisa e a produção crítica e intelectual a respeito de sua contribuição para a história da arte brasileira. Também tem responsabilidade de desenvolver projetos educativos que ampliem o acesso da população brasileira aos bens artísticos e culturais produzidos no passado e na atualidade.

Exposições temporárias de obras pertencentes a outras coleções, incluindo a produção artística contemporânea, deverão ser realizadas no Malg em conjunto com os profissionais em atuação no Centro de Artes ou através de projetos  de cooperação interinstitucionais.

Fonte: ufpel.edu.br

Be Livin fará show nesta segunda em Pelotas

Com disco novo prestes a ser lançado, Be Livin fará show nesta segunda no Sete ao Entardecer.

O reggae da banda Be Livin será a atração na edição desta segunda-feira (25) do projeto Sete ao Entardecer. O grupo se apresenta às 19h30 no Pátio 1 do Mercado Central de Pelotas.

Na ativa desde 2005, a Be Livin tem o foco no trabalho de músicas próprias. Em 2014, lançaram seu primeiro disco, “Evolução pela Palavra”. O sucessor está em fase final de produção e tem previsão de lançamento para o mês de agosto. Dois singles deste novo trabalho, as faixas “Valores” e “Honra”, já podem ser conferidos nas principais plataforma digitais.

O novo álbum batizado de “Ileso” conta com a mixagem, produção e direção musical de Ricardo Vidal, produtor conhecido por trabalhar com a banda carioca O Rappa durante mais de 20 anos. O disco foi gravado no estúdio A Casa da Jade, em Camaquã por Chicão Waskow e masterizado por Ricardo Garcia do Magic Master-RJ.

Ampliando horizontes

Mesmo em meio as gravações do novo trabalho, a banda manteve uma agenda cheia de atividades no último ano. Foram dois videoclipes lançados, shows de abertura para O Rappa, apresentações em São Paulo e no programa Radar da TVE.

No mês passado, a Be Livin se apresentou no Imana Festival, que ocorre dentro Festa do Pinhão em Lages, Santa Carina. Para subir no mesmo palco que recebeu CPM22, Projota, SantoGraau e Bula, a banda pelotense venceu um concurso cultural promovido pelo Festival. “Tocar em uma grande estrutura e estar no mesmo palco de artistas renomados como Projota e CPM22 foi uma experiência única”, destaca a banda.

A atual formação da Be Livin conta com Eduardo Freda (vocal), Pedro Moraes (bateria), Ed Brum (baixo), Guilherme Rocha (teclado) e Rogers Lemes (guitarra). O show que vem sendo apresentado atualmente mescla músicas que fazem parte do primeiro disco, músicas que nunca foram gravadas, mas sempre fizeram parte do setlist, e ainda canções que estarão presentes no novo álbum.

e-cult terá nova seção sobre Design e Cultura Material Pelotense

A proposta está lançada. A partir da próxima quinta-feira, dia 28 de junho, teremos mais uma seção no e-cult destinada à difundir a produção cultural de Pelotas, assinada pela designer Renata Gastal.

“A ideia vem acrescentar o trabalho que o ecult está fazendo desde 2009, embora com um pequeno diferencial. Além da divulgação de matérias sobre cultura, turismo, gastronomia, educação e eventos que acontecem em Pelotas e região, com esta nova seção estaremos trazendo para a roda de discussão os produtos culturais da cidade.” Deco Rodrigues – Gestor de Conteúdo

Imagem Divulgação
Imagem Divulgação

Sobre a Proposta (por Renata Gastal)

Os produtos são a materialização da cultura, do saber, das técnicas, da tradição e também da inovação e da criatividade. As formas, as cores, a volumetria, os materiais e as texturas já reconhecidos nos bens imóveis pelotenses, são elementos que também se manifestam nos objetos da vida diária que modelam a cidade.

Diante da efervescência cultural de Pelotas, é o momento ideal para falarmos das vestimentas, dos artefatos, dos espaços criativos, dos instrumentos, do artesanato, da ilustração, dos mobiliários, e tantos outros elementos que compõe a identidade pelotense. Instruir para a consciência do produto cultural é importante para a construção da identidade, o fortalecimento da economia local, o incentivo ao turismo, e à valorização daquilo que é próprio da região.

Durante as próximas semanas vamos apresentar para o leitor da e-cult conteúdos exclusivos que discorrem sobre a técnica, a estética, o valor, a função, o saber e a produção da cultura material local.

Esperamos que gostem da proposta que elaboramos para esta nova seção. Estaremos fazendo a ponte entre Design e a cultura pelotense.

Nando Reis volta a Pelotas com sua turnê “Voz e Violão”

Cantor e compositor apresentará o show “Voz e Violão” no Theatro Guarany, 22 de junho (sexta-feira), e os ingressos antecipados já estão disponíveis na Ótica Lume em Pelotas.

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Lotando casas de shows em todo o Brasil, Nando Reis volta a Pelotas com o seu show “Nando Reis – Voz e Violão”. O cantor se apresenta tendo somente o violão como seu parceiro de palco, Nando canta seus sucessos e apresenta versões diferentes para os seus clássicos.

O objetivo do show é apresentar as canções exatamente como foram concebidas. No palco, somente o artista e seu violão, combinando a doce vibração das cordas com sua voz e algumas batidas no instrumento, que funciona às vezes de percussão. Seus fãs, que não se concentram em apenas uma geração, podem esperar uma apresentação emocionante.

O repertório é recheado de sucessos consagrados como “All Star”, “Diariamente”, “Espatódea” e “Relicário”. Além disso, versões de seus clássicos também marcam presença como “Luz dos Olhos”, “O Segundo Sol”, “Quem Vai Dizer Tchau” e “Nos Seus Olhos”.

O show leva o nome do álbum de 2015, gravado com maestria. “Voz e Violão, no Recreio – Volume 1” foi produzido pelo próprio artista e contou com a mixagem de Jack Endino em um estúdio em Seattle, nos Estados Unidos. O álbum está disponível em versão CD e Vinil.

Nando Reis | Show Voz e Violão
Local: Theatro Guarany – R. Lôbo da Costa, 849 – Centro – Pelotas RS
Data: 22 de junho de 2018 – Sexta-feira
Horário: 21h
Abertura das portas: 20h
Evento no Facebook

Ponto de Venda sem taxa de conveniência:
ÓTICA LUME – SOMENTE EM DINHEIRO
Rua Sete de Setembro, 376 (esquina Osório) – Pelotas
Tel. 53 3026.2680

Pontos de Venda com taxa de conveniência (R$ 5,00)
SOMENTE EM DINHEIRO

MULTISOM 7 DE SETEMBRO
RUA SETE DE SETEMBRO , 307 – CENTRO
Fone: (53) 3229-3975

MULTISOM CALÇADÃO
RUA ANDRADE NEVES , 1880 – CENTRO – PELOTAS
Fone: (53) 3227-9584

Venda online: http://bit.ly/NRVVpelotas

Plateia Alta – Lote II
Inteira R$ 130,00 | Meia Entrada R$ 65,00

Plateia Silver – Lote II
Inteira: R$ 150,00 | Meia Entrada R$ 75,00

Plateia Gold – Lote III
Inteira: R$ 190,00 | Meia Entrada R$ 95,00

Plateia Premium – Lote I
16 lugares com acesso ao camarim R$200,00 (preço único)

Camarotes 1 ordem p/ 5 pessoas R$ 500,00 (R$ 100,00/pax)
Camarotes 2 ordem p/ 5 pessoas R$ 450,00 (R$ 80,00/pax)
(este setor não tem meia entrada)

Desconto não cumulativo para meia entrada
– Estudantes, PNE, Professores e Idosos: 50% de desconto.
– Cliente PORTO SEGURO c/ 01 acompanhante: 50% de desconto*
(* em todos os setores com exceção dos CAMAROTES e PLATEIA PREMIUM)

!- Os valores podem alterar conforme disponibilidade dos Lotes)

♦ Não serão permitidos documentos digitais, apenas documentos físicos (ex. Carteirinha, boleto, declaração de matricula/escolar e holerite etc.) com data de validade vigente.
Informamos que este evento trabalha com a limitação de 40% de meia-entrada conforme lei federal Nº 12.933, DE 26 DE DEZEMBRO DE 2013. A limitação de 40% ocorre pela totalidade de cada setor disponível para venda.

Documentário gaúcho retrata importância do teatro

Com a peça “Vivendo um sonho de uma noite de verão” alunos do curso de teatro do CCMar vivenciam Shakespeare pela primeira vez.

Vivenciar uma obra de Shakspeare na estreia nos palcos é o sonho de qualquer ator. Foi o que aconteceu com um grupo de jovens, com idades entre 14 e 17 anos, integrantes do Centro de Convívio dos Meninos do Mar (CCMar) de Rio Grande, no seu primeiro contato com o teatro. O resultado desta emocionante imersão dramatúrgica pode ser visto no documentário “Vivendo um sonho de uma noite de verão”, produzido através do projeto teatral Navegando rumo ao Ato, já disponível no You Tube.

A iniciativa fez parte do curso de verão do CCMar e possibilitou aos jovens a encenação da obra “Sonho de uma noite de verão”, de William Shakespeare, o mais influente dramaturgo do mundo. Segundo Lauro Barcellos, diretor do CCMar, a ideia do curso de verão surgiu em função de uma demanda dos alunos dos cursos profissionalizantes, por atividades de verão. “Temos uma matriz diversificada de cursos profissionalizantes e eles pediam que oferecêssemos atividades de verão – o teatro veio a ocupar este espaço”, destaca.

Foto: Rael Castro
Foto: Rael Castro

O curso nasce em parceria com o OTROPORTO, com o objetivo de ampliar o acesso dos jovens às mais diferentes forma de arte e cultura exercitando a fundamental competência da empatia. “O OTROPORTO tem a mentalidade de buscar desenvolver nas pessoas a responsabilidade por si e pelo ambiente, permeado por uma conduta de cooperação e solidariedade”, observa o coordenador pedagógico, Guy Barcellos. Segundo ele, mais do que o conhecimento científico, a ideia é ressaltar aos alunos o conhecimento afetivo.

As aulas aconteceram entre janeiro de 2017 e março deste ano e o elenco estreante contou com toda estrutura de uma peça profissional: direção geral, direção de elenco, figurinista, maquiagem, entre outros requisitos para uma grande montagem. Inicialmente os diretores de elenco, Marcela Bueno e Rodolfo Furtado, buscaram estimular os jovens para o primeiro contato com o teatro. “Buscamos a melhor forma de trabalhar seus talentos”, conta Marcela. Ao lado de Rodolfo, trabalharam as potencialidades artísticas dos alunos. “Esse processo se deu através de uma troca, onde ensinamos e também aprendemos”, resume Rodolfo. Para a montagem da pe ça a equipe contou com os figurinos de Rafael Sholl e Maurício Guidotti, além de Gengiscan Pereira compondo a maquiagem. A ideia era traduzir a obra com uma estética em sintonia com a alma do projeto. “Pensamos em um figurino funcional e que carregasse a magia da obra, ou seja, com tudo que tinham ensaiado”, explica Guidotti. Para o maquiador, este propósito ajudou o elenco a mergulhar no mundo onírico da peça. “O maior desafio foi tentar encontrar a personalidade de cada um e de seus personagens”, revela Gengiscan.

Foto: Rael Castro
Foto: Rael Castro

A apresentação esteve em temporada para os novos alunos do CCMar e convidados. Para Andréa Terra, diretora da peça, o resultado não poderia ser melhor. Segundo ela, a escolha de Shakespare a princípio pode parecer ousada, mas se deu exatamente pela sua trajetória. “Era um homem simples, do povo, e genial – que não saiu da academia ou dos doutores eruditos, portanto nada mais apropriado para iniciação ao teatro”, salienta. O projeto contou com o apoio da CMPC Celulose Riograndense e Sagres Agenciamentos Marítimos.

Fonte: Gabriela Mazza
Jornalista – MtB: 9838
Satolep Press – Comunicação e fotografia

Foto: Rael Castro
Foto: Rael Castro

Relluviu – Dupla lança clipe de Helloween no Youtube

Na última quinta-feira, 14 de junho, a dupla pelotense Relluviu lançou o vídeo clipe “Helloween” nas redes sociais.

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Relluviu é formada por Poyo (Gabriel) e Yaul (Leonardo), a dupla de músicos e compositores formada desde 2011. Após estudos e experimentos, começaram a investir tempo e dedicação ao projeto em 2017, quando escolheram o nome artístico “Relluviu”, que significa mudança, deixar as outras coisas para traz e começar algo novo.

Focados no projeto, uniram forças junto com Poyo e Yaul, a NoFocoFilms que assina a Produção Executiva do Clipe e Felipe Menegoni (Liip.Beats) da Studio F5, responsáveis pela gravação e mixagem.

Relluviu nas Redes Sociais:
Facebook
Youtube

Neura – Juliano Guerra lançará seu terceiro disco na BPP em Pelotas

Já estão à venda os ingressos para o show de lançamento de “Neura”, terceiro disco de Juliano Guerra. O show acontece na Bibliotheca Pública Pelotense, quinta-feira (28/06), às 20h30min.
Foto: Felipe Yurgel
Foto: Felipe Yurgel

Os ingressos incluem o CD, com diferentes opções de produtos e preços e podem ser adquiridos online pelo link bit.ly/neurapelotas. Juliano se apresenta acompanhado dos músicos Dani Ortiz, Davi Batuka, Miro Machado e Rael Valinhas, e conta ainda com as participações especiais de Alex Vaz, Bruno Chaves, Eric Peixoto e Paola Kirst.

Variando bruscamente entre acústico e elétrico, irônico e sentimental, o bipolar “Neura” apresenta ao longo de 12 canções um mosaico de um colapso mental. Com colaborações de músicos e participações especiais das mais variadas vertentes, o álbum viaja por referências que vão do rock alternativo dos anos 1990 à vanguarda paulista e ao tropicalismo.  O disco sai pelo selo Escápula Records, com lançamento dia 22/06.
Arte: maumau
Arte: maumau

 

4º Disco Xepa acontece neste sábado em Pelotas

A partir do meio-dia, evento reúne opções gastronômicas, DJs e ensina a fazer doce com a fruta do fim de feira.

Na tarde deste sábado (16), ocorre a 4ª edição da Disco Xepa – a xepa na produção doceira, um evento gastronômico temperado com música, que integra o Festival de Gastronomia da Fenadoce 2018. A partir das 12h, na rua Lobo da Costa, entre Félix da Cunha e Gonçalves Chaves (quadra do Theatro Guarany), haverá diversas opções culinárias com o programa Comida de Rua e as pessoas terão a oportunidade de aprender a utilizar aquelas frutas do final de feira para fazer algum dos doces da tradição pelotense. Tudo ao som da DJ Helô e das DJs Vânia e Vanessa.

O evento é realizado em conjunto pela Prefeitura de Pelotas, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Simultaneamente, haverá um ponto da Campanha do Agasalho 2018 para recolhimento de doações de peças de vestuário, calçados, cobertores e roupas de cama, etc.
34745862_1713855121984452_8746824099440885760_n
Por Joice Lima
Fonte: pelotas.com.br